Você já ouviu falar em móveis marchetados?

Os móveis marchetados são quase tão antigos quanto a civilização. Pode ser que você não saiba quais são suas características, porém, com certeza já viu mais de um fazendo parte de alguma decoração. Essa é uma técnica milenar de embutir ornamentos em superfície plana, feita principalmente em móveis, mas que pode ser usada também em painéis, pisos e tetos, que tenham como matéria prima a madeira. Essa produção de estampas, relevos e texturas por meio do design de superfície tem possibilitado a criação de projetos criativos e ousados.

O conceito foi definido a partir da análise da constituição formal das Ruínas de São Miguel da Missões. O móvel desenvolvido foi uma mesa lateral, com a funcionalidade inspirada na estrutura das ruínas. A marchetaria foi feita a partir de módulos geométricos, nas cores vermelho, azul e madeira clara, sendo aplicada em uma das peças da mesa. Aliando uma técnica tradicional, de execução artesanal, com um referencial cultural, obteve-se como resultado um móvel de estilo contemporâneo.

Embora a marchetaria seja uma técnica antiga muito usada pelos egípcios, ela é uma nova tendência de decoração dentro do estilo vintage, sendo bastante presente em aparadores, racks, mesas, cômodas, mesas de cabeceira e buffets. Essa técnica confere ao ambiente um toque de sofisticação ao mesmo tempo em que garante a originalidade das peças, permitindo que você tenha móveis exclusivos.

Antes de escolher os móveis marchetados é importante conhecer as variações dessa técnica tão interessante.

  • Tarsia a Incastro: é uma forma de produzir móveis marchetados utilizando recortes simultâneos das partes que serão montadas.
  • Element par element: nessa técnica os recortes das partes é feito de forma separada.
  • Társia a topo: comumente usada na produção de bijuterias, filetes decorativos e esculturas.
  • Társia geométrica: essa técnica consiste em encaixar recortes geométricos nas móveis deixando- os com desenhos encantadores.
  • Marqueterie de paille: é uma técnica similar á társia geométrica, no entanto no lugar dos recortes geométricos são usadas folhas desidratadas.

Por ser um trabalho feito à mão, as peças em marchetaria não são baratas, o que exige que os interessados desembolsem um valor maior. O uso de materiais nobres para evocar a grandeza de outros tempos também está entre as razões que fazem com que essa peça seja mais cara do que outras que vemos por aí.  No entanto, todo o sacrifício vale à pena para adquirir as peças (principalmente se forem da Atelier Clássico) pois são exclusivas e maravilhosas, além disso, vão deixar sua casa ainda mais chique.

Vocês já tinham visto ou conheciam a história dos móveis marchetados? Teriam eles na decoração?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post.

10 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.