Muitas coisas na vida não têm preço. Mas todas têm troco.

Seus amigos precisaram dela, mas ela não estava lá. Seus pais a chamavam para sair, mas ela sempre tinha uma desculpa na ponta da língua. Faltava as aulas, perdia oportunidades, vivia em sua própria bolha e não entendia porque ninguém estava ao seu lado. Era apenas a lei do retorno se fazendo presente. Aquilo que fazemos, seja bom ou ruim, sempre será devolvido à nós de alguma maneira. Tudo o que vai, volta, e o mundo dá muitas voltas. Você deve ter sempre isso em mente quando acontecer algo que você não esperava ou que deixe a sua expectativa abalada. Os pesos e as medidas são exatos, conforme nosso ato e bagagem de todas as vidas já experimentadas. Funciona exatamente como uma semente plantada que dará o fruto que a ela corresponder e nunca outro.

Em alguns casos, a lei do retorno é direta. Alguém o derruba nessa esquina e na próxima leva um tombo. Alguém deseja o mal e aquele desejo se vira contra ele mesmo. Você ajuda o próximo aqui e logo ali um anjo aparece na sua vida lhe trazendo a solução que tanto esperava. Se acontecesse sempre assim, teríamos mais clareza de sua existência e precisão. Mas, essa é aquela semente que brota rapidamente, como a do feijão que começa a germinar em dois dias. Na lei do retorno são mais raras, mais ainda assim possíveis.

Existem ocasiões em que o bumerangue da lei do retorno demora anos para voltar ao ponto de origem. Mas, ele volta. Alguém lhe rouba hoje e somente quando essa pessoa estiver idosa o peso criado vai se manifestar. E, acontece. No momento em que mais precisava, o universo vem cobrar a dívida do passado, e sem qualquer negociação. Você passa a vida toda ajudando todo mundo e quando desiste dos seus sonhos vem Deus e o coloca onde você sempre quis estar.

Entretanto na maioria dos acontecimentos o retorno pode demorar literalmente uma vida a vir. Ou até mais. Tudo depende de uma conjuntura de fatores. Primeiro você precisa estar preparado para o fardo. Deus nunca lhe traz aquilo que você não pode suportar. Então, antes de pagar a dívida é preciso que a alma evolua. Muitas vezes, a pessoa o humilhou a vida toda pela soberba de sua riqueza e só na próxima vida ela virá pobre para evoluir sua alma na dificuldade financeira e será vítima de todas aquelas situações em que outrora ela havia humilhado.

A lei do retorno é uma engrenagem exata onde todas as peças se encaixam e funcionam na inteligência suprema de Deus, que nós, seres humanos, não somos capazes de alcançar. Quando colocamos a culpa no mundo ficamos cegos, não conseguimos compreender o efeito da lei do retorno. Ninguém gosta de se responsabilizar pelos seus próprios atos e de reconhecer que o que vem até você é fruto da energia e das atitudes que você transmite. Sendo assim, as pessoas passam os dias lamentando o que seriam injustiças por parte dos outros e ficam mais amargas.

Ao perceber o que as pessoas enxergam de nós e o que andamos a fazer para que o retorno em forma de tratamento seja igual ao que oferecemos, o resultado será a compreensão do que acontece à sua volta enquanto retorno da mesma medida, e não injustiça. Se você anda em uma maré de grosseria, ignorância e menosprezo, o que irá receber em retorno é exatamente o mesmo tratamento, mesmo que não forçado. Por isso, ande lado a lado com a sua melhor versão, tenha sempre em mente aquela musiquinha da banda Legião Urbana linda de se ouvir..

“Tudo que você faz, um dia volta para você. E se você fizer o mal, com o mal mais tarde terá de viver.
(…) Como um bumerangue, tudo vai voltar…”

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

46 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *