Relacionamento tóxico: será que você está em um?

Ele não chegou em um cavalo branco, mas era tudo que você sempre buscou. O primeiro encontro foi um fiasco, mas apesar do caos, ele era tudo o que você esperava. Ele roubou um beijo, conseguiu tirar de ti uma daquelas gargalhadas que faz a barriga doer, tudo parecia ser irreal. Tudo se movia rápido com ele. Era intenso. Inigualável. Era aquele tipo de conexão inquestionável, da qual não somos capazes de sair. Até que os dias ensolarados se tornaram cinzas. O príncipe não se torna sapo, é o sapo que vem disfarçado de príncipe. Quando tudo chegar ao ponto de fazer você pensar se o príncipe se tornou um sapo, agradeça. Você tem amor próprio o suficiente para perceber que uma relação tóxica está presente em sua vida e que ela merece apenas uma coisa: o fim.

Quando estamos apaixonados é complexo ser racional e enxergar algumas coisas que parecem evidentes para quem está vendo de fora. Se alguns questionamentos começaram rondar seus pensamentos, há algo errado, por isso fique atenta a estes sinais característicos das relações tóxicas para identificar se o seu relacionamento está sendo saudável ou não, vale lembrar que tais sinais não estão presentes apenas em um relacionamento amoroso, eles podem estar em relações familiares ou entre amigos. Em caso negativo precisamos entender e aceitar que, provavelmente, estaríamos nos sentindo muito melhor se estivéssemos sozinhos.

 Ele diz que seus sonhos e metas são idiotas ou que você nunca alcançará seus objetivos? Parece que ele quer ver você sempre para baixo e você sente que ele não quer ver você tendo sucesso? Ele tenta plantar uma semente em sua mente insinuando que você vai falhar? Por algum motivo, seu companheiro está ressentido ou com ciúmes e por isso age dessa forma. Tornando o relacionamento tóxico. Alguém que te ama verdadeiramente apoiará suas decisões, mesmo se ele concordar com elas ou não. Afinal, o que realmente importa em uma relação saudável é a felicidade e bem estar do outro. Mantenha distância das pessoas que sempre tentam te convencer de que você não é capaz.

 Há limites que uma vez cruzados não há como voltar atrás. Portanto, é melhor nunca cruzá-los. Seu companheiro repetidamente critica e insulta você? Isso se tornou uma situação comum? Se você começar um relacionamento, configure regras para si mesma, como nunca insultar seu parceiro e nunca permitir ser insultada por ele. Se ele ultrapassar essa linha, tome uma atitude. Este é um dos grandes sinais de que você está em um relacionamento tóxico: quando você está sendo constantemente desrespeitada. Isso é abuso verbal e você não deve aceitar. Você é melhor que isso.

Você fica ansiosa e pisando em ovos ao lado dele, quando vocês passam muito tempo juntos, você se sente desconfortável e com vontade de ir embora porque a qualquer momento pode começar uma briga entre os dois. Na verdade, você fica pisando em ovos porque ele pode explodir por qualquer motivo. Provavelmente, essa é uma enorme bandeira vermelha de um relacionamento tóxico. Amar não é sentir medo. Amar é querer estar a todo instante com aquele alguém e não estar sempre evitando situações por medo da reação do outro.

Aos olhos dele, você é a raiz de todo mal. Se alguma coisa não sair como planejado, é culpa sua. Ele jamais vai admitir que errou. Ele está com ciúmes? Isso é sua culpa. Ele sente inseguro? Isso é culpa sua. Ele vai culpar você por todas as inseguranças que ele tiver e a última coisa que ele fará é olhar para o seu próprio comportamento, porque isso significaria assumir a responsabilidade por sua vida e admitir o fracasso.

Quando as coisas ficam complicadas seu parceiro tem o hábito de ameaçar romper com você? Isso é um jogo cruel que ninguém ganha. Sempre que ele está insatisfeito ou tem um problema, ele ameaça acabar todo o relacionamento, sabendo que você vai implorar para que ele não vá embora. Esses tipos de homens se alimentam da carência e inconscientemente procuram mulheres a quem eles podem controlar.

O cara tóxico quer ter você dependente dele: talvez financeiramente, emocionalmente ou fisicamente. Ele vai detestar quando você puder cuidar de si mesma e tentará manter seu controle sobre você, criticando suas tentativas de criar sua própria independência.

Será que um relacionamento desse tipo vale a pena? 

Os relacionamentos não devem ser uma luta constante. Se ele faz com que você se sinta mal, mais do que ele faz você se sentir bem, então é hora de reavaliar o quanto o seu relacionamento vale a pena. Sacrifícios no relacionamento são importantes, mas seu respeito próprio, felicidade e autoestima devem estar na lista de prioridades. Se um relacionamento é construído sobre o amor, nutre, restaura, reabastece e revive. Não diminui. Quando você está com alguém que sufoca essas partes preciosas de você, esteja atenta com o dano que ele está causando. Você não deve nada a ninguém e não merece estar em um relacionamento tóxico. Você merece prosperar e se sentir segura. Você merece ser feliz!

E caso um dia, alguém disser para voltar e dar segunda chance, tenha em mente: café requentado não presta. Uma vez sapo, sempre sapo. Ele pode mudar algumas atitudes, mas nunca será príncipe. Isso é muito sério. Ele pode fingir ser alguém que te merece, mas não merece. E você, merece um príncipe.

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

40 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *