5 tipos de pessoas que é melhor manter distância

Era difícil entender quando alguém me dizia para prestar atenção nas pessoas que estavam ao meu redor. Questionava o porque delas estarem ali, se não, porque gostavam de mim, assim como eu, gostava delas. O tempo é avassalador, consegue transformar o que era difícil em algo simples, consegue abrir os nossos olhos e nos faz ver coisas que antes passavam despercebidas. São infinitos os motivos que podem levar uma pessoa a se aproximar da outra: gostos parecidos, frequentar os mesmos lugares, ter amigos em comum ou as redes sociais, são apenas formas que encontramos de nos conectarmos com outras pessoas. No entanto, ninguém consegue controlar o rumo dessas aproximações. Da mesma forma, que essas pessoas entram na sua vida e podem ser guias da sua história, elas também podem semear obstáculos e te sabotar durante o trajeto.

Existem pessoas que poderiam ser nomeadas como ”estrela guia”, elas iluminam o nosso caminho e nos conduzem quando mais precisamos. Outras que poderiam ser chamadas de porto seguro, são elas que nos seguram quando estamos desmoronando. Existem pessoas que precisam estar ali para vivermos bem. No entanto, o mundo não é feito apenas de pessoas boas. Existem pessoas que causam intrigas, que geram empecilhos onde não existe e que de certa forma, nos arrastam para o seu próprio caos. É impossível viver uma vida sem ter alguém que possa ouvir nossas murmurações, alguém que possa oferecer um ombro amigo, que ri das nossas confusões e que permanece ao nosso lado independente da situação. Elas florescem a nossa jornada, e nós, felizmente, fazemos o mesmo na jornada delas.

É estranho pensar que muitas pessoas que passaram na nossa vida não vieram para somar. Da mesma forma, que nem sempre somos pessoas que somam alguma coisa na vida de alguém. Pessoas vêm e vão, voltam, se renovam, somam, e às vezes, continuam não somando. No entanto, entre tantas idas e vindas, é preciso saber o que deve ficar e o que deve definitivamente ir. Ou então, estaremos abrindo a nossa vida para o caos, para os empecilhos e para as negatividades que essas pessoas emanam para nós.

Afasta-se daqueles que só se fazem presente nas horas boas. Estar do lado de alguém quando tudo vai bem é fácil. Mas, algumas pessoas esquecem que a vida não é feita apenas de festa, de churrasco, de viagens, de momentos bons. Tem dias em que a grana vai estar curta, dias que os problemas aparecem, dias que você não vai conseguir acompanhar os seus amigos, dias em que o cansaço vai aparecer. Altos e baixos que acontecem na vida de qualquer pessoa, com uma única diferença: algumas pessoas só se fazem presente quando tudo vai bem, e simplesmente somem quando algo acontece. Ou você se contenta com essa meia presença ou você se afasta desse tipo de pessoa e começa a valorizar aqueles que estão ao seu lado independente da situação.

Afasta-se daqueles que colocam reparo em tudo que você tem. Sempre tem aquela pessoa que cobiça o que você tem. Vocês podem ter o mesmo celular, comprar roupas no mesmo lugar, morar no mesmo local, que ainda assim, essa pessoa age como se a sua grama fosse mais verde que a dela. Pode ser inconsciente, nem sempre a pessoa percebe que tem agido assim, mas diretamente ou não, isso pode não atrair coisas boas, e se não atrai coisas boas é bom não ter por perto.

Afasta-se daqueles que te colocam para baixo. Algumas pessoas para se sentirem superiores inferiorizam as outras. Olhando de fora, isso é algo vazio, mas infelizmente, acontece com muita facilidade. Todo mundo sabe quais são seus defeitos, o que incomoda ou não no corpo, o que deve ou não mudar. Podemos não saber exatamente todos, mas temos uma noção do que poderia ser melhorado. Não precisamos que ninguém fique lembrando quais são nossos pontos fracos, cutucando as nossas feridas, as nossas inseguranças. A vida fica leve quando mantemos distância de pessoas que só nos colocam para baixo!

Afasta-se daqueles que só buscam você quando precisam de alguma coisa. Eles não lembram do seu número quando estão com outros amigos. Eles não lembram do seu número quando estão em uma festa. Eles não lembram do seu número quando fazem aquela social em casa e não te chamam. Mas, quando precisam de um favor é o seu número que eles discam. A vida é uma via de mão dupla, não adianta só querer e não fazer, não adianta não lembrar quando tudo vai bem e querer lembrar quando tudo vai mal. Uma mão lava a outra.

Afasta-se daqueles que só te ligam para reclamar. Não tem ninguém nesse mundo que tem a vida perfeita, os problemas estão aí e fazem parte da vida de todos nós. Porém, existem três tipos de pessoas: aquelas que escolhem lidar e ver o lado bom daquilo ao invés de se entregar aos problemas, aquelas que não sabem lidar, mas tentam, e aquelas que insistem em viver vendo apenas o lado ruim de tudo, como se tudo na vida delas fosse ruim. Não contentes em afundar a sua própria vida, elas arrastam quem está por perto para esse caos. Realmente, não é fácil lidar com tanta responsabilidade, com tantos conflitos, com tantas dificuldades, mas é algo que todo mundo enfrenta. Viver com alguém que só escolhe ver o lado ruim das coisas oculta a nossa capacidade de ver o lado bom de tudo que acontece e nos faz entrar nesse ciclo negativo.

Lembrando que mais importante que classificar quem são essas pessoas na sua vida é ver se você não tem sido uma delas. Pode ser de forma inconsciente, nem sempre percebemos ou temos consciência de que estamos agindo assim. No entanto, é essencial que a gente também se olhe e corrija a forma como estamos tratando quem está por perto. Porque na maioria das vezes, é mais simples culpar e avaliar o outro, do que olhar para si mesmo.

Lendo esse texto, você já teve ou em algum momento, você já foi esse tipo de pessoa? Compartilha com a gente!

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

70 Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *