Não, você não precisa ser tão bonzinho assim!

Beatriz não conseguia dizer não para suas amigas, e por isso, ela atendia os mais diversos favores: desde cuidar do irmão mais novo de Laura, até emprestar suas maquiagens para Juliana, mas foi só ela não atender um desses pedidos, que ficou de fora do grupo. Lucas vivia em torno da sua família, não fazia nada sem convidar todo mundo e estava sempre tentando estar presente, mesmo assim, quando seus familiares se reuniam para fazer algo diferente do habitual, ele nunca era convidado. Mariana era o tipo de pessoa que estendia a mão sempre que alguém precisava, todos os seu redor sabiam que podiam contar com ela, mas quando ela precisou, ninguém fez o mesmo. Dizer sim para tudo não faz de você uma pessoa boa. Da mesma forma, que dizer não, não faz de você uma pessoa ruim. Da mesma maneira, que atender os pedidos de alguém não significa que a pessoa fará o mesmo por você.

ser bom para os outros

Desde pequenos somos ensinados a levar tudo na esportiva, a não criticarmos as pessoas, a sermos prestativos o tempo inteiro, a não sentir raiva, a vermos sempre (só) o lado bom das coisas, mesmo que para isso, seja necessário engolir alguns sapos. No entanto, viver colocando filtros no que os outros fazem de ruim, apenas para ser aquela pessoa que não julga, que não questiona, que não bate de frente e é sempre serena, uma hora cansa. As palavras não ditas começam a se acumular. Os desgostos disfarçados, as contrariedades represadas, as raivas repreendidas, depois de um tempo, se torna um vulcão prestes a entrar em erupção e não é por menos.

Para evitar um conflito, concordamos em fazer coisas que não gostaríamos ou que não estamos dispostos à fazer. Quantas vezes, não conseguimos dizer ”não” para nada, não conseguimos defender nosso ponto de vista, expor os nossos conceitos, manifestar nossas vontades? Será que vale a pena não chatear os outros, mas viver frustado, por estar fazendo algo contra a sua vontade apenas para agradar alguém? Ninguém pode viver em torno de favores. Ninguém pode viver em torno de tornar a vida do outro um lugar melhor enquanto a sua é esquecida. Quando fazemos isso vivemos apenas pela metade, e não só esquecemos a nossa vida, como também não somos bons para os outros, como pensamos que somos.

fazer tudo o que os outros pedem

Esse post não é para dizer que você tem que dizer ”não” para tudo e para todos. Esse post é para dizer que tudo bem respeitar as suas vontades, tudo bem dizer ”sim” quando quiser e ”não” quando quiser, isso não te fará uma pessoa boa ou ruim. O que você puder fazer para os outros, faça de bom coração sem esperar nada em troca. Quando não puder, tudo bem dizer não, sem peso na consciência. Por mais que a gente se desdobre, nunca conseguiremos atender todos os pedidos, realizar todas as vontades ou resolver todos os problemas. Não somos super heróis. Não somos responsáveis por tudo. Faça o seu melhor. Siga o seu coração. Se puder fazer, faça. Se não puder, tudo bem. Não se esqueça no meio do caminho. Você é tão importante quanto os outros.

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

50 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *