E se eu não sei o que quero da vida?

Um gênio surge em sua vida e pede para que você descreva exatamente como você quer que sua vida seja daqui dez anos, mas detalhe: ele não vai te dar riqueza, ele apenas te colocará no lugar certo. Como você a descreveria? Que profissão gostaria de seguir? Será que você estaria casada? Será que já teria filhos? Será que você adiaria a faculdade para fazer um intercâmbio? Será que você saberia o que responder? Há pessoas que, em um certo momento, perdem as rédeas de sua própria vida e não se identificam mais com o percurso que foi percorrido e que continuam seguindo. Elas não sabem qual caminho seguir, e na verdade, todos que elas encontram parece não ser bom o suficiente. Não há metas, não há futuros, não há objetivos. Elas estão simplesmente perdidas.

Todos, em algum momento, nos sentimos assim, como se estivéssemos em um beco sem saída. É uma situação na qual detectamos, ao mesmo tempo, um grande vazio interior: nada por fora, pouco por dentro. Embora não queiramos reconhecer, tudo que fizemos até hoje – nossas decisões, nossa maneira de viver, nossas rejeições – trouxeram esse caminho que parece não ter saída. Quando a luz no fim do túnel sumir, quando tudo parecer perdido, lembre-se que nada irá te tirar dessa situação, antes que você se reencontre com você mesma. Qual foi a última vez que você fez alguma coisa porque você realmente queria fazer? Qual foi o momento em que você abriu mão de você para se concentrar nos outros? Desde quando o que fazer com sua vida se tornou a última prioridade?

Tudo isso te levou para esse beco sem saída, e tudo bem.. quem é que não o enfrenta? Esse é o momento ideal para que você possa ser consciente de si mesmo e do que está à sua volta. Para que você volte a se conectar com o mundo e, também, com você mesmo. Seus sonhos, seus anseios, o que realmente o motiva, se farão presentes para apontar todos esses objetivos que você tem, mas que durante muito tempo você não quis ver porque se desviou do caminho. Você acredita que não há saída, quando a solução está dentro de você. Sua maior motivação vem de si mesmo, mas para encontrar o caminho certo você tem que saber o que deseja.

Dentro de você, você sabe qual é o caminho certo. No entanto, o tempo que você tem passado vivendo no piloto automático diminui seus instintos, fazendo com que agora você se sinta perdido. Costumamos viver com diferentes expectativas sobre como as coisas devem ir surgindo. Termino a faculdade, encontro um emprego, depois o amor da minha vida com quem terei filhos e viverei muito feliz. Parece perfeito, certo? O ideal ao qual muitas pessoas aspiram. No entanto, e se tudo der errado?

Talvez você não esteja onde gostaria de estar aos vinte, trinta ou quarenta anos. Talvez isso seja uma forma de você perceber que não pode continuar vivendo sua vida de acordo com o que a sociedade, seus pais e você mesmo esperam. Talvez a lição que fica nesse erro no percurso e a chegada no beco sem saída, seja deixar de lado todas as expectativas, deixar de lado todos os cronogramas e abandonar a noção de que, em certa idade, você precisa ser mais realizado do que os outros ou precisa ter tudo isso junto.

Talvez se sentir perdido é essencial para que a gente aprenda a não levar a vida tão a sério. Talvez a lição seja aproveitar a vida como ela é, ao invés de definir prazos, cronogramas e datas de vencimento. Talvez a vida seja apenas atemporal e nós tenhamos que aceitar isso. Entenda que sua vida nunca será perfeita e nem sempre tudo sairá como o planejado e que tudo bem.. ame-a mesmo assim. Sentir-se perdido é apenas uma forma de Deus ensinar você esperar, porque ele quer que você saiba que nem sempre poderá controlar algumas situações, não importa o quanto você tente, porque esse é o trabalho dele, não o seu.
Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

78 Replies to “E se eu não sei o que quero da vida?”

  1. Oi Kaila, tudo bem?
    Essa pergunta é bem difícil, e acho que ela surge em diferentes momentos da vida. Afinal, as coisas mudam tanto com os anos que acho natural que a gente mude de objetivo também. #reflexões hahahahaha!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    1. Oi Prih, tudo bem e você? Sim, vivemos uma constante mudança – ainda bem.

  2. Oie
    Já me senti assim algumas vezes, e é uma fase que logo passa e quando encontramos um foco tudo fica mais fácil.

    Bom fim de semana.
    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

  3. Conhecimento nunca é demais. Faça testes, cursos, você jamais pode se arrepender de tentar se encontrar.
    beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    1. Nunca mesmo, Alessandra. Precisamos estar sempre buscando a nossa evoluição!

  4. Eu passei por isso em vários momentos da vida, de não saber o que fazer dali pra frente e me sentir sufocada de “ter” que saber o que quero daqui 5/10 anos. No momento, eu sei o que eu quero pro final de semana e passei a ter paz de espírito!
    Amei este post!
    Beijão

    1. Nada como um dia após o outro, né? Fiquei muito feliz por você ter gostado! ❤

  5. Por muitas vezes me sinto assim, perdida, e de fato a única pessoa que pode nos ajudar é nós mesmo, nos analisar e mudar o que precisa ser mudado!
    E como poderemos nos achar, se não nos perdermos?

    Beijocas;
    Rah Assis Blog

    1. Todo beco sem saída, poderia ser chamado de recomeço. Sem eles não haveria mudanças, evolução, recomeços!

  6. Nunca é tarde para nos encontrarmos e seguirmos o que desejamos, só precisamos saber qual caminho queremos seguir, onde queremos chegar.

  7. Adoro quando você chega com escritos reflexivos e tão repletos de honestidades tiradas de dentro, do fundo. Obrigada por ser tão de verdade e por compartilhar as suas intensidades com a gente, Ka.

    OBS: O Sem Quases voltou! E adoraria ver você por lá.

    1. Ah Vanessa, que saudade de você. Não sabe como fiquei feliz com a sua visita! ❤

  8. Amei o texto, muito reflexivo.
    E realmente, em algum momento a gente sempre se sente perdida, por que ninguém tem certeza do futuro e essa ansiedade pode ser desesperadora, mas tudo entra nos eixos e é como vc disse, nem sempre é necessário ter prazos para a vida.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    1. Tudo isso gera cobranças demais, ficamos perdidos e nos culpamos por isso.. quando tudo que a gente precisa fazer é buscar uma vida mais leve, se descobrir aos poucos, aceitar as mudanças, refazer os nossos caminhos. ❤

  9. Meu Deus, esse texto foi pra mim.
    Eu fico o tempo todo me perguntando ‘o que eu devo agora?’ ‘qual o próximo passo?’ e isso está me tirando o sono.
    Eu sei que a solução é desacelerar e tentar ver tudo com outra perspectiva para achar a saída, entretanto, é muito complicado.
    Acho que tudo o que se precisa é tentar achar a motivação no mundo
    beijos

    1. Não é simples, essa batalha interna faz parte de nós. Mas é preciso entender quem somos, o que queremos e quais são nossos ideais para centralizar um foco, um espaço livre de auto cobranças e julgamentos. Porque no fim, nem sabemos se iremos realizar aqueles planos que planejamos para daqui 5 anos, só temos certeza do hoje, do agora.

  10. Olá Kaila, tudo bem? =)

    Amei seu texto e ele me fez pensar em como tomamos nossas atitudes e como vi em um vídeo no Youtube falando sobre esse tipo de estado, que quando desejamos que algo aconteça nós sempre precisamos segui o nosso destino e que podem sim acontecer problemas, sejam eles grandes ou pequenos. Mas, quando chegamos em uma solução tudo se resolve por completo e que nós somos motivados por estas dúvidas, no entanto não podemos ficar parados com elas e sim se colocar em movimento e refletir com toda certeza antes.
    Postagem super reflexiva <3

    Beijinhos
    Thamila
    http://www.4youbooksmania.com

    1. Oi Thamila, tudo bem e você? Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, viu? ❤

  11. Oi Kaila,
    “Talvez se sentir perdido é essencial para que a gente aprenda a não levar a vida tão a sério. Talvez a lição seja aproveitar a vida como ela é, ao invés de definir prazos, cronogramas e datas de vencimento. ” que coisa mais linda, isso é verdade e 2018 me mostrou isso beeem detalhadamente. Não somente nossa pressão, como também a pressão das pessoas a nossa volta de quererem que estejamos sempre fazendo algo.

    Blog Covil Dourado | Facebook

    1. Pois é, o pior mal da vida é tentar viver da forma como os outros querem que a gente viva. Se libertar disso é muito difícil!

  12. Eu já me senti muito perdida na vida. Hoje em dia sei bem o que quero! Acredito que com o tempo as pessoas começam a ter mais clareza nos objetivos que querem alcançar! 😉

    Ótima sexta!

    Beijo! ^^

    1. Sim, nada como o tempo e o amadurecimento para entender certas coisas! ❤

  13. Oi Kaila, tudo bem?
    Nossa, me identifico totalmente com o seu texto. O problema é que não sei nem para onde quero ir para conseguir mudar meu caminho. Tenho muitas opções do que fazer, talvez isso me deixe um pouco perdida. Apesar disso, de não saber onde vou chegar, gosto do que estou fazendo no momento. Me dedicando ao blog, às minhas leituras e escritas e pretendo continuar assim até descobrir para onde vou.

    Beijusss;

    1. Oi Helaina, tudo bem e você? Não tem problema não seguir por onde seguir. Foque nas coisas que te faz feliz hoje, e com o tempo você vai se descobrindo e aceitando outros percursos.. tudo se molda, o que é para ser nosso já está escrito!

  14. Thais Pereira Terra says: Responder

    Eu adorei o texto, mas confesso que cada dia eu não faço ideia do que quero da vida. Quando eu acho que sei, eu mudo de ideia. Na verdade mudo de ideia constantemente sobre as coisas.

    https://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    1. Por mais que isso possa parecer ruim, não é. Você se auto descobre, você explora as suas vontades e não tem medo de recomeçar. ❤

  15. Se eu encontrar esse gênio estou perdida pq não sei responder nada disso. Mas é uma escolha minha não pensar em algumas coisas do tipo pois sou mt ansiosa e por isso prefiro não pensar no futuro. Não sei se tem a ver com a idade tbm, antes dos 30 eu me preocupava mt com essas questões. É como vc disse: aproveitar a vida como ela é.

    Beijos/Kisses.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas

    1. Um dia de cada vez! ❤

  16. Nossa eu já me senti muito assim, faz parte da vida. A gente sempre se encontra em alguma coisa.
    Charme-se

    1. Com certeza! ❤

  17. Eu já me senti perdida e sem rumo por vários momentos da minha vida. As vezes fiz planos e tudo deu errado, tive que mudar, isso me deixou perdida.
    Eu passei a observar mais o presente e não colocar muita expectativa no futuro que eu não posso controlar.
    Bjus!

    galerafashion.com

    1. Afinal, nem sabemos se estaremos aqui daqui 2, 5, ou 10 anos, né? Nada como viver o agora!

  18. Olá!
    Que texto inspirador, muitas vezes não sabemos o que queremos da vida e ta tudo bem. Simplesmente amei esse texto.

    1. Fiquei muito feliz por você ter gostado, Maria! ❤

  19. É muito complicado, né Kaila…
    To passando por esse momento HAHAHA
    mas na carreira dentro do meu trabalho
    porque em outras áreas eu já sei o que quero, mas realmente… ainda existe muito que a gente tem dúvida, e as vezes dói olhar pra dentro, por isso também as vezes não vemos com clareza…
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    1. Não é simples ouvir o nosso coração, as nossas vontades, mas acredite: todas as respostas que você procura estão dentro de você. Somos mais sábios do que imaginamos..

  20. que post maravilhoso! <3
    levar a vida com leveza é um desafio diante de tantas cobranças!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    1. Fiquei muito feliz por você ter gostado, Luana!

  21. Quando você chega nos 30, você volta a repensar tudo mais uma vez e fica perdido tudo de novo hhaha

    Beijinhos
    n. // http://www.fashionjacket.com.br

    1. hahahaha, essas mudanças da vida..

  22. Oi Kaila,tudo bem?
    Esse texto veio num momento certo em minha vida,em muitos momentos tive dúvida de qual caminho seguir,mas hoje tenho certeza que estou no caminho certo!
    Beijo
    http://blogcarolarruda.blogspot.com
    @blogcarolarruda

    1. Oi Carol, tudo bem e você? Nós sempre sabemos o que é melhor para nós mesmos! ❤

  23. Oi, Kaila!

    Que maravilhoso o texto! É natural nos encontrarmos perdidos na vida. Aquele momento em que nos sentimos empacados, sem saber como sair daquilo e seguir em frente. Mas é sempre bom parar e refletir a respeito do que queremos e o que faremos para alcançar aquilo. Temos que ter garra sempre!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com

    1. Muito obrigada. Fiquei tão feliz por você ter gostado do texto! ❤

  24. Hey Kaila! Tudo bem?
    Todo mundo passa por um momento como esse na vida né?

    1. Oi Thamiris, tudo bem e você? Todo mundo passa mesmo..

  25. Oie Kaila =)

    Se um gênio surgisse hoje em minha vida a única coisa que eu pediria era para ter saúde e paz. Saúde para nunca ser fonte de dor, sofrimento e preocupação para aqueles que me amam. E paz para buscar levar a vida de um modo leve.

    Por mais que os bens materiais sejam importantes, estar bem consigo mesmo é o que faz com que a gente conquiste nossa metas.

    Beijos e uma ótima semana;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    1. Oi Ana, com saúde e paz não precisamos de mais nada!

  26. Amei o seu texto, estava precisando ler essas palavras.. E lendo esse belo texto reflexivo, logo no início eu simplesmente não soube responder a pergunta sobre o gênio pois acho que estou na fase que simplesmente estou levando a vida e realmente, colocar as outras pessoas como prioridade me fez ficar assim, apenas levando a vida haha #trágico

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Lizzie! ❤

  27. Essa uma situação que a gente passa diversas vezes na vida, não saber o que se quer dela, até porque mudamos de opinião o tempo todo. Gostei da reflexão ^^

    bjs

    Ariadne ♥
    https://www.devoltaaoretro.com.br

    1. Que bom que gostou Ariadne, fico feliz!

  28. Adorei o texto
    Real, a solução está dentro de nós mesmos
    Beijos
    http://www.yasminsodre.com

    1. Fico feliz por você ter gostado, Yasmin!

  29. Oi Kaila! Muito bom seu texto. Textos assim nos leva a refletir um pouco sobre o caminho que percorremos até agora e o que queremos daqui pra frente. Eu não tenho feito planejamentos não, deixo a vida me levar… Lógico que todos temos sonhos, mas é bom entender que tem alguns que a sua realização não depende só da gente, mas de muitos fatores.

    Beijo, fica com Deus

    https://garotadoscremes.blogspot.com/

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Glaucia! ❤

  30. Acho que nunca saberei responder a esse tipo de pergunta… ainda mais pq o que penso que queria para daqui a dez anos hoje, não vai acontecer do jeito que eu queria… Eu me sinto bem perdida de vez em quando, como se não me encaixasse nas minhas escolhas… talvez seja mesmo o caso de simplesmente esperar a vontade de Deus e parar de meter os pés pelas mãos…
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    1. Esses pensamentos e essa insegurança faz parte de nós, o importante é sempre seguir o nosso coração, seguindo ele e tendo fé, nunca estaremos no caminho errado! ❤

  31. Todo mundo passa por crises, mas é importante não desistir.
    big beijos

  32. Uma bela reflexão! Acho que todos nós em determinadas fases da vida ficamos na situação de não estar satisfeitos e também não se saber o que se quer. O importante é conseguir ultrapassar essas fases. 🙂

    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    1. Fiquei muito feliz por você ter gostado, Inês! ❤

  33. Silvana Crepaldi says: Responder

    Olá, Kaila.
    Quando imaginava isso a dez, vinte anos atrás nunca imaginei que seria assim hoje. Mas acho que estou melhor do que estaria se tivesse do jeito que eu imaginava. Por isso desisti de criar metas a longo prazo e viver o agora hehe.

    Prefácio

    1. Realmente Silvana, nunca imaginei que minha estaria assim também.. me surpreendi, por sorte, positivamente.

  34. Acho que se sentir perdido é super normal, cabe a nós mesmos saber lidar com esse sentimento e encontrar uma saída.

    1. Acho que é um dos sentimentos mais rotineiros que temos, né? ❤

  35. Oi Kaila,
    Texto inspirador como sempre, é difícil saber o que queremos, mas em um momento da vida as coisas ficam bem mais claras.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros

    1. Fiquei muito feliz por você ter gostado, Jessica! ❤

  36. Leticia Santos Olegario says: Responder

    Por muito tempo fiquei sem saber o queria fazer da vida. E chega um ponto da vida onde você precisa decidir a caminhada que te levará, talvez ao sucesso, ou ao fracasso, mas que te levará a algum lugar. A cada semestre da faculdade me pergunto se escolhi a profissão certa, e se devo continuar ou parar, mas a incerteza de chegar ao final e não se encontrar é muito grande, e a unica coisa que tento é, concluir a cada período sem tentar me preocupar com o futuro.
    Beijos boa semana .
    bellapagina.blogspot.com

    1. Explore cada período como se fosse o último e faça o possível para ver se você realmente goste daquilo ou não. Se a resposta for sim, dedique-se ao máximo. Se for não, não tenha medo de tentar encontrar o seu lugar!

  37. Oi Kaila, tudo bem? Achei que esse texto foi escrito pra mim kkkkk não estou onde gostaria de estar e nem sei o que quero da vida rs Adorei cada palavra!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    1. Oi, tudo bem e você? Fiquei muito feliz por você ter se identificado com o texto, viu? ❤

  38. AMEEEI o texto Kah! Eu acho que a sociedade nos cobra tanto, desde antes de nascermos, que temos isso de “a vida precisa ser perfeita, preciso fazer faculdade, preciso ter uma profissão, casar, ter filhos, blá blá” quando na realidade o que todos realmente precisam é viver, ser feliz, sem se preocupar se estão “cumprindo metas” para os outros e se estão “seguindo o padrão que todos querem”. Só quando entendemos tudo isso conseguimos começar a respirar e viver. Beijokas lindona <3

    1. Exatamente, essa cobrança começa ainda na nossa infância e é difícil se libertar disso. Fiquei feliz por você ter gostado, viu? ❤

  39. Eu amo tanto ler textos assim, me acalma tanto. Em época de vestibular é muito comum a gente encontrar pessoas perdidas e atropelando os dias. Mas sabe, é tão normal se sentir assim. A gente sente e precisa fazer tanta coisa que as vezes acabamos nos confundindo, mas tá tudo bem! Com o tempo a gente aprende a distinguir os sentimentos e nos encontramos, isso que é o mais importante. E cada um tem seu tempo, claro, isso é o mais importante.
    Adorei seu texto ♥
    Beijos!

    http://our-constellations.blogspot.com/

    1. Exatamente, Ana. Cada um tem seu tempo, sua história, seu caminho, já está tudo escrito! Fiquei muito feliz por você ter gostado! ❤

Deixe uma resposta