Look para o dia a dia: calça destroyed + camiseta básica

O equilíbrio da minha história encontrou o seu eixo quando eliminei as cobranças e a insistência em tentar viver em meio aos padrões. Parei de andar na ponta dos pés e passei a andar com toda velocidade, a estar presente com os pés no chão. Consegui enxergar tudo aquilo que perdia por não me dar atenção, aspectos que estavam guardados no meu interior e que nunca cheguei a imaginar. No dia em que comecei a me amar, pude me olhar no espelho e, curiosamente, gostei do que ele me devolvia. E a partir daí me tornei consciente do quanto eu era importante para mim. No dia em que eu comecei a me amar, comecei a apostar em mim para não me deixar de lado. Além disso, nesse mesmo dia compreendi que foram as minhas decisões que me levaram ao lugar em que hoje estou e gosto disso, com os prós e contras incluídos, mas gosto de onde estou e, certamente, de como sou.

Quando o amor próprio é convidado para entrar em nossas vidas, entendemos que buscar fora não é a solução, que somente quando já tiver acabado as construções, os consertos e as reformas internas é que poderemos sair para buscar materiais lá fora. Antes é essencial que tudo esteja mobiliado e sem nenhum tipo de tijolo partido. Meus pensamentos, emoções e minhas condutas são o que me fazem ser como sou junto com o que está ao meu redor. Por isso, quando alguma coisa não está bem, eu sei que primeiro devo olhar para dentro, depois para fora. Talvez buscar fora alguma coisa e não encontrar seja um sinal de que eu estou procurando no lugar errado. Às vezes desistir também funciona. Começar a me amar me ensinou isso. E não é só isso, também me mostrou que eu ainda tenho um longo caminho a percorrer. Mas não importa porque eu tenho a melhor motivação de todas: ser a melhor versão de mim mesma, ou seja, praticar o amor-próprio todos os dias da minha vida.

E mesmo sem ligar para padrões ou para o biotipo, me conhecer me fez ser flexível e entender o que era compatível com o meu dia a dia. Refiz quem sou, minhas ações e a maneira como quero ser vista pelo mundo, o que fez meu guarda-roupa mudar por completo. Peças que antes não faziam parte do meu dia, hoje são minha salvação, um exemplo disso, são as camisetas básicas da Monograme.

Eles vieram para unir o básico ao luxo, dois conceitos que para muitos não andam de mãos dadas. Mas, eles acreditaram e fazem isso acontecer. Perfeccionistas, a Monograme oferece os melhores produtos e experiências. Acreditando que sua personalidade é o mais importante, por isso, eles permitem que você seja cada vez mais você – sem logos ou estampas interferindo nisso. Seu objetivo é entregar o clássico que todo mundo tem no guarda-roupa, mas repaginados e modernos. Por isso sua qualidade da matéria prima, modelagem e acabamentos são pesquisados e testados incansavelmente.

Elas são ideais para dias corridos, onde precisamos elaborar composições confortáveis e que sejam flexíveis, para que enfrentemos qualquer compromisso ao longo do dia com segurança e sem medo de errar. Camisetas básicas, principalmente as de cores neutras, são indispensáveis no guarda-roupa feminino, visto que destas peças surgem grandes composições. Para complementar, usei uma calça destroyed nos joelhos e na barra, que elimina o ar básico da combinação, sem omitir o conforto e beleza.

Camiseta Gola V – R$ 59,90

Camiseta Box com Poás – R$ 40,00

Para aqueles dias recheados de compromissos não poderíamos finalizar nosso look de guerra de outra forma se não com um tênis bem confortável, o tênis Nike Eric Koston proporciona um excelente amortecimento e conforto aos pés, com um cabedal resistente e com o nome de um dos maiores profissionais do Skate mundial, Eric Koston. Confeccionado em camurça de couro e nyon, ele conta com fechamento em cadarço e possui detalhes em costuras no cabedal. E o melhor, ele pode ser adquirido na Atacado Barato com o melhor preço do mercado, é aquele achado para levar para a vida.

Quando o amor próprio bate em nossa porta, precisamos aproveitar e viver com vontade de viver. De uma forma mágica, tudo se transforma e encontra o seu equilíbrio. Espero que um dia todos explorem sua melhor versão e naveguem pelas suas raridades, descobrindo assim tudo que está guardado dentro de si e que não é demonstrado por medo. Mas, espero ainda mais que você possa aproveitar a sua própria companhia. Eu já comecei a me amar. E você, está preparado?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

42 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *