5 motivos para começar assistir Bridgerton hoje mesmo

Criada por Chris Van Dusen e produzida por Shonda Rhymes – responsável por sucessos como Scandal e Grey’s Anatomy, a série Bridgerton, foi lançada no último dia 25 de Dezembro. A série literária que aborda a história de amor dos oito irmãos Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth foi lançada há vinte anos atrás, e retratam as tramas, os mistérios e os desafios superados na busca pelo amor verdadeiro. Segundo informações do Netflix, mais de 63 milhões de assinantes assistiram a Bridgerton. Com estes números, a série tornou-se a quinta maior estreia mundial da plataforma.

Baseada no livro best-seller de Julia Quinn, Bridgerton retrata perfeitamente o mundo luxuoso, competitivo e sensual da alta sociedade londrina no início do século 19. Na época, a família Bridgerton que é composta por oito irmãos, se esforça para lidar com o mercado de casamentos, com os bailes de Mayfair e os palácios aristocráticos de Park Lane. Daphne é a filha mais velha do respeitado clã, e se encontra à procura de um marido adequado. Como seus pais, ela gostaria de se casar por amor, porém, seu irmão mais velho atrapalha seus planos e torna ainda mais difícil sua busca. Quando Daphe conhece o duque de Hastings, o solteiro mais requisitado da temporada, as faíscas brilham entre os dois. Não bastasse o fato de ambos agirem como se não estivessem interessados um pelo outro, um escândalo preparado por Lady Whistledown (na voz de Julie Andrews) faz com que o nome de Daphne seja manchado. Para se defender das calúnias, ela decide se aliar ao rebelde duque, colocando à prova os valores e as aparências da elite de Londres.

Bridgerton tem aquele típico romance clichê que é impossível não amar. Daphne tinha uma lista de atributos, mas ainda assim, não conseguia atrair pretendentes certos que a cortejassem. Simon, Duque de Hastings, é um homem com o firme propósito de nunca se casar. Ela queria pretendentes, ele queria fugir das mães casamenteiras. Sendo assim, Simon teve a brilhante ideia de fingir cortejar Daphne, dessa forma, ele se livra das mãos casamenteiras, e ela consegue se tornar mais interessante, atraindo assim mais pretendentes. Porém, como nem tudo são flores, o que parecia ser uma solução para os problemas, pode desencadear outros piores.

O elenco de Bridgerton foi escolhido a dedo. Nos livros, Simon era descrito com olhos azuis marcantes. No entanto, Shonda Rhimes, uma das produtoras responsáveis pela a adaptação é conhecida por quebrar tabus sociais e essas mudanças tocaram em algo que poucos falam sobre as obras de Julia Quinn, a falta de representatividade. Simon Hasting, o Duque, será interpretado por Regé-Jean Page, um ator negro que foge do padrão físicoda época retratada e das características descrita por Julia Quinn.

Misto de emoções em relação aos personagens. Em Bridgerton você irá amar os personagens, criar ranço e até se indignar com algumas atitudes. É um verdadeiro misto de emoções, e só assistindo para saber o que vai achar de cada personagem.

Finais felizes. Normalmente, conhecemos a história até o momento do casamento e depois elas chegam ao fim, deixando o velho clichê do felizes para sempre. Em Bridgerton é diferente, a obra retrata o que acontece após o casamento e mostra que nem tudo é um mar de rosas. Porém, apesar de que fatos ruins aconteçam, tudo pode se resolver.

Trilha sonora. Bridgerton reuniu diversas músicas atuais, em uma versão instrumental que é impossível não se apaixonar. Se gosta de Shawn Mendes, Ariana grande, Billie Eilish, deveria assistir Bridgerton para ouvir algumas de suas canções em uma versão totalmente nova. Para finalizar, deixarei uma das minhas músicas favoritas da série.

Vocês já assistiram essa série? Compartilha como foi sua experiência com a gente!

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

46 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *