7 arrependimentos que mais cedo ou mais tarde você terá se permanecer com as mesmas atitudes

Somos pequenos retalhos. Somos pequenas chances de felicidade. Somos tão pequenos diante a imensidão do universo. Somos frágeis, tão quebráveis, tão falhos. De vez em quando, pessoas chegam e nos marcam com suas bagagens e logo em seguida se vão. Porém, deixam conosco grandes aprendizados. Como aquela sua amiga que precisou terminar o relacionamento para perceber que ele era tudo que ela queria. Como aquela professora que te disse milhões de vezes que amava psicologia, mas só percebeu isso depois de se formar. Como aquela sua tia que te questiona e diz o que não deveria dizer, ela perdeu todas as oportunidades que teve e não quer que o mesmo aconteça com você. Diz para mim: por que deixamos partir para só então entender que aquilo era tudo que precisávamos? Por que priorizar o que não deve ser priorizado? Por que só conseguimos enxergar o óbvio quando já é tarde demais? E se percebêssemos agora?

Antes de dormir quantos bilhões de pensamentos perturbam sua mente com aquilo que você deveria fazer, mas não faz? Aquela pessoa que você deveria visitar, aquele abraço acolhedor que te salva das coisas ruins, mas que você não sente há tanto tempo, aquela amiga que você não vê a anos e tem tanto a dizer? Você acorda no outro dia e os pensamentos se cessam. Você pensa que é melhor seguir a vida assim. Mas, depois de alguns anos, você lamentará as pequenas chances que teve e não agarrou com as suas duas mãos, as relações inestimáveis que se perderam, porque você estava ocupada demais para se entregar e as boas decisões que esperamos muito tempo para tomar. Sabe qual a boa notícia? Você pode mudar isso hoje, você não precisa esperar o arrependimento chegar para perceber que perdeu tempo demais priorizando coisas vagas.

Você pode até viver como se nada além dos seus compromissos fosse importante, mas vai chegar uma hora que tudo que você vai querer é estar perto das pessoas que te fazem sorrir pelas razões certas. Dedique mais tempo àqueles que o ajudam a amar a si mesmo, passe mais tempo com aqueles que fazem você se sentir bem e menos tempo com aqueles que você se sente pressionado a impressionar. Nunca fique ocupado demais para não ter uma hora sequer na sua semana para aqueles que mais importam. Lembre-se: nada do que você possa oferecer pode ser mais especial que a sua atenção.

Pessoas vêm e pessoas vão. O que fica é aquilo que você representou para cada uma delas. Perceba que não importa quanto tempo você fica com alguém ou o quanto você gosta deles, às vezes nunca vai parecer que você teve tempo suficiente juntos. Não aprenda esta lição da maneira mais difícil. Expresse seu amor. Diga às pessoas o que você precisa dizer a elas. Não fuja de conversas importantes porque se sente desconfortável ou não sabe o que dizer, talvez você nunca tenha outra oportunidade. Se você aprecia alguém hoje, diga a ele. Se você tem algo mais importante para dizer, diga. Corações são frequentemente confundidos e partidos por palavras não ditas.

Você fracassou e teve o coração quebrado no passado. Mas, você também amou e foi amado. Você arriscou e recebeu. E tudo isso tem um peso próprio – um peso maior do que qualquer falha ou ferida específica. É melhor ter uma vida cheia de pequenas feridas e fracassos que você aprendeu, do que uma vida cheia de arrependimentos de nunca ter tentado. Não deixe o tempo passar por você como uma mão acenando de um trem que você quer desesperadamente estar. Não gaste o resto da sua vida pensando sobre por que você não fez o que pode fazer agora.

Uma pessoa pode assumir coisas sobre você com base inteiramente em uma experiência passada problemática que teve com alguém que se parece um pouco com você. Portanto, basear qualquer parte da sua autoestima naquilo que ela acha coloca você no limbo. Você nunca encontrará seu valor em outro ser humano – você o encontrará em si mesmo e então atrairá aqueles que são dignos de sua energia.

Sabe.. daqui dez anos, não importará qual sapato usamos hoje, como é nosso cabelo ou qual nossa roupa preferida. O que importará é como nossa vida foi vivida, como amamos e aprendamos ao longo do caminho. Então, esqueça de impressionar as pessoas por causa disso. Seja você mesmo. Se quer impressionar alguém, impressione a si mesmo progredindo em algo que você se orgulha sinceramente.

Você não pode perder o que nunca teve, não pode manter o que não é seu e não pode ficar com algo que não quer ficar. Mas, você pode enlouquecer tentando. Muitas coisas fazem parte da nossa vida porque continuamos pensando nelas. Pare de manter o que machuca e deixe espaço para o que parece certo.

Acorde cedo, trabalhe duro, tome uma atitude, mas não se esqueça também de fazer uma pausa e prestar atenção aos pequenos momentos da vida, eles estão aqui para ser apreciados. Perceba que a vida é estar presente, assistir, trabalhar sem horário, ouvir e sem antecipação de resultados a cada momento e, às vezes, em dias realmente bons, deixar esses pequenos momentos encherem seu coração de intensa gratidão. Você irá inevitavelmente, seja amanhã ou no seu leito de morte, desejar que você tenha passado menos tempo se preocupando e correndo pela sua vida, e mais tempo realmente sendo consciente e apreciativo de cada dia.

Compartilha com a gente: você já se arrependeu por não ter feito algo?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

70 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *