E se tiver que começar do zero, comece!

Recomeçar para viver. Para voltar a viver. Para sobreviver. Recomeçar e encontrar no novo a velha vontade de ser feliz. Recomeçar mesmo que seja dando a volta por cima aos poucos e mesmo que o novo demore a se mostrar. A vida não é estática. Recomeçar não é opcional. Uma hora estamos bem, cinco minutos depois podemos ter nos esquecido do quando viver é extraordinário. A vida se renova e, isso, é uma das maiores belezas em se viver. Em meio as incertas e desencantos, chegará um momento no qual perceberemos que apesar dos pesares, a vida continua. Continua porque somos suficientes para sermos felizes. Continua porque recomeçar é exatamente isso: abraçar as novas oportunidades que a vida nos oferece, mesmo que isso signifique, de vez em quando, começar do zero.

Começar do zero implica deixar para trás o tempo investido, lugares familiares, experiências, esperanças e sonhos que não produziram os resultados esperados. Implica reconhecer que não podemos continuar na mesma rota, que o que depositamos em uma parte de nós precisa ser abandonado. No entanto, se bloquearmos o caos da nossa mente e começarmos a ver o lado positivo desse recomeço, entenderemos que uma das maiores oportunidades que podem ocorrer na nossa vida é aquela que permite que a gente se refaça, que reconstrói as nossas energias, que coloca ao leme do nosso navio um novo mapa, que pode não nos levar a um local diferente, mas que conterá outra rota de navegação.

Vamos fluir com a vida, aceitando que muitas vezes seremos forçados a colocar pontos finais, entender que cada um desses fechamentos representa a possibilidade de começar de novo, que podemos fazer as coisas de uma maneira diferente. Quando esse ano começou eu estava desacreditada que as coisas poderiam ser diferentes, estava conformada de que minha rotina bagunçada permaneceria, que não conseguiria manter uma reeducação alimentar por mais de quinze dias e que não poderia evoluir mais no meu trabalho. Até que percebi que tudo permanecerá se eu permitir, a mudança que tanto busco para a minha vida, mora em mim.

Sabe todas aquelas coisas que você gostaria que fosse diferente? Elas só serão mudadas se você mudar. Se tudo ao seu redor não está te preenchendo, pinte listras e pontos finais. Acorde em um novo horário, experimente um novo café da manhã, faça um novo trajeto até o trabalho, ou talvez, seja melhor até mudar de emprego. Bloqueie quem não atrai coisas boas e mande uma solicitação de amizade para aqueles que expressam os mesmos ideais que você. Use seu salto alto na segunda e seu tênis no sábado, revire sua rotina e faça o possível para encontrar o que você perdeu de si mesma até agora.

Não é fácil sair da nossa zona de conforto, se despedir de hábitos que fizeram parte da nossa rotina e aceitar que um universo novo se faça presente no nosso dia a dia. Porém, se a vida que você está vivendo não é a vida que você sempre quis, é preciso que essas mudanças façam parte do seu caminho para que você possa encontrar e viver o que você sempre sonhou. Um novo ciclo não é nada se você se manter igual, espero de coração, que você não o deixe passar em branco. Lembre-se que cada minuto conta, que tudo se soma e que você é capaz de voar muito mais alto.

Se você pudesse mudar alguma coisa no seu mundo hoje, o que seria?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

42 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *