Não dá para preencher a vida com bares, novela e internet

E se você soubesse que todos os lugares, todas as novelas e redes sociais não são suficientes para lhe preencher, continuaria acorrentando seus passos e velejando pelo lado superficial ao invés de se transbordar de si? Uns preenchem o seu vazio muito cedo, antes mesmo de se darem conta da sua existência. Outros morrem sem ter o investigado. Cada um tem sua frequência. Cotidianamente, quando os eventos externos se aquietam e ficamos frente a frente com nós mesmos, como, por exemplo, quando conquistamos aquela pessoa, quando conseguimos aquele emprego dos sonhos, uma vida financeira estável, a melhora da saúde, filhos, ou seja o que for que parecia ser o grande sentido da nossa vida. Paramos e questionamos: tá, e agora? É só isso? Não existe o felizes para sempre? Porque sinto que dentro de mim existe um vazio quando tudo deveria estar completo?

Depois de uma longa jornada, você chegou em uma altura da vida em que já alcançou a maioria das coisas que planejava ou está bem encaminhado para isso. Todavia, há um vazio que insiste em te preencher. Você demorou a reconhecer ele… ora parecia ingratidão da sua parte para com tudo o que já tinha, ora parecia que estava perdendo o juízo perfeito das coisas. Mas, não, investigações feitas, nada grave, ele restou: pura e simplesmente o vazio. Seu dia acaba e você sente que ficou algo por fazer e não é aquela tarefa atrasada, não. Nos intervalos da faculdade, você se vê rodeado de amigos, bebidas, conversas, sorrisos e não se sente feliz. Chegou o fim de semana e você não se empolga tanto assim com os lazeres previstos. Você está sentada na mesa do seu trabalho e simplesmente sem empolgação de começar qualquer coisa a ele relacionado. Por quê?

O vazio emocional se esconde por trás da saudade, da tristeza e de uma necessidade de afeto e de liberdade emocional. Ele se apresenta diante de nós de uma maneira cruel, mascarado por uma mistura de sentimentos: pela dúvida, pela exaustão e pela falta de sonhos. Mas, por que isso acontece? Porque o vazio chega, nos ataca com um forte golpe emocional e nos deixa infelizes? A resposta é muito simples: nós não nos conhecemos bem. Você, alguma vez, já compreendeu as suas necessidades, como você se sente, onde você quer chegar e o que você está disposto a fazer para obtê-lo? Ou seja, a pergunta certa não é o que se passa em nossas vidas, mas sim quem somos nós, como queremos vivê-la. Sabendo disso, devemos parar de pensar que somos lindos, donos de infinitas curtidas na internet e que o que é importante é ter um punhado de ilusões que nos sustentem.

O vazio emocional é nítido e insuportável, porque nos lembra de que precisamos de algo que não podemos determinar, inundando-nos de desespero e desolação. Lutar contra o vazio não é fácil. Parece que é a mais negativa das emoções e dos sentimentos que existem, e que se opõe contra nós para nos destruir. No entanto, podemos sempre decidir se nós tomaremos o controle de nossa vida e começaremos a definir o que nos perturba, ou se continuaremos em um barco à deriva num mar de incerteza e de dor. Todo mundo tem que mergulhar dentro de si e tentar encontrar a chave que provoca a sensação de vazio. Não há fórmulas mágicas ou remédios infalíveis. A solução está dentro de cada um e, portanto, só depende de você chegar à verdade. No final, a mudança é uma porta que só pode ser aberta a partir do nosso interior.

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

32 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *