6 motivos para se apaixonar por Riverdale

Riverdale é uma cidade pequena e aparentemente tranquila, no entanto, tudo fica de cabeça para baixo quando a morte de Jason Blossom, um garoto popular do ensino médio e membro da família mais poderosa da cidade, acontece. Jughead Jones, Archie Andrews, Betty Cooper, Veronica Lodge, Kevin Keller, Cheryl Blossom, Josie McCoy e seus amigos exploram os problemas da vida cotidiana da pequena cidade, enquanto investigam o caso de Jason Blossom. Mas, para resolver este mistério, o grupo de amigos deve descobrir os segredos que estão enterrados profundamente na superfície da cidade, pois Riverdale pode não ser tão inocente como parece.

Riverdale é baseada nos quadrinhos do Archie, que se tornaram uma verdadeira febre. Nos anos 1960, os personagens ganharam as telinhas na animação, a Turma do Archie imortalizou para muitas gerações a figura do rapaz ruivinho com seus companheiros inseparáveis, Betty, Jughead e Veronica. Todos eles – inclusive o cabelo ruivo de Archie e o trio Josie e as Gatinhas estão na série, que constrói Riverdale como uma cidade que poderia facilmente estar em décadas passadas.

The Vampires Diaries e Gossip Girl chegaram ao fim, e um misto de vazio e desespero fizeram parte de mim. Até que navegando pelo catálogo da Netflix encontrei Riverdale, uma série que me enganou completamente, quando pensei que iria me afundar em uma história clichê, com problemas que todo adolescente sofre e muito romance, fui surpreendida por uma história que é muito mais que somente uma simples substituição.

Se tem algo que uma série adolescente precisa ter é um daqueles elencos tão bonitos que fica difícil prestar atenção em qualquer outra coisa. Mas além de serem bonitos, os atores mandam bem apesar da pouca experiência. KJ Apa é Archie, que desde o início foi considerado o protagonista da história. Apesar dos quadrinhos serem voltados para ele, em Riverdale quem narra a história é o Judhead, ninguém menos que Cole Sprouse voltando para a TV. Além deles, tem Lili Reinhart, como Betty Cooper, Camila Mendes, como Veronica Lodge e o trio Pussycats, comandadas por Josie e Cherryl Blossom, interpretada por Madelaine Petsch.

Polêmicas e desconstrução fazem parte de Riverdale,  essa é uma história que falará de crimes, mentiras e segredos guardados pelas tradicionais famílias que vivem na pequena cidade de Riverdale. Esse é um dos pontos que nos prende de cara à cada episódio. Além disso, a série toca em assuntos interessantes para serem discutidos, como bullying online, slut shaming, racisico e ainda ataca os estereótipos sem medo. Archie não fica dividido entre futebol e música, ele pode ser os dois. O melhor amigo gay que não tem que esconder de ninguém e não tem que ser somente o alívio cômico. As duas meninas que não precisam brigar pelo menino.

Betty é a melhor amiga de Archie, no entanto, ela só estava esperando o momento certo para revelar para ele seus verdadeiros sentimentos. Até que Veronica chegou em Riverdale e mostrou que Archie não sente o mesmo por Betty. O que seria um trio para brigar por atenção, se tornou uma amizade forte entre duas mulheres lindas e poderosas. Que não só transformou disputa em companheirismo, como evitaram diversos casos machistas e opressores em Riverdale.

Cada personagem da série ganhou uma paleta de cores, e a maioria dos figurinos tem um toque retrô, para não fugir muito da cara original da série. O guarda-roupa dos Blossom, especialmente o de Cheryl, é o mais inspirador e harmonizado diante as situações. Há um episódio em que toda a família Blossom aparece usando as mesmas cores, para representar seu título.

Os protagonistas cativam e fazem você torcer por eles, mas o maior destaque do elenco é Cheryl, a irmã de Jason. Uma presença forte que sempre aparece sendo a vilã, embora não seja uma antagonista o tempo inteiro. A ruiva é dona de algumas das cenas mais difíceis e dramáticas da série – e também de algumas de suas melhores frases. Com seu jeito divertido, malvado e irônico, ela poderia entrar facilmente para o elenco de Meninas Malvadas.

Desde seu primeiro episódio, além de abordar mistérios, Archie e sua turma sempre foi também, uma história sobre música. A série segue a mesma linha, se aprofundando no fato de Archie querer ser um músico profissional. Fora a música do protagonista, também somos presenteados com a voz e talento das Pussycats. Entre os shows podemos contar com cover tanto de músicas atuais, quanto clássicos dos anos 70.

Vocês perceberam que o que mais tenho para falar são elogios sobre essa série, né? Você já viu Riverdale ou pretende assistir?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

42 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *