Quer sentir-se melhor consigo mesmo?

Ela que pensava que conhecia a vida, percebeu que seus dias se tornaram uma incógnita em um piscar de olhos. O universo se movimentava e sua essência fazia morada permanente em um mesmo lugar: os instantes eram monótonos, dispensava qualquer ato que pudesse tira-la da calmaria, vivia em um piloto automático, desconhecia as pessoas ao redor, não entendia o significado das escolhas que fazia. Mas, como poderia compreender qualquer coisa sem ao menos se conhecer? De uma forma falha, tentava preencher esse vazio com minuciosidades vagas. Passamos anos bloqueando sentimentos e situações difíceis da nossa história, simplesmente esperamos a tempestade passar e seguimos como se nada tivesse acontecido, no entanto, as nuvens se carregam e precisam se esvaziar em algum momento. O auto conhecimento se interligou com meu percurso, nossos destinos se cruzaram e iluminaram minha melhor versão, que junto com todo bloqueio, estava oculta.

Velejamos dia a dia com nosso próprio sonho pessoal, conscientes ou no modo automático, eles se manifestam, conduzindo-nos como se fossem um guia. Em algum momento da nossa história, percebemos que os problemas precisam ser encarados de frente, que situações desconhecidas precisam ser exploradas, mesmo que isso signifique ficar preso em um beco sem saída. Dentro de nossa busca pelo bem-estar e crescimento interior, vive nossas metas, propósitos e a materialização dos nossos desejos pessoais, o auto conhecimento é a chave para torna-los possíveis. Falar sobre nós mesmos, em algumas ocasiões, é complexo. Nós sentimos que nos conhecemos e que sabemos a respeito de nós próprios, mas são raras as vezes que paramos para pensar, refletir e escrever sobre nossos ideais.

Imagine-se na frente de um espelho, cara a cara consigo mesmo, se você se perguntasse: quem sou eu? Qual seria sua resposta? Você saberia dizer quem você é neste momento e quem quer chegar a ser? Eu não estou falando sobre o “eu” que os outros exigem que você seja ou, muito menos, as atitudes “corretas” para se adaptar e se conformar com o que a sociedade aceita. Eu estou falando sobre o seu “eu“ verdadeiro, o “eu“ que quer autenticamente se expressar, demonstrar suas qualidades especiais e originais ao mundo.

E se lhe perguntassem sobre a linha da vida? Como seria classificada a sua? Essa ferramenta permite que você crie uma linha horizontal que representa a sua vida. Nesta linha, você deve marcar um ponto médio que representa o agora. Em seguida, inclua as diferentes situações e experiências vivida no passado, dessa maneira, você se torna consciente daquilo que considera relevante em sua vida.

Sinta conscientemente as emoções, como tesouros, já que o poder delas em nós é imenso. Escute suas emoções, elas podem contribuir e revelar muitos detalhes sobre nós mesmos, sobre outras pessoas ou diferentes situações. Entender o seu estado emocional, é a chave para conhecer quais são as emoções que se repetem em seu dia a dia, ou a origem delas, entre outras manifestações, poderá fazer com que você tenha um maior autoconhecimento em qualquer fase de sua vida que deseje. 

Porque o auto conhecimento é importante?

  • Ele te faz entender melhor suas forças e fraquezas.
  • Ele te ajuda a compreender melhor aspectos da sua personalidade que você não compreendia ou não aceitava;
  • Ele cria formas de intensificar suas forças na direção que você quer;
  • Você fica mais confiante de si;
  • Ele abre os teus olhos e te faz ficar de olho em suas fraquezas, tornando-te um melhor profissional, líder e empreendedor;
  • Ele te ajuda entender melhor sua vocação profissional, aliando-as com os cargos que você mais tem afinidade;

“Descubra quem você realmente é e doe cada particularidade do seu eu verdadeiro ao mundo. Só você consegue tornar sua vida extraordinária.”

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

46 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *