Poupar nunca é demais: saiba como economizar dinheiro na hora de comprar roupas!

Juliana é o tipo de pessoa que entra em uma loja de roupas e compra apenas aquilo que está precisando. No entanto, Laura não consegue ser assim, logo que ela entra em uma loja e vê uma promoção, ela não consegue ficar sem comprar uma peça. Já Antônia é diferente de Laura e Juliana, ela gasta apenas por gastar e não se importa se irá usar o que está comprando ou não. E você, já parou para pensar em quem é você na loja de roupas? Quando comecei a trabalhar, por exemplo, ficava tão eufórica por poder comprar as minhas coisas com meu próprio suor, que assim que recebia meu salário já ia para uma loja de roupas gastar. Já gastei mais com roupas do que deveria, já comprei apenas pelo preço e nunca usei a peça, já comprei por impulso e me arrependi, já paguei mais caro do que deveria. Mas, também aprendi muita coisa sobre comprar roupas, principalmente, na hora de economizar.

economizar

Que jogue a primeira pedra aquele que nunca comprou por impulso, aquele que nunca fez uma escolha ruim e logo se arrependeu, aquele que nunca comprou apenas para contrabalancear um dia ruim. Comprar uma roupa nova na hora do impulso, por conta do preço ou por ser uma tendência, pode originar alguns danos: um guarda-roupa superlotado, limite do cartão de crédito estourado e aquela sensação de não ter o que vestir mesmo tendo várias roupas. Por isso, é preciso reavaliar o nosso guarda-roupa e o que gostamos de vestir para parar de errar nas escolhas e finalmente começar a comprar aquilo que realmente precisamos e iremos usar. Afinal, dinheiro não aguenta desaforo e, não há nada pior que gastar em algo que irá ficar parado no fundo do nosso armário.

Entrar em uma loja e comprar apenas o necessário não é uma tarefa simples, fazer isso gastando pouco, duplica o desafio. Depois de quebrar a cara (muitas vezes), busquei mudar minha forma de comprar, uma das primeiras coisas que fiz foi entrar em lojas que gostava e experimentar peças sem ter intenção de comprar, apenas para ver como elas ficavam no meu corpo e se poderiam ser importantes no meu dia a dia ou não. Isso me fez abrir a cabeça para novas possibilidades e me abriu um leque de opções que combinam comigo e que atendem aquilo que preciso. Eu amava roupas de frio, se você abrir meu guarda-roupa irá encontrar muitos casacos e blusas de lã, no entanto, mesmo gostando de peças assim, moro em uma cidade quente, o que torna essas peças impossíveis de serem usadas. Por isso, é preciso abrir o nosso leque e entender que uma compra só será útil se combinar com você, com o clima da sua cidade e com o tipo de peça que você precisa para o dia a dia.

Depois de provar as roupas e selecionar o que preciso, verifico o preço. Uma coisa que procuro fazer é ver o preço na loja física e também na virtual. Já encontrei muitas peças na promoção na loja online, enquanto na física estava o preço original, e vice versa. Confesso, que compro até mais online do que em lojas físicas, afinal, além da possibilidade de encontrar peças mais baratas, também podemos usar cupons de desconto. Lembra do look no provador da Renner que fiz com uma calça mom jeans com um lenço colorido? Ela estava R$ 119,90 na loja física e também na loja virtual, no entanto, quando adicionei um cupom de desconto no carrinho, ela ficou por R$ 95,00. Ou seja, R$ 25,00 de desconto em apenas uma peça.

Vender roupas que você não usa para poder comprar roupas que você realmente vai usar. Essa foi uma tática que usei para não precisar gastar dinheiro duas vezes, e que substituiu as peças que estavam paradas no meu guarda-roupa por peças que realmente uso. Fiz aquela limpeza e tirei sem dó todas as peças que não usava com frequência, as que estavam novas ou que haviam sido usadas apenas uma vez, vendi para pessoas conhecidas e as outras doei. Com o dinheiro que ganhei, investi em novas peças, mas dessa vez, realmente úteis.

economizar

Apesar de muitos ainda torcerem o nariz com a ideia, é possível economizar muito ao investir em roupas de brechó. Não tinha o hábito de comprar roupas em brechó porque na minha cidade não existe nenhum lugar que vende roupas usadas, porém, descobri diversos perfis no Instagram e também no Mercado Livre que vendem roupas em um estado de conservação excelente, que chegam a parecer novas e por um preço 4x menor que o valor original. Minha primeira compra foi uma jaqueta jeans – que não estava achando por menos de R$ 120,00 – por R$ 50,00 no Mercado Livre. De lá para cá, não parei mais de investir nesse tipo de peça.

Não existe forma melhor de se comprar roupas, do que comprar roupas com consciência. Isso é igual lista de mercado, não adianta fazer uma lista se você chega no mercado e compra tudo o que vê pela frente. Compre apenas aquilo que precisa e aquilo que você acha que vale a pena, sem impulsos e sem exageros. Dessa forma, você não irá gastar absurdamente e até comprará com mais frequência. Além disso, não deixe de seguir as dicas acima, principalmente de pesquisar preços e usar cupons de desconto.

 como comprar roupas e não gastar muito dinheiro

Vocês já sabem das minhas, agora eu quero saber quais formas você usa para economizar? Compartilha com a gente!

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

34 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *