Você vai incomodar muita gente quando começar a fazer o que te faz feliz

 Se seguíssemos o que publicamos no Facebook, seríamos mais felizes, menos vazios. Se plantássemos o amor que dizemos ter, as coisas ao nosso redor não seriam tão vagas. Se praticássemos a empatia ao invés de só pedir por ela, entenderíamos uns aos outros. É preciso parar de falar, parar de apenas publicar e apenas ser. Qual o sentido de falar sobre o amor e plantar ódio? Qual o sentido de pedir por empatia e apenas causar a discórdia? Qual o sentido de querer um mundo melhor se a única coisa que se deposita nele é negatividade? Não há nada pior que fingir ser o que não é. Não há nada pior que se vender de uma forma e ser totalmente ao contrário. Pior do que querer enganar alguém com esse discurso de bom samaritano, é se auto enganar acreditando-se ser assim.

seja casa de bons sentimentos

Você vai incomodar muita gente quando começar a seguir aquilo que te faz feliz. Você vai incomodar muita gente quando começar a tomar as suas próprias decisões. Você vai incomodar muita gente quando quiser seguir a sua verdade. É difícil entender porque algumas pessoas não permanecem no nosso caminho quando mais precisamos delas, e é simples: quando tomamos as rédeas da nossa vida podemos escolher caminhos diferentes daqueles que esperam que a gente siga, e não são todos que conseguem compreender essa decisão. Quando isso acontece, as pessoas costumam reagir de duas formas: ou caminham contigo, independente do que você escolheu para si, ou tentam fazer as suas escolhas parecerem erradas o tempo inteiro.

Já é difícil se desprender de tudo aquilo que fomos ensinados, mas que não condiz com quem somos. Ser julgado por isso torna o processo ainda mais doloroso. Pensar de uma forma diferente não é ofensa, é uma dádiva. Querer seguir um caminho novo não é ser contra tudo e todos, é acreditar que existe um mundo diferente daquela bolha que todos insistem em viver. Uma hora é preciso bater as asas e descobrir qual é o nosso lugar, mesmo que isso não agrade a todos. Uma hora é preciso impôr aquilo que você acredita, sem deixar de respeitar o que o outro escolheu para si. Uma hora é preciso parar de apenas publicar e realmente agir. É não se completar com metades. É viver por inteiro, sem medos, receios ou renúncias.

ninguém solta a mão de ninguém

Ninguém precisa soltar a mão de ninguém. Ninguém precisa ser o que não é. Somos imensidões nesse mundo infinito. Seja o tipo de pessoa que semeia verdadeiramente o amor, a resiliência, a empatia, a coragem. Seja o tipo de pessoa que descomplica o que já é tão complicado. Seja o tipo de pessoa que respeita as decisões do outro mesmo que elas sejam diferentes das suas. Seja amor. Seja morada de bons sentimentos. Porque para semear o contrário já tem gente demais..

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

32 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *