Painel fotográfico e papel de parede: qual a diferença entre eles?

Quando sai da casa dos meus pais, não imaginei que seria tão difícil fazer minha nova moradia se tornar o meu lar. Só me senti realmente em casa depois que consegui transmitir as minhas características na decoração. Acontece que nem sempre isso é fácil, principalmente, se você não quiser modificar o espaço por inteiro ou não quer investir tanto, como era o meu caso. Como moro de aluguel, não fazia sentido fazer uma mudança drástica, porque caso eu me mudasse, tudo ficaria no apartamento e o meu investimento seria perdido. Entre uma pesquisa e outra, encontrei duas opções que trariam o resultado que eu queria e de forma econômica: o papel de parede e o painel fotográfico. A última dúvida foi: qual a diferença entre eles e qual deveria escolher.

O papel de parede é um dos revestimentos mais conhecidos. Uma das características notáveis do papel de parede é a sua facilidade de aplicação, que pode ser feita em poucos minutos ou horas, dependendo da área que será revestida. Sua manutenção é simples: deve ser feita uma limpeza com pano levemente úmido esporadicamente e uma limpeza com aspirador de pó semanal, para evitar que as sujeiras se acumulem. Se essa manutenção não for feita, o papel de parede ficará com um prazo de duração bem menor.

Os papéis de parede contam com desenhos reproduzidos em repetições, mas nem sempre são compostos por cópias iguais. Nem sempre os desenhos cabem em uma só faixa, nesses casos, são montados em dupla ou trios, que se ”casam” na hora da aplicação, como o famoso papel de parede de tijolinho.

Diferente do papel de parede, o painel fotográfico conta com desenhos reproduzidos sem repetições, eles podem ser desenhados ou fotografados e copiados em papel de acordo com o tamanho original, sendo montados e colocados na parede por meio de tiras que compõem o desenho por completo. Esse tipo de design transmite uma aparência de sofisticação, assim como muitas obras de arte. Os painéis são produzidos com materiais resistentes e de longa duração, por isso, costumam ter um preço mais elevado que o papel de parede.

O painel fotográfico conta com algumas características que o tornam único: ele é feito em um material de qualidade que não mofa, não causa danos à superfície caso precise ser retirado, pode ser reutilizado em outros lugares, baixo custo de manutenção, não se desgasta com o tempo, é uma ótima proteção para paredes de gesso e tem infinitas possibilidades de tema.

Qual é o melhor? Depende do seu objetivo. O papel de parede tem mais possibilidades de uso, além de ser colocado em todos os ambientes da casa. Quando você escolhe e cuida do seu papel de parede, sua durabilidade pode ultrapassar os 10 anos, portanto, essa é uma opção bastante viável, uma vez que é bem econômica. Já o painel traz muita elegância para os ambientes, caso o objetivo é dar destaque a determinada área da casa, como a sala, quarto do casal ou do bebê ou escritório por exemplo, essa é a melhor escolha.

Na Santos & Simões você encontra as melhores opções de papéis de parede, painéis fotográficos e também de placas 3D, placas decorativas e adesivos. Com a Santos & Simões, você garante o seu revestimento sem precisar sair de casa, além de serem fáceis de aplicar. Ou seja, se você quer renovar a decoração da sua casa de forma fácil e econômica, é neles que você precisa investir.

Entre o papel de parede e o painel fotográfico, qual você acha que combina mais com a sua casa? Conta pra gente!

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

28 Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *