Look da semana: blusa ombro a ombro, calça destroyed e tênis

Hoje eu aceito que há males que realmente vêm para o bem, que há pessoas que não vieram para ficar e que na vida nada é permanente. Hoje eu aceito que tenho falhas, que errei e permiti que errassem comigo. Hoje eu aceito que não sou a mesma de ontem, e tudo bem. Hoje eu aceito que o percurso que sigo é diferente do que planejei, afinal, eu mudei, inevitável que o meu caminho e sonhos mudassem também. Aceito que tenho muito a aprender, que não sou perfeita e que ainda erro e errarei muito. Hoje eu aceito que foram aqueles erros que me levaram aos acertos. Aceito que meus sonhos mudam, que os momentos passam, que as pessoas vêm e vão. Finalmente, hoje eu me aceito.

Aceitar-se como você é pode ser uma tarefa árdua por causa do mundo em que você está vivendo. O medo do ridículo, fingir estar bem, as comparações, agir de uma certa maneira para que aceitem você. Tudo isso acaba se tornando um fardo, porque você não é você.

Aprenda a aceitar-se ouvindo seu interior, se você não se ouvir, como você pode saber o que você quer? Fazer ouvidos surdos para o que seu interior clama pode ser um comportamento muito negativo para você. Não acredita? Observe para este exemplo: em muitas ocasiões, você sente o desejo de dizer ”não” a esse pedido que eles fizeram a você, mas do qual você não quer saber. No entanto, por medo de represálias, de não ser bem visto ou que desaprovem sua atitude, você se força a fazer algo pelo que não gostaria de se responsabilizar. Pode ser que você aja dessa maneira, uma vez que não considere ser sério. Mas o que acontece quando você cede e não prioriza o que deseja desde o primeiro momento?

Entretanto, com cada ”sim”, você custa mais para voltar aos seus passos para dizer o ”não” que tanto quer. Aprenda a aceitar-se com suas recusas, não tenha medo delas. Você tem o direito de dizer o que pensa, de expressar os seus desejos.  O medo que você sente é infundado, seu bem-estar vem em primeiro lugar.

Na sua vida houve erros, mas também acertos. Quando você olha mais para os erros, você esquece de muitas outras circunstâncias nas quais teve sucesso. Por que você dá o primeiro lugar ao que o fez sentir mal? Além disso, os erros permitiram que você aprendesse! Então eles podem nem sequer ser algo ruim. Aprenda a aceitar-se evitando ser tão duro consigo mesmo. Você não merece isso, e nem o negativo realmente o é.

Você é uma pessoa autêntica, única neste mundo. Aposto que isso é algo que lhe agrada quando você vê outras pessoas com uma personalidade forte. No entanto, você não para de se comparar com os outros. Alguém único não se pode comparar, porque seus talentos e habilidades, sua personalidade ou sua maneira de ser nunca se corresponderão com os outros.

Se você se comparar aos demais, pode danificar sua autoestima de forma que seja muito difícil reconstruí-la. Então, aprenda a aceitar-se como você é, com suas falhas e suas virtudes. Amplie os seus talentos, faça reluzir as partes de você, que no conforto da sua casa você não reprime, mas que no âmbito social você reprime, por medo de ser reprovado. Se você ri alto, faça isso, se você gosta de brincadeiras, faça isso. Qualquer coisa que seja apropriada para você, que faça com que se sinta bem, e com que se identifique, será o que precisará sempre.

Você não precisa se esconder, não finja! Aja da mesma maneira que todas aquelas pessoas que você admira. Mostre suas qualidades, mesmo que as pessoas comecem a estranhar e parecer surpresos com você. Não permita que isso lhe impeça.  Aprenda a aceitar-se como você é, em todos os sentidos, e sem querer ser alguém além de você. Me senti assim quando vesti esse look e decidi fotografar, misturar estilos para mim é uma das partes mais divertidas de poder compor uma combinação, e essa mostra muito disso: a blusa ombro a ombro da Lojas Imporium, brincou com a calça destroyed e o tênis trouxe esse ar mais despojado para a composição. No entanto, mais um estilo foi adicionado depois que os acessórios da Deito Joias foram usados, e esse conseguiu transformar toda a combinação, deixando-a despojada, mas ao mesmo tempo, marcante sem abrir mão do conforto.

Ei, conta para nós: você gosta de brincar com estilos quando vai elaborar um look?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

60 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *