Você será feliz, disse a vida, mas primeiro o tornarei forte

Serás feliz, disse-me a vida, mas primeiro o tornarei forte e resiliente. Farei você renascer. Porque não será capaz de enxergar o quanto tu és forte sem que essa seja sua única opção. Porque eu, a vida, sou constituída de cicatrizes, de sossego, de afetos, de momentos bons e ruins, de companhias, de oportunidades e dificuldades e dessa sabedoria que refletimos sobre os problemas mais caóticos. Estarei aqui para lhe segurar diante os solavancos, quando precisar remar contra o vento e a maré, quando você precisar abrir suavemente o tesouro da sua fortaleza interior. Estarei aqui mesmo quando não me quiser, mesmo quando demonstrar que se cansou de mim, porque sou feita de idas e vindas e dentre as curvas dessa estrada desconhecida há muito para te surpreender e para te ensinar a ser.

Estava assistindo um vídeo essa semana e nele foi citado a seguinte frase: quanto mais bonito é o espetáculo, maior é a confusão atrás dos bastidores. E é exatamente assim, mas infelizmente, só conseguimos enxergar o sucesso de alguém, sem nem pensar em suas batalhas por trás daquelas vitórias. A diferença entre quem apresenta o espetáculo e quem admira o seu resultado, pensando que não é suficiente para ter um próprio, é que um entende que as dificuldades são precisas, e o outro entrega de bandeja sua própria existência por pensar que não é forte o suficiente para seguir em frente. Ser mentalmente ou emocionalmente forte ou resiliente, significa saber adaptar-se bem a problemas como o estresse, os traumas, as adversidades ou as tragédias. Nós não nascemos resilientes – este é um processo que pode ser aprendido por qualquer pessoa.

Vocês conhecem a história da menina, do ovo e do café? Era uma vez a filha de um jardineiro que vivia se queixando da vida e do quando era difícil seguir em frente. Ela estava cansada de lutar e já não tinha ânimo para nada, quando um problema era solucionado, um novo aparecia e isso a fazia se sentir derrotada. O jardineiro pediu a sua filha para se aproximar da cozinha e se sentar. Então, ele encheu três recipientes com água e colocou no fogo. Quando a água começou a ferver, colocou uma cenoura em um dos recipientes, um ovo no outro, e no terceiro alguns grãos de café. Deixou ferver sem dizer uma palavra enquanto a sua filha esperava impacientemente sem entender o que o pai estava fazendo. Cerca de vinte minutos depois ele apagou o fogo: tirou as cenouras da água e colocou em uma tigela, colocou os ovos em um prato e por último coou o café.

Ele olhou para a filha e perguntou: “O que você vê”? “Cenoura, ovo e café”, foi a resposta dela. O pai pediu que ela chegasse mais perto e tocasse a cenoura, ela obedeceu e percebeu que as cenouras estavam macias. Em seguida, pediu que ela quebrasse o ovo, ela tirou a casca e percebeu que o ovo estava duro. Por último, pediu que ela tomasse um gole de café. Ela experimentou, sorriu enquanto provava o seu doce aroma e perguntou humildemente: “O que significa isto, papai”?

O jardineiro então explicou que os três tinham enfrentado a mesma adversidade: a água fervente, mas haviam reagido de formas muito diferentes. Corajosamente, a cenoura entrou na água forte e resistente, mas depois de passar pela água fervente se tornou fraca, fácil de se desmanchar. Já o ovo entrou tão frágil, mas sua casca fina protegeu o líquido interior, depois de passar pela água fervente, ele havia endurecido. Já o café, depois de passar pela água fervente, havia transformado a água.

“Qual deles você é”? Ele perguntou à sua filha. Quando a adversidade bate à sua porta, como você reage? Você é como a cenoura que parece forte, mas diante da dor e da adversidade se torna frágil e perde a sua força? Você é como um ovo que tem um coração e um espírito maleáveis, mas depois de uma morte, separação ou demissão, você se torna dura e rígida? O exterior continua o mesmo, mas como você se transformou por dentro?

Ou você é como o café? O café mudou a água, que era algo que lhe causava dor. Quando a água chega ao ponto de ebulição, o café atinge o seu melhor sabor. Se você é como o grão de café, quando as coisas pioram, você reage e transforma as coisas ao seu redor para a melhor.

Ser um ovo ou uma cenoura só afeta a si mesmo, portanto, levante-se e siga em frente. Lute, porque se você não reagir hoje, sofrerá amanhã. Seja forte e confie em si mesmo, não pare. Entenda que é natural aparecerem empecilhos. Cada pedra no caminho te ajuda a rever seus valores e objetivos e te brinda com a possibilidade de aprender sobre aquilo que estava incompleto. No fim, nenhum espetáculo surge em um estalar de dedos, em seus bastidores as confusões persistem, mas a vitória nasce das cinzas do erro e da adversidade.

Mas e você, se fosse se definir seria ovo, cenoura ou café?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

44 Replies to “Você será feliz, disse a vida, mas primeiro o tornarei forte”

  1. É o famoso “Todo mundo vê as pingas que você toma, mas não os tombos que você leva!
    Amei o texto, ainda não sei o que sou na sua classificação…
    bjs

    1. Exatamente, Carol. Fico muito feliz por você ter gostado! ❤

  2. Caramba, mas um texto de tirar o folego e que nos faz refletir, amei o post!

    Beijo
    😉
    Blog| Instagram| Canal no Youtube|

    1. Muito obrigada, Gessica. Fico imensamente feliz por você ter gostado! ❤

  3. Nossa que lindo, amei *.* as vezes a gente é cenoura, as vezes ovo. Com os ensinamentos da vida a gente aprende a ser café. Linda reflexão é para vida ♥
    Charme-se

    1. Que bom que gostou, Simone. Fico imensamente feliz! ❤

  4. Nossa, nunca tinha ouvido essa história… mas realmente os processos diferentes sob essa perspectiva podem fazer a gente enxergar melhor como enfrentamos as coisas na vida. E é fácil achar que o espetáculo bonito é glamouroso e tudo foi simples, sem pensar nas jornadas até ali!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    1. Exato, temos a mania de analisar apenas as vitórias, sem ao menos saber a caminhada até ali.. tudo na vida exige sacrifícios e dificuldades, mas todo mundo terá sua vitória! ❤

  5. Eu adoro essa frase. E não sabia da história mas amei.
    Beijos

    1. Que bom que gostou Mary, fico feliz! ❤

  6. reflexão inteligente a sua.
    Não sei qual seria minha classificação haha
    bj http://www.diadebrilho.com

    1. Que bom que gostou Wanessa, fico feliz!

  7. Rackel Aguiar Isidorio says: Responder

    Oi! Adorei o texto e a reflexão. Ainda não sei a minha classificação hahaha Bjos ❤

    http://clickliterarioblog.blogspot.com.br/2018/03/resenha-olhos-de-jade.html

    1. Fico imensamente feliz por você ter gostado, Rackel! ❤

  8. Uaall que texto incrivel!
    Adorei a reflexão! Que linda essa história, obrigada por compartilhar!

    Beijos ‘♥

    1. Não sabe como fico feliz em saber que você gostou, obrigada!

  9. Tbm não sei minha classificação :/
    Adorei a reflexão, me fez pensar muito.
    Grata pela postagem.

    1. Que bom que gostou, fico imensamente feliz! ❤

  10. Sem dúvida estou lutando para me tornar café. Já passei da fase de ser cenoura e ovo.
    big beijos
    http://www.luluonthesky.com

  11. Oi Kaila, adorei essa história do ovo, da cenoura e do café. A gente torce para ser “café”, né? Mas de vez em quando somos “ovo” demais. Bela reflexão!

    1. Pois é, Camila. Fico feliz por você ter gostado! ❤

  12. Amamos o texto ele é uma ótima reflexão, realmente as pessoas só vem o sucesso da outra e nem imagina o que ela passou para chegar até ali, e sobre a historia da cenoura, do ovo e do café é um ponto bem interessante de ver como reagimos a situação que passamos e cabe a gente se decidir o que vai se tornar após enfrenta-las.

    Beijos

    http://onlyinspirations.blogspot.com.br/

    1. Não sabe como fico feliz em saber que vocês gostaram, obrigada! ❤

  13. Adorei a história, não conhecia. No caminho pra ser café, acho.

    Beijos
    Mari Dahrug
    https://www.rabiskos.com.br/

    1. Fico feliz por você ter gostado da história, Mari!

  14. não conhecia essa história…
    ótima reflexão!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    1. Que bom que gostou Luana, fico feliz! ❤

  15. Olá
    Tudo bem Kaila?
    Amo suas postagens, seus textos me inspiram bastante.
    Beijos da Kah
    Blog Mundo da Kah
    Canal Blog Mundo da Kah
    Instagram

    1. Oi Ka, tudo bem e você? Fico feliz por ter gostado! ❤

  16. Não conhecia essa história da menina, da cenoura, do ovo e do café. Gostei muito de conhecer. 🙂 Boa semana.

    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    1. Fico extremamente feliz por você ter gostado, Inês! ❤

  17. Que lindo Kaila! Adorei e estou aqui me perguntando qual dos três eu sou!!
    Acho que sigo tentando ser o café, após um período sendo ovo….

    Bjukas!
    Unhas&Tudo ♥

    1. Fico feliz por você ter gostado, Gigi! ❤

  18. Se você me perguntasse há alguns meses, eu seria a cenoura, mas hoje em dia, não direi que sou, mas estou caminhando no sentido do café. Muitas coisas parecem dificeis e sempre vão parecer, mas se a gente deixar que ela nos abale, jamais iremos caminhar, apenas pausar e esperar o que tem de acontecer, mas na maioria das vezes, não acontece nada e a pessoa percebe que passou a vida toda parada num mundo, onde ela podia ter tentado tanta coisa.
    Amei o post flor e não conhecia essa história que contou. Xeruh

    http://www.kleidenaira.com.br

    1. Fico extremamente feliz por você ter gostado e por conhecer um pouquinho mais de você, não é fácil ser café, mas quando chegamos lá vemos que nosso amadurecimento e a forma que enxergamos a vida se transformou! ❤

  19. Aaaahhhhhh Kaila que fofurice esse texto!
    Já fui cenoura e ovo viu?????
    A cada dia procuro mais e mais ser café, um dia eu chego lá se Deus quiser.
    Com o tempo a gente vai aprendendo 😉
    Excelente semana pra ti
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    1. Não sabe como fico feliz por você ter gostado, Luli. Obrigada! ❤

  20. Que post lindo, Kaila! Quantas palavras belas! Eu nunca tinha ouvido essa história antes, mas me identifiquei por já ter sido cenoura, ovo e café. Acho que com o amadurecimento eu fui aprendendo a plantar mais amor para colher mais amor, mesmo quando a água está fervendo muito. Esse post me tocou muito (como tantos outros posts seus têm tocado) e me fez ter mais certeza ainda de que, apesar das adversidades, preciso ser sempre grata e resistir, com amor no coração.

    Abraços!

    Lysonjeada

    1. Ah Lysia, se você soubesse como palavras como essas me inspiram a seguir e a criar os conteúdos, você passaria mais vezes por aqui, viu? Fico feliz em estar te causando essas reflexões! ❤

  21. Acho que finalmente tô aprendendo a ser café <3

    http://www.mayaravieira.com.br

  22. Eu não conhecia essa história. Adorei conhecer para poder repassar. <3
    Eu sou meio-termo em tudo. Até aqui. Sou metade cenoura e metade ovo. Depende muito do que estou enfrentando. Mas adoraria ser um pouco café.
    Amo textos/posts que me fazem pensar, que são construtivos. Obrigada por mais esse. Estou devorando as postagens aos poucos. Amei teu conteúdo. Vou te colocar no meu blogroll para não lhe perder. Beijos.

    1. Ah Nick, fico imensamente feliz por você ter gostado do post e do meu pequeno espaço virtual. Gratidão! ❤

Deixe uma resposta