Look do dia: calça destroyed, camisa jeans e mule

Em algum momento, você já se perguntou por que é tão difícil ser você mesmo? Por que escolhemos colocar máscaras e simular uma personalidade que não nos pertence ou restringe o quanto mostramos de nós para o mundo? As pessoas tendem a se reservar, escondendo parte de suas personalidades para ressaltar seus pontos fortes e esconder suas falhas. Quantas pessoas estão perdidas de si mesmas, vivendo crenças, valores, sentimentos e metas coletivas que não são suas, tentando alcançar um modelo de ser humano que a maioria das pessoas prega, mas não pratica. Quantas pessoas magoam-se a si mesmos pelo temor gerado diariamente pela sociedade de que alguém possa rir de você, o medo de perder algo ou alguém, medo da rejeição ou para não magoar os outros. No entanto, você já parou para pensar no quanto estes medos ofuscam a parte mais bonita de quem você é?

Ser você mesmo é um desafio exaustivo, uma tarefa diária, mas totalmente necessária. Sofremos com influências profundas, que tentam a todo momento reconstruir nossa personalidade. Porém, devemos insistir em nós mesmos, nossos próprios talentos podem apresentar a cada instante uma força acumulada pelo cultivo de uma vida inteira. Mas, do talento adotado de outra pessoa você tem apenas uma extemporânea posse parcial. Faça o que foi designado para você, e nenhuma esperança ou ousadia poderão ser demais. Lembre-se, ninguém é perfeito, você possui qualidades e defeitos como todos os demais seres humanos e por isso devemos aprender a conviver com eles e aceita-los. A beleza e a diferenciação humana estão justamente nestas imperfeições.

Reuni três peças do meu armário e consegui reviver ciclos diferentes da minha história, sem deixar de lado as referências dos dias atuais. Elas conseguiram um espaço especial no meu guarda-roupa há quatro anos atrás e por sua praticidade, facilidade na criação de composições e beleza se manteve presentes comigo até hoje, criando memórias e eternizando ciclos. Investir em camisas jeans nunca é um erro, visto que elas conversam perfeitamente com outras peças, podem ser usadas em qualquer estação, ocasião e período e com os cuidados necessários, duram anos no nosso armário sem perder seu charme e beleza.

Estava com duas calças pretas paradas no meu armário, desde que surgiu o estilo destroyed ele dominou minhas escolhas e fez todas as outras peças ficarem em segundo plano. Até que tive a ideia de customizar uma delas, procurei alguns vídeos no Youtube e foi bem simples: cortar no local desejado e desfiar. De lá para cá, ela tem sido minha opção coringa, já que combina com tudo e é bem confortável. Para finalizar com chave de ouro, escolhi usar o mule da marca Vizzano, que eliminou o ar básico e trouxe o diferencial da combinação, unindo-o com o conforto, praticidade para enfrentar um dia corrido e beleza.

A Outlet JM é uma loja que está no mercado desde 2012 que se tornou uma referência de preço baixo. Apesar de se posicionar como um Outlet, a qualidade dos produtos e do serviço de atendimento é de extrema importância para a organização, assim a loja fornece produtos de primeira linha com satisfação garantida de nossos clientes. A organização também possui visão, missão e valores bem definidos, visando ser uma empresa diferenciada por combinar serviço, qualidade e preço e poder atender diferentes públicos. Sua missão não é simplesmente vender, mas servir seus clientes de maneira que agregue valor ao nosso produto com relação a satisfação total do cliente, isso sempre de forma transparente e honesta.

Compartilha com a gente: vocês usam looks assim? Qual é sua aposta preferida?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

54 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *