Os opostos até se atraem, mas são os dispostos que permanecem juntos

Ei, aposto que em algum momento você já escutou que os opostos se atraem, não é? E você acreditou tanto nisso que até usou essa frase como desculpa para insistir em um relacionamento confuso, acertei? Entendo que existem diferenças que se complementem e que essa troca de experiências seja responsável por um dos maiores aprendizados da vida, afinal, se só encontrássemos gente igual a nós, não aprenderíamos a viver e a conviver nesse mundo. E seria um tanto maçante, pois seríamos pessoas em busca de uma extensão de nós mesmos e não, verdadeiramente, pessoas dispostas a amar outras pessoas. E o amor é feito de trocas. No entanto, o que acontece é que com o passar do tempo algumas diferenças vão se acentuando e começam a pesar muito negativamente na balança do relacionamento. Precisamos compartilhar os gostos, mesmo que não seja o gênero predileto de ambos. Assistir uma comédia romântica, uma vez ao mês, não mata ninguém, não é?

Não há palavras que expressem quão bom é encontrar pessoas mais similares a nós, às nossas características imutáveis e essenciais. É extraordinário compartilhar de um mesmo mundo. Ir ao seu restaurante favorito e ver a empolgadão do outro, pode ser muito mais divertido. Você não vai passar a amar sertanejo, comédia romântica ou baladas, por exemplo, de uma hora para a outra, mas aquele instante vivido vale a pena. O amor também é entrega, e mesmo que não estejamos fazendo o que mais gostamos, é gratificante ver a alegria do outro. No entanto, ninguém consegue ser feliz se anulando o tempo todo e renunciando a tudo que gosta para satisfazer os desejos alheios.

É uma troca. É preciso estar disposto a abrir seu mundo para aquele alguém e também entrar no mundo do outro. Como construir uma vida juntos quando estamos em direções opostas? Em um ciclo totalmente diferente? É preciso chegar a um consenso quando um quer ir para a praia e o outro subir a serra. E ceder tem que ser um exercício constante e praticado igualmente pelos dois lados. E além disso, tem que ser um ato totalmente voluntário. Não há nada de mal em gostar de pizza de filé mignon e o outro gostar de pizza de brócolis. Isso não dificulta a relação. Mas, existem diferenças que se tornam abismos.

Como dizia Quintana: Amar é mudar a alma de casa. E quem for muito apegado à sua casa, às coisas sempre do se jeito, quem não tiver disponibilidade de entrega e não for bom anfitrião, não conseguirá abrigar o amor. É necessário paciência, equilíbrio, boa vontade e desapego para apegar-se. Quem não souber dividir, seja o tempo, seja a última fatia do bolo, a cama, os medos e as alegrias, não vai conseguir somar nada de bom. Entende a equação? Essa matemática só o coração resolve.

Quando um quer casar, comprar um apartamento na planta e construir uma família, e o outro quer rodar o mundo atrás de grandes ondas, fica complicado. Quando um tem filhos e o outro não gosta de crianças, não adianta insistir. Fora que, além de dificultar a relação, as diferenças cansam. A vida flui mais e as coisas se tornam mais leves, quando não batemos de frente com o universo do outro a todo instante e quando não forçamos as mudanças daquele alguém de acordo com os nossos anseios. Porque todos nós somos universos individuais, e tem que haver muita disposição para habitarmos dois universos ao mesmo tempo.

Os opostos até se atraem, mas são os dispostos que levem a melhor, que são mais felizes e que permanecem juntos. 

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

38 Replies to “Os opostos até se atraem, mas são os dispostos que permanecem juntos”

  1. Eu sempre acabo falando pro meu namorado que somos opostos e que nos atraímos pelas nossas diferenças… Mas ele sempre diz que eu estou errada. Que nós somos dispostos. Que somos certos. Que temos nossas diferenças, mas não por completo.

    E acredito que é exatamente isso que você quis dizer em seu texto.

    Eu amei demais!!!!! E me vi bastante nele…. Já fiz de tudo pra dar certo em um relacionamento todo errado achando que era por sermos “opostos”. Então eu posso afirmar com 100 % de certeza que é :

    “Os opostos até se atraem, mas são os dispostos que permanecem juntos.”

    http://www.heylou.com.br

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter se identificado, Louise! ❤

  2. Silvana Almeida Souza says: Responder

    Oi Kaila eu penso que pra viver com alguém e fazer dá certo agente abre mão de muitas coisas, muitos conseguem fazer dá certo já outros acham que não vale a pena insistir ai a frase final do post faz um grande sentido , temos mesmo que está dispostos a permanecer num relacionamento quando somos o oposto do nosso parceiro.
    Beijos ♥
    http://www.silalmeida.com

    1. Nenhum relacionamento é fácil ou se encaixará tão perfeitamente que não existirá esse conflito com as diferenças em algum momento, é nessa hora que a gente percebe que flexibilidade é uma das bases para qualquer relação.

  3. Olaa Kaila! Tudo bem?
    Nossa, é total uma troca! Um fazendo algo pelo outro, sempre pensei nisso também! E ameeei a frase do título, muito verdade! É isso mesmo,
    Quero até mostrar ao meu namorado 🙂
    Beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com/?m=1

    1. Oi Tamara, tudo bem e você? 😀
      Hoje as pessoas estão tão fixadas em um propósito de que o outro tem que aceitar tudo e não pode se abrir mão de nada, que esquecemos que a flexibilidade é dona das boas relações. Espero muito que ele goste do post!

  4. Que post ótimo, Kaila! Concordo com você!

    Beijo!
    Cores do Vício

    1. Fico feliz por você ter gostado, Pathy! ❤

  5. Muito bacana seu post, adorei Kaila! <3
    beijos
    http://www.blogbelezamake.com

    1. Que bom que gostou Luana, fico feliz!

  6. Kaila um texto maravilhoso em uma relação todos tem que está de acordo, Kaila bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    1. Obrigada, Lucimar. Fico feliz por você ter gostado!

  7. Ótimo texto!
    Eu e meu namorado somos opostos mas não é nada extremo, como acredito em signo, acho que nós realmente nos complementamos (eu libra e ele aries).
    Beijos,

    https://lesjoursdemarcela.blogspot.com/

    1. Fico muito feliz por você ter gostado, Ma. ❤

  8. Concordo plenamente com o seu texto!
    Te desejo uma ótima semana.

    http://www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

  9. O título mesmo já diz.
    Os dispostos que permanecem.
    Ótimo texto.
    Beijos!
    http://www.pamlepletier.com/

    1. Fico feliz por você ter gostado, Pam! ❤

  10. Concordo com você Kaila!
    Como sempre ótimo texto, boa semana.
    bjs http://www.diadebrilho.com

    1. Fico feliz por você ter gostado, Wanessa!

  11. Ameei o texto! Hoje em dia para uma pessoa ficar junto com a outra vai muito além de combinarem ou não.
    http://www.achatadebatom.com

    1. Fico feliz por você ter gostado, viu?

  12. Acho que o ditado se refere a diferenças de gosto, mas nunca de atitude. Se os dois se dispõem a descobrir o outro, sem julgamentos, se deliciando com a companhia dele e aprendendo, SEM abrir mão dos seus valores primordiais, daí nasce um relacionamento de sucesso. Seu texto me lembrou disso e de todos os erros que cometi (ou cometeram) em relações passadas. Realmente, o amor, a amizade, a parceria… Tudo é uma troca. ♡

    1. Você citou um ponto importante, Sabrina. É essencial aceitar o jeito do outro e entender que cada um tem seu universo particular. Mas, é importante ser flexível para viver uma vida que satisfaça ambos.

  13. Priscila Ferreira says: Responder

    Que lindo seu texto! Infelizmente a reciprocidade está tão difícil de achar.

    http://www.coisasdepriscila.com
    Instagram l Beijo.

    1. Fico feliz por você ter gostado, viu?

  14. Amei o seu texto. Amar é realmente saber ceder um pouco mesmo que a gente não goste senão vira briga o tempo todo.
    big beijos
    http://www.luluonthesky.com

    1. Fico feliz por você ter gostado, Lulu! ❤

  15. Que texto maravilhoso.
    Ótimas palavras!
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    1. Muito obrigada, Gabriele. Fico feliz por você ter gostado! ❤

  16. Olá Kaila
    Uaaau como sempre um texto perfeito.
    Concordo totalmente com você.
    Os opostos se atraem, mas são os dispostos que permanecem juntos, já que o diverso encanta, mas o similar é que nos aquece o coração e “dá chão” pra construir uma relação.
    Simplesmente amei o texto sensível e perfeito.
    Excelente semana pra ti e todos aí
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Luli. ❤

  17. Realmente é uma questão que eu estava pensando sobre essa semana.
    Adorei como sempre amore o post. Xeruh

    http://www.kleidenaira.com.br

    1. Fico feliz por você ter gostado, Kleide! ❤

  18. Kailinha
    eu entro no seu blog só para ler as coisas que vc escreve!
    Como você escreve bem…

    concordo com você com tudo, depois que casei, percebi o quanto a gente muda pelo outro, e amar o outro é se interessar pelas coisas que ele faz, mesmo quando não amamos futebol a gente vai la e faz aquela companhia no dia do jogo, a gente sai sem estar afim, entre outras coisas que fazemos por amor mesmo.

    beijos

    http://www.depoisderoma.blogspot.com.br

    1. Ah Mandy, não sabe como fiquei feliz com o seu comentário. Amor é uma troca, né? Sem elas, não seria amor, não seria uma descobertura, uma aventura. ❤

Deixe uma resposta