Moda consciente: saiba como cuidar das suas roupas para que elas durem mais

De repente, meu endereço não era mais o mesmo, minha rotina não era mais a mesma, eu não era mais a mesma. Se desligar do caminho que sempre se trilhou para conhecer uma nova versão da vida é uma das decisões mais difíceis que precisamos tomar na vida, mas totalmente necessária para explorarmos um mundo que não conseguimos explorar dentro da casa dos nossos pais. Nunca consegui me entender, era como se alguma peça do meu quebra cabeça tivesse se perdido de tal forma que não conseguia encontra-la de jeito nenhum. Quando trilhei um percurso diferente, longe da vida que estava acostumada, percebi que nenhuma peça estava perdida, apenas não conhecia o quebra cabeça por completo. Não sabia que poderia sobreviver as dificuldades, não sabia que poderia enfrentar o mundo de frente, não sabia que as responsabilidades se triplicavam, nem que poderíamos mudar tanto em tão pouco tempo, não sabia que até o óbvio vira motivação quando percebemos que podemos ir além. Não sabia, até que o mundo me ensinou.

Quando sai de casa não sabia cozinhar, não sabia limpar e nem pensava em lavar roupas. Em meio a comidas que não deram certo, roupas encolhidas e tentativas de fazer coisas que nunca me imaginei fazendo, minha casa se tornou um poço de histórias. O lado ruim de tudo isso é que não li nenhum texto cheio de conselhos para me ajudar, mas o lado bom é que aprendi todas as coisas que pareciam ser impossíveis para escrever um texto como esse.

Consumo consciente não é ir até uma loja, comprar o necessário e depois não zelar por aquilo que se adquiriu. Talvez seja óbvio para alguns, mas tenho certeza que para maioria não é: cuidar da roupa está interligado com o consumo consciente. Quando você segue direitinho as instruções de manutenção, suas peças duram mais, fazendo com que você não tenha que comprar substitutas tão cedo. É uma relação direta: quanto maior o ciclo de vida, menor a necessidade de consumo. Então, pega sua caderneta e anote todas essas dicas para manter sua roupa com cara de nova por mais tempo:

Sabe aquela blusa linda que você comprou mais que na primeira lavagem encolheu? Então, isso aconteceu por causa da temperatura da água. As máquinas de lavar mais modernas têm a vantagem de apresentar regulagens de temperatura e de quantidade de água. Tecidos de fibras sintéticas ou de fibras mistas devem ser lavados com água fria, para evitar que a fibra seja impactada pelo calor e que a peça encolha.

Camisas de seda, peças de lã e tricô requerem um cuidado maior, portanto, a lavagem a mão é a ideal para esse tipo de peça. Esse tipo de lavagem não agride tanto a fibra e a coloração da peça quanto na máquina. Recomenda-se o uso de sabão em barra como o de coco ou de outros com compostos suaves e naturais.

Eu sei, as peças brancas quase te fizeram desistir de aprender lavar roupa, não é? Elas fizeram isso comigo também. Roupas brancas ficam amareladas e mancham com muita facilidade, o uso do alvejante pode ser recomendado para trazer a tonalidade original de volta. Utilize este tipo de produto com moderação e não deixe agir por mais de uma hora. Por ser um produto químico, o seu uso frequente pode prejudicar a peça. Para potencializar a sua ação, deixe a peça exposta ao sol enquanto o alvejante age, já que o efeito da luz ajuda ainda mais no clareamento.

Você usa sabão líquido ou sabão em pó?  Prefira o sabão líquido ao sabão em pó na máquina de lavar. O sabão líquido dilui melhor em contato com a água, enquanto o sabão em pó cria resíduos.

Sabe aquele pedaço de pano, que a gente (eu!) normalmente corta porque incomoda? Pois é, ele vem cheio de informação útil sobre a lavagem – se a peça se dá bem ou não com amaciante, se deve ser lavada em água fria ou quente, se pode ir na secadora. Quem nunca colocou uma camiseta na secadora e tirou uma babylook que atire a primeira pedra.

 Guarda-roupa com muita umidade precisa tomar um arzinho de vez em quando. Escolha um dia de sol, esvazie todo o seu guarda-roupa e deixe a luz entrar. Mofo mancha, estraga a roupa e ainda é péssimo pra saúde.

Você sabia que as marcas recomendam colocar duas vezes mais produto do que realmente é necessário para as roupas ficarem limpas? Diminua as quantidades de sabão em pó e amaciante. Além disso, busque substitutos naturais para os produtos industriais (eles causam menos dano e são mais ecológicos!). Sabão em pó pode ser trocado por sabão de coco ralado, amaciante pode virar vinagre branco com álcool… E por aí vai.

Você seca suas roupas no cabide? Secar as roupas no cabide pode ser mais prático porque elas ficam menos amassadas. Mas os especialistas não recomendam essa prática em nenhum caso, pois deforma a modelagem da peça.

Investir em um bom ferro de passar a vapor é a chave para preservar suas roupas. A água umedece a fibra e ela não é tão impactada pela alta temperatura. Além disso, o vapor preserva e engoma melhor o tecido, além de amaciá-lo.

Compartilha com a gente: qual é seu truque infalível na hora de lavar as roupas?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

66 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *