Look da semana: calça estampada, jaqueta jeans e tênis oly da Cro

O que te impede de ser você mesma? Os olhares tortos na rua, a forma como você se vê ou as críticas que você tem recebido? Os julgamentos alheios, as comparações ou o medo de ser quem você é? Minha ansiedade e insegurança roubaram a minha auto-estima, minha paz e a vontade de ser quem eu era durante minha pré-adolescência. É muito difícil ser quem a gente é quando o mundo inteiro parece gritar que não somos bons o suficiente. É muito difícil querer ser quem a gente é quando a gente se olha no espelho e não gosta do que se vê. Você não começa se amar por inteiro e admirar até os seus defeitos do dia para noite. É um processo. Todos os dias você se encontra um pouquinho mais, todos os dias você se aproxima mais de quem você verdadeiramente é, até que chega aquele dia em que você tem certeza que ser quem você é, é a melhor coisa que você poderia ser.

calça estampada

Parar e se olhar por dentro. Escrevendo parece tão simples. Demorou cerca de dois anos para que eu pudesse fazer isso e até hoje, há muito o que explorar aqui dentro. Só consegui parar e me olhar com outros olhos, quando parei de ouvir as minhas inseguranças – elas sempre existirão, ouve-as quem quer -, quando percebi que quem eu sou é meu lar e quem não cuida bem do próprio lar não é capaz de cuidar de mais nada. Não importa se estamos no caminho certo ou errado, com o corpo mais bonito, com o cabelo mais hidratado, sem nenhuma espinha, ou com tudo que definem como perfeito, sempre terá alguém (ou nós mesmos) para apontar e julgar. Faça o que você fizer, porque mesmo que você não faça, falarão mesmo assim. Vista o que quiser, porque mesmo tapando da cabeça aos pés, ainda terá quem aponte o dedo para julgar. Dance. Pule. Faça o que faz você feliz.

Neste look da semana, usei algumas peças que vocês já conhecem e que me deixa muito segura quando as uso. Vamos começar com essa calça, feita de uma estampa com pequenas listrinhas em um tecido bem fresquinho. Faz uns três anos que tenho essa calça e consigo usá-la com tudo, foi um investimento certo e que me rende vários looks diferentes. Só porque quase não uso – até parece – usei um body liso, com bojo que é super confortável e a minha jaqueta jeans, que já pode até andar sozinha de tanto que uso. Dá para acreditar que encontrei ela no Mercado Livre, sendo vendida por um brechó por apenas R$ 50,00?

O diferencial dessa combinação ficou por conta do tênis Oly da Clô. São poucas as marcas que quando usamos nos conectamos com elas de uma tal forma, que não queremos usar outra coisa. Com a Clô, foi assim. De cara, me encantei com o design e com o diferencial dos calçados, mas depois que os recebi na minha casa e conheci o conceito da marca, foi impossível não criar essa conexão. Primeiro que a Clô fabrica calçados limitados e com um design diferente de tudo que já vi, quando entramos no site dá vontade de colocar tudo no carrinho, sem exceção. Segundo que para fabricar seus calçados a Clô usa restos de produção de indústrias locais, criando assim, calçados de qualidade, que não prejudicam o meio ambiente, pelo contrário. Terceiro que cada produto da marca é artesanal, por isso, suas peças são limitadas.

E por último, parte da renda mensal da Clo é doada para instituições de caridade que ajudam cachorros de rua. Inclusive, o nome da marca é o nome de uma cachorrinha, e o conceito da marca se desenvolveu por eles terem a consciência de que nem todo cãozinho tem a mesma sorte da Crô de ter uma casa, comida e cama quentinha. Compre calçados incríveis, por um preço que vale a pena e ainda ajude essa causa tão importante.

tênis oly

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

40 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *