Confie no processo da vida, você está exatamente onde deveria estar

Eu descobri que todos nós temos asas, mas nem todos nós sabemos voar. Alguns porque não foram ensinados a bater as asas, outros porque começaram a voar e foram de alguma forma podados, e outros que conscientemente escolheram pousar e ficar onde estão. Bonito é quando a gente descobre que podemos ir longe, que podemos fazer vôos altos, que podemos descobrir novas maneiras de voar.. e mais bonito ainda é saber que podemos voltar quando quisermos, como quisermos e se quisermos. São as nossas próprias escolhas que desenham os caminhos da nossa vida. No entanto, será que estamos preparados para sobrevoar percursos incertos que podem nos transformar por inteiro?

Quem decide voar passa a ver o mundo com outros olhos, passa a enxergar paisagens que quem está no solo não vê. Quanto mais alto se vai, mais difícil é conseguir pousar novamente. Não importa quão pequeno você é, não importa há quanto tempo você aprendeu a voar, não importa o tamanho das suas asas. É a sua resiliência, sua determinação, paciência e persistência que lhe farão chegar onde você quiser. Voando rápido ou devagar, fazendo vôos longos ou curtos, sozinho ou acompanhado, é você que decide como, quando e onde chegar. Alguns pousos são mais difíceis que outros, nem sempre planejamos o que acontece, nem todos os caminhos serão bonitos e nem sempre teremos pessoas dispostas a nos ajudar. E tudo bem, independente do caminho, nós estamos exatamente onde nós deveríamos estar.

Para ser feliz, é preciso ser forte. E a vida lapida-nos. De um jeito torto, difícil, repleto de perguntas e nenhuma resposta, você será desafiado a desistir um milhão de vezes, mas se você resiste, se você levanta a cabeça e segue em frente, ah.. a vida recompensa. Grave a seguinte frase: O fundo do poço te ensina lições que o topo da montanha jamais conseguiria. Se os caminhos errados não existissem, não aprenderíamos nada, permaneceríamos sempre da mesma forma, sem evolução.

Essa vida que temos nas mãos é nossa realidade, é com ela que a gente precisa aprender a lidar. E é por meio dessa aprendizagem que vamos conseguindo reverter algumas perdas em ganhos, olhar para outras perdas como causas perdidas mesmo.. e, a partir delas buscar outros caminhos. As escolhas nos definem, mas até mesmo essas definições são temporárias. O maior responsável por sua felicidade e bem estar é você mesmo. É clichê? Sim. Mas também é real. Sacode a poeira e dê a volta por cima. Afinal, só quem pode bater as suas asas e refazer os seus caminhos é você mesmo.

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post.

63 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *