A vida é um eco, você recebe o que emite

Ei, o meu mundo gira na mesma intensidade que o seu, apenas o observamos de uma maneira distinta. Em meio as nossas fases, uma camada obscura costuma esconder as belezas ao nosso redor, batalhamos de maneiras diferentes, mas enfrentamos a mesma guerra. Na minha pré adolescência, pensava que nada que fazia era suficiente, tudo parecia ser tão monótono,  até a forma de andar do vizinho era extraordinária, mas minhas ações sempre eram estagnadas. Por um longo tempo, meus pensamentos ficaram presos nessa negatividade, até que o colegial chegou ao fim, e essa nuvem cinza que parecia me rodear, deixou uma brecha para um raio de sol e um pouco de cor. Meus olhos só viam as partes escuras, porque era isso que emitia para o mundo: meu lado mais estático. Minhas energias me mostraram que esse mundo é muito mais bonito do que imaginei, e que ele pode ser ainda mais esplêndido se nossa índole for conduzida pela luz.

Em primeiro lugar, entenda que a lei da doação funciona para todas as pessoas e agem em todas as áreas da vida: profissional, relacionamentos, dinheiro, felicidade, bem estar, auto estima, dentre outros. Quando você alimenta os sentimentos negativos em si e os transmite aos outros, sua vida torna-se cada vez mais pesada e infeliz. E provavelmente, você já percebeu que, quando está bem e distribui positividade, coisas boas começam a acontecer. Lei da doação trata do segundo caso: expressar coisas boas para recebê-las de volta.

Dentro de nós, existe um lixo emocional: ele é produzido nas usinas do nosso pensamento enquanto crescemos interiormente. São emoções que se passaram por nossa vida e nos ajudaram, mas que não têm mais utilidade. São sentimentos que foram importantes no passado, mas que ficaram para trás. São lembranças de dor que nos amadureceram, e que agora não servem para nada. Porque insistimos em carregar todo esse lixo? Ele foi feito para ser jogado fora. E, no entanto, apegados aos nossos sentimentos antigos, ficamos com pena de deixá-los. Preenchemos nosso porão espiritual com uma quantidade imensa de memórias vazias, que ofuscam as novas lembranças, e causam arrependimento, mágoas e abrem cicatrizes. Não procure sentir coisas que você não está sentindo mais, não procure ser quem você era.

Elimine as bagagens que de alguma forma, lhe faça abrir espaços para os pensamentos negativos. Emitir boas energias é tão fácil quanto piscar os olhos: se quer alegria, faça os outros sentirem-se alegres. Se deseja amor, transmita amor. Se procura atenção e apreço, aprenda oferece-los. Se quer bens materiais, ajude outros a crescerem. A maneira mais fácil de se obter o que se deseja é ajudar os outros a conseguirem o que querem. O universo opera por meio de trocas, o fluxo da vida nada mais é do que a interação de todos os elementos e forças que existem. O que você dá, você recebe. O que oferece, retorna a você. Esta troca é o que mantém a vida fluindo. Sem ela, tudo se estagna.

No entanto, se no ato de dar, você sente que está perdendo algo, o objetivo real de doação não existe. Ele deixa de ser uma doação para torna-se apenas uma perda e essa troca não atua como esperado, porque não há energia por trás do seu ato. Nossa intenção é essencial, até porque ela vem de dentro de nós, onde a energia tem mais força, se você faz de bom coração, terás isso de volta. Ofereça diariamente alguma coisa positiva ao máximo de pessoas que puder. Dê sorrisos, elogios, atenção, o desejo silencioso da felicidade do outro, uma palavra amiga. Ofereça o que você tem de melhor ao mundo para manter a circulação de coisas boas fluindo. Tudo voltará para você.

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

80 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *