Cinta pós-parto: quais cuidados as mamães devem ter ao utilizá-la?

Você se olha no espelho e.. não se reconhece. O cabelo está diferente, a pele mudou, os seios andam cada dia mais inchados e o peso ainda não voltou ao normal. As roupas da gravidez não servem mais, e as outras continuam apertadas. Nas primeiras semanas após o parto, o bebê vai requerer muita atenção, entre sonecas, choros e mamadas, a mamãe tentará conciliar seus compromissos, as tarefas domésticas, o bebê, o relacionamento e os cuidados com ela mesma, entretanto, com tantas mudanças e responsabilidades manter tudo em harmonia nem sempre é simples e muita coisa é deixada para trás. No fim, muitas mamães optam por se deixar em segundo plano para conseguir dar conta de tudo. Mas, essa cobrança para manter tudo em ordem gera um desgaste gigantesco, que poderá abrir brechas futuras para vários conflitos, sendo um deles a sabotagem da própria autoestima.

Normalmente, a postpartum belt é um dos itens que está na lista de produtos que a mulher leva para a maternidade. Sua função é proporcionar mais conforto na recuperação pós parto, ajudando na diminuição do edema, promovendo conforto e segurança para a mulher, principalmente nos casos pós cesárea, deixando-a mais a vontade para caminhar e realizar atividades cotidianas. O uso da band after pregnancy apesar dos benefícios, no entanto, não é obrigatório para a saúde e deve ser uma escolha de cada mulher juntamente com orientação médica, analisando os prós e contras.

Por que usar ou não usar a cinta pós parto?

O uso da cinta pós parto não é obrigatório para a saúde e possui vantagens e desvantagens. Para fazer a escolha entre usar ou não a cinta, você deve, juntamente com ajuda e orientação profissional, analisar os pontos bons e ruins desse item. Confira abaixo uma lista com os prós e os contras da cinta pós parto:

Prós:

  • Mais segurança para realizar as tarefas cotidianas, especialmente pós cesárea;
  • Diminui torções da coluna e lesões por sobrecarga na musculatura das costas e abdômen;
  • Correção e manutenção do postpartum body shapers;
  • Ajuda o emocional, já que você pode se sentir mais segura para se locomover e realizar outras tarefas durante o pós parto;
  • Proporciona o efeito momentâneo de redução do abdômen;
  • Descanso lombar;

Contras:

  • Cintas muito apertadas podem trazer problemas de circulação;
  • Não ajudar a trazer o abdômen de volta ao normal e alguns profissionais até acreditam que faz o efeito contrário;
  • Pode dificultar a cicatrização da cesariana, já que impede a ventilação do local;

Como e quando devo usar a cinta pós parto?

Alguns especialistas dirão que as mulheres que realizaram parto normal não devem utilizar a cinta no primeiro mês após o parto. Mulheres que fizeram cesárea e que apresentam inflamação ou sangramento acima do normal no local do corte também devem evitar o uso da cinta, pois a região precisa ficar arejada. Também não é interessante colocar a cinta after birth news, isto porque nesta fase é comum a mulher ter gases e um pouco de intestino preso, de modo que o uso da cinta causaria desconforto.

Ao colocar a cinta pós-parto, saiba que ela não deve ficar apertada ou causar dor na mulher. O certo é que ela proporcione firmeza e segurança. Uma cinta apertada na belly pode causar problemas de circulação. No caso de parto cesáreo, a cinta pode ser usada logo após o parto, até quando seu bebê tiver chegando aos três meses de vida. Este é o tempo mínimo de cicatrização interna após o parto, então é seguro manter o uso até este período.Agora se a gestante optar pelo parto normal, é necessário aguardar 1 mês para dar início ao uso da cinta modeladora. Pois é o tempo que seu útero começa a voltar para seu devido lugar. E se você não sabe onde adquirir sua sinta, invista nas opções da YoYogirdle!

Lembre-se: antes de decidir se você deve usar ou não a cinta pós parto é interessante ter uma opinião médica e saber que há várias modelos, como o full body girdle, que podem ser as melhores escolhas para você, reflita com outras mamães e analisar os prós e contras. O uso desse item não é obrigatório para a saúde, portanto a decisão final cabe sempre às suas vontades e necessidades individuais.

Compartilha com a gente: você usou ou não a cinta no seu pós parto?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

34 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *