O que os outros pensam não me define, então deixo que falem e pensem o que quiserem

E você continua. E isso é uma das coisas mais resilientes que há em você. Você continua mesmo aos tropeços, mesmo não se sentindo suficiente para continuar, mesmo com um peso nas costas e com um quê de dúvida sobre pra onde ir. Você continua oferecendo o seu melhor mesmo depois de tantas decepções, mesmo depois de ter se desdobrado em mil, apesar do cansaço dos dias, das opiniões vagas, você continua. E, mesmo que o brilho nos olhos, não seja o mesmo de antes, você não deixa de olhar para as coisas e para as pessoas de um jeito bonito, de uma maneira ingênua, esperando o melhor dali. E mesmo com um nó na garganta, não deixa de oferecer palavras gentis, não deixa de ser suave ao falar sobre aquilo que te machucou. E mesmo ouvindo tantas opiniões alheias que não te definem, você continua porque você já viveu muito tempo dentro do casulo, aprisionando o que há de melhor em você.

Velejei por muito tempo dentro de uma bolha que aprisionava quem eu era por não me sentir suficiente, questionando-me e questionando a vida, até decidir que era hora de me libertar. Foi, então, que decretei minha metamorfose. Passei a vida equilibrando entre meus extremos. Perdendo-me entre muitos porquês, sempre buscando um sentido. A minha pressa quase me atrasou, mas não me demorei nesses dilemas e, simplesmente, soltei, deixei as coisas seguirem seu fluxo natural. Então pude compreender que o que os outros pensam não me define, então deixo que falem e pensem o que quiserem. Hoje, eu sei quem sou e nenhuma opinião equivocada me afeta.

Desisti de tentar entender tudo, de tentar controlar tudo, cansei de tentar desesperadamente ser quem eles queriam (ou esperavam) que eu fosse. Desisti da ideia (absurda) de ser perfeita, e, finalmente, percebi que posso ser eu: a menina, a mulher, o ser humano, o que eu quiser. Constatei que era loucura essa ideia fixa de tentar projetar esse corpo físico para ser o mais bonito e perfeito, quando minha alma vive em chamas, chamas que queimam meu coração e o fazem bater de um jeito tão bonito. Chamas que inundam meu ser e me enchem de luz. Uma luz branda, uma luz forte, que me alimenta e me conforta, que me faz ser suficiente, não para os outros, mas para mim.

E você menina, você continua sendo luz quando tudo escurece, nunca esqueça o quanto sua essência é extraordinária, o quanto ela é a melhor coisa que você poderia carregar dentro de si. E você sempre continua, ainda que com passos lentos. Você sente, mesmo que não sintam. Você vê quando ninguém vê e entende quando nem é preciso. Continua mesmo. Não perde esse jeito, não desanima, não desacredita. Você ilumina tanta gente por ser do jeito que é e se ilumina mais ainda por ter a coragem de continuar sendo quem é.

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

38 Replies to “O que os outros pensam não me define, então deixo que falem e pensem o que quiserem”

  1. Por isso eu respondo à pergunta
    Qual é a sua ambição na vida.
    E eu respondo
    Ser feliz!
    E não importa o que os outros pensam sobre o meu conceito de felicidade.
    Xoxo

    marisasclosetblog.com

  2. Eu infelizmente sou dessas pessoas que “dá importância” ao que as pessoas pensam sobre mim. Tento dar o meu melhor a toda a gente. Dou aos outros aquilo que gostava que me desses a mim, mas nem sempre acontece.

    1. Incrível como a gente se decepciona com os outros, né? E acho que a cada decepção a gente fica menos dependente da opinião alheia.

  3. Que linda mensagem. Inspiradora. Super concordo.

    1. Fiquei imensamente feliz por você ter gostado, Monique! ❤

  4. Eita, que texto lindo e me define muito hahah Quando parei de pensar no que os outros pensariam , aprendi a viver … Ainda tem uma longa caminhada, mas sei que ando pelo caminho certo… muitos pensam que sou a perfeitinha, que não tenho nada, mas deixem eles pensarem hahaha

    Beijos e um bom final de semana!
    Blog DMulheresInstagramFanpage

    1. Não é fácil, mas acho que a cada decepção a gente fica menos dependente da opinião alheia e aprende a viver.

  5. O seu texto descreveu o meu momento, perfeitamente. Me identifiquei tanto que parece que você escreveu sabendo que eu conheceria sua página, justamente, hoje. Das “coincidências” dessa vida… Me emocionou. Obrigada por dividir suas inspirações, mostram a leveza de uma alma boa.

    1. Não sabe como fiquei feliz em ler seu comentário. Gratidão, Marcela! E seja bem-vinda ao meu pequeno universo. ❤

  6. nossa com certeza eu ja nao ligo o que pensam e falam de mim ha tempos pois eu só eu sei oq passo todo dia e conheço a fundo a minha verdade

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    1. Exatamente, Livia.

  7. Às vezes é inevitável e dependendo da circunstância a gente acaba dando muita importância ao que os outros vão pensar, mas a única verdade é a nossa, aquela que a gente conhece. Não podemos nos deixar levar, o bom mesmo é ignorar e seguir com a nossa vida.

    1. Com certeza, Priscilla! ❤

  8. Hey Kaila! Tudo bom?
    Pra algumas pessoas é difícil se desligar do que os outros dizem, e são estas as que mais sofrem. Adorei o seu texto, me identifiquei muito com ele.

    ~ miiistoquente

    1. Oi Thamiris, tudo bem e você? Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, viu? ❤

  9. Que coisa linda esse post Kaila! Senti demais as energias positivas. <3
    A gente precisa mesmo aprender a não levar tão a sério a visão das pessoas sobre nós. Essa opinião realmente não nos define. Um beijo :*

    1. Ah Camila, não sabe como fiquei feliz por você ter gostado! ❤

  10. Sempre tento não me importar, é um exercício diário. Acho que sou afetada logo no início e aos poucos vou deixando de lado, que falem, que pensem o que quiserem

  11. Viver sem se importar com o que os outros dizem é o segredo da felicidade
    amei o texto
    beijos

    1. Fico feliz por você ter gostado, Tay! ❤

  12. Ameeeeeeeei o texto Kah! Cheio de verdades e muito bem escrito. Quando eu era mais nova eu me importava muito com as pessoas, se elas iam gostar ou não de algo, se eu estava agradando. Mas depois de um certo tempo percebi que isso era desperdício de vida, temos que viver conforme o que nos faz feliz, porque a vida é curta e passa rápido demais. Se vão gostar ou não das nossas atitudes, nem Jesus agradou todo mundo né? É a vida hahaha amei! Beijokas 😉

    1. Exatamente, Natz. Fico imensamente feliz por você ter gostado! ❤

  13. Adorei o texto Kaila, super inspirador!!

    Bjss

    Blog Adriane Quaresma

    1. Fico imensamente feliz por você ter gostado, Adriane! ❤

  14. Parece que esse texto falou exatamente comigo, eu me importo muuuuito com o que falam e isso me faz mal. Amei seu texto demais.
    Beijos,

    https://lesjoursdemarcela.blogspot.com/

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Ma! ❤

  15. As pessoas sempre falam, mesmo sem saber exatamente o que você passa. Continuar é sempre essencial ♥

    1. Exatamente! ❤

  16. Oi Kaila, gostei muito do texto, até compartilhei no twitter ♥ É exatamente isso! ♥ O importante é não perdermos a nossa essência, independente do que digam, do que achem ☺ Um beijo!

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Aléxia. Obrigada por ter compartilhado! ❤

  17. OI Kaila, tudo bem?
    UAU, achei esse texto libertador!
    Amei!
    Beijos
    https://www.somosvisiveiseinfinitos.com.br/

    1. Oi Ana, tudo bem e você? Fiquei imensamente feliz por você ter gostado, viu? ❤

    1. Fico feliz por você ter gostado, Ranielle! ❤

  18. post maravilhoso!
    eu parei de me importar com o que os outros pensam sobre mim!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    1. Fico feliz por você ter gostado, Luana! ❤

Deixe uma resposta