20 coisas para se fazer antes dos 20 anos

Corria como se o mundo não tivesse fim, gostava de sentir o cabelo voando sob meu rosto e só parava quando ficava sem ar. Tudo parecia ser mágico, os dias pareciam não ter fim, nunca parava para me preocupar com o que aconteceria no dia seguinte. Não existia problemas, responsabilidades ou cansaço. Todos os dias caminhava até a escola e durante meu percurso observava as pessoas de boa disposição que acordavam cedinho pra ir à padaria, praticar exercícios ou apenas para varrer a calçada. Meu corpo parecia lidar muitíssimo bem com o que comia o dia inteiro. E a vida era vivida de maneira intensa. Porém, tudo mudou quando fiz vinte anos. Detalhes cotidianos se perderam em meio a um tempo que corre cada vez mais feroz, difícil de agarrar com as duas mãos, e cada precioso minuto do andar de ponteiros passou a fazer uma diferença danada no fim das contas. O sonhar leve, o rir de si mesmo, a poesia da vida foi deixada para trás, e se um dia pudesse encontrar a menina que eu era antes dos meus vinte anos, adoraria lhe dizer vinte coisas.

  • Eu sei que você é rodeada de amigos, mas é importante que você saiba escolher bons amigos, de verdade. Você irá precisar deles aos 19, aos 25, aos 40 e depois. São eles que vão te lembrar de quem você realmente era e isso irá te fazer um bem inimaginável. E não, uma lista de amigos no Facebook não significa nada, mas acho que isso você sabe bem melhor do que eu.

Você pode ter a sensação de que algumas pessoas não gostam de você, mas na verdade, elas odeiam olhar para você e lembrar que elas já foram ou não conseguem ser assim. Paciência, é a vida. Só cuide para que isso não aconteça quando você estiver com 30 anos e ver uma menina de 18. Parece distante eu sei, mas acontece. Não omita quem você é por causa de um olhar torto ou por uma opinião alheia, você é muito mais que isso.

  • Diga não! Não para pessoas que não acrescentam, não para caras malas, não para coisas que você não precisa, não para os rolês errados. Uma das melhores coisas na vida é ser dona do próprio nariz e a gente só aprende isso quando começa a falar não.

  • Sua família importa e você ainda não sabe o quanto. E juro que muitas vezes a partir de agora você irá se pegar repetindo as coisas que sua mãe, sua avó ou seu pai falavam. Você vai rir por perceber que está  parecidíssima com eles, até porque aquelas coisas pareciam tão ilógicas. E sentirá falta dos momentos que deixou passar em branco e desejará com todas as forças que eles voltem, mas perceberá que o que passou, passou. Então, não permita que isso aconteça.

Não deixe que te digam o que fazer ou não fazer. Essa é uma das coisas mais chatas que as pessoas fazem umas com as outras. Você é dona das suas melhores escolhas, mesmo que naquele momento elas não façam sentido. Esse texto mesmo, queime depois de ler!

  • Não valorize tanto os amores que vive agora. Você conhecerá caras incrivelmente decepcionantes, mas que te ensinarão muito sobre a vida. A ansiedade de encontrar o amor da sua vida destrói a espontaneidade e coloca magia em qualquer relacionamento, mesmo aqueles furados. Encontrou alguém legal? Não precisa de pressa, vá conhecendo a pessoa aos poucos, se ela estiver gostando também ela não vai “fugir” e tudo acontecerá exatamente como deve acontecer.

  • Coisas como seu primeiro beijo e sua primeira vez te marcam para sempre, então por favor, não faça nada porque todas as suas amigas já fizeram. Quando for o momento certo e a pessoa certa você saberá!

Eu aposto que você se cobra o tempo todo, também me cobrava, não faça isso, seja gentil consigo mesma. Você pode até achar que suas amigas ou sua blogueira preferida tem a vida perfeita, mas se esquece que nenhuma vida é feita somente de momento felizes ou é tão impecável como parece. Por isso, ame-se como você é, saiba apreciar o seu corpo, seu cabelo e tudo que te faz ser única.

  • Só quem sabe de você é você. Sei que na hora que você escutar um comentário ofensivo sobre você, um apelido maldoso ou ser acusada de algo que você não fez irá te destruir, mas depois de um tempo, você perceberá que a opinião dos outros é somente a opinião dos outros.

Aprenda a amar sua pele sem maquiagem, pode até parecer bobeira, mas é importante que a gente se ame de cara lavada quando se olha para o espelho. Sempre fui refém dos produtos de maquiagem e me prendi no pensamento de que só estaria bonita se estivesse usando maquiagem. Sou a mesma pessoa com um quilo de base no rosto da pessoa da cara lavada, o que muda não é a aparência, é o amor próprio.

  • Aprenda que fazer o que se ama é subestimado. Como assim você quer ganhar dinheiro ensinando as pessoas a velejar? Ou vendendo vinhos online? Ou com uma revista eletrônica gratuita para o público masculino? Fazer o que se ama e viver disso é possível, mas nem todo mundo entenderá. Você precisa ganhar dinheiro para viver, afinal de contas. Mas isso não significa que você não possa monetizar uma paixão (ou algum tópico tangente a sua paixão). O trabalho será duro, provavelmente você precisará manter o emprego que odeia enquanto desenvolve um plano para colocar a paixão em prática, mas é possível.

A virtude é, em si mesmo, a recompensa. Isso é muito difícil. Não jogar lixo no chão quando não há lixeira por perto, furar fila, não ceder lugar para os idosos no metrô… tudo isso são pequenos situações com as quais nos deparamos diariamente que testa essa nossa inclinação de agir corretamente no mundo (mas sem ninguém olhando). Não faça isso porque seu vizinho também faz ou porque você faz alguma caridade e sua culpa não será tão grande. Você é importante para o mundo que vive e ele é importante para você, se quer mudanças, comece por você.

  • Se arrependa! Sim! E tente reparar os danos. A gente sempre está dos dois lados. Uma hora como algo cruel e na outra como vítima, reconhecer isso é meio caminho andado pra reparar os erros que você vai fazer. Sabe aquele ditado o mundo dá voltas? É pura verdade.

Faça um favor para si mesma: se afaste de amizades ou relacionamentos que não contribuem mais para o seu crescimento. Porque você merece (apenas) o melhor.

  • Faça aquela coisa que você sempre morreu de vontade: compre aqueles sapatos que você sempre quis. Vá ao festival de música que acontece em outro estado, ou até mesmo em outro país. Se você está de olho em alguma coisa há tempos, mas fica tentando arrumar maneiras para não comprá-la… pense nisso desta maneira: você continua gastando energia em querer comprar, então por que não usar essa energia para, finalmente, tentar atingir seu objetivo? Talvez você não terá outra oportunidade de fazer o que sempre quis.

  • Pare de expor cada detalhe de sua vida nas redes sociais. Só porque um conteúdo pode ser compartilhado, não significa que ele deva. Aproveite um tempo para adaptar o que você posta, ou, pelo menos, para filtrar quem pode ver. Muita coisa parece ter sentido e relevância agora, mas depois de cinco segundos você estará se questionando sobre aquela publicação. Ninguém precisa saber sobre a sua vida, muito menos através de uma rede social.

Você realmente investe em coisas que vale a pena? Antes dos 20, somos impulsivos e não valorizamos o dinheiro, porque provavelmente ainda não sabemos o quanto é difícil ganha-lo. Mas acredite, quando as responsabilidades baterem a sua porta você sentirá falta de cada centavo que foi investido errado. Afinal, aquela bolsa que pagaria 5 jantares no seu restante preferido, com bebida e tudo mais é mais valiosa que os instantes que você teria nestes cinco jantares?

  • Assista seus filmes favoritos, reveja aquela série que você tanto ama e não desperdice seu tempo: faça coisas novas. Depois as responsabilidades consumirão tanto seu tempo que você sentirá falta do tempo em que poderia ver cinco episódios da sua série favorita de uma vez só.

Por último, viva! Sei que se conselho fosse bom, não dávamos. E sei que é vivendo que você aprenderá essas coisas mas, queria ter alguém para me dizer essas coisas antes que meus vinte anos me alcançasse. Queria muito te dizer isso pra na verdade acalantar as angústias que você sente agora, porque sei que elas existem e que na maior parte do tempo te consomem. Parece que tudo tem que ser agora, e na verdade é mesmo. Mas acredite, quando as responsabilidades e a vida adulta bater na sua porta, as cobranças serão muito maiores. Então, desfrute das oportunidades e invista seu tempo em você, fazendo coisas que te farão ver o quanto a vida vale a pena. Porque acredite, ela vale e passa tão rápido quanto um piscar de olhos. Não espere essa fase tão poética passar para querer se entregar para as poesias, porque elas podem ter sido consumidas por uma nova fase da sua existência e acredite, por mais que o tempo passe, elas não voltarão. Elas só estarão na sua vida agora.

Compartilha com a gente: se você pudesse voltar no tempo qual conselho daria para você mesma?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

66 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *