Manual do cabelo oleoso: o que fazer e o que evitar

Três anos foram suficientes para modificar minha rotina por completo, antes acordava diariamente as seis horas da manhã, me trocava e logo ia para a escola, ao chegar em casa almoçava e tinha quase todo o dia livre, se não fosse por um detalhe rotineiro: lavava meus cabelos todos os dias no mesmo horário, para mim, era como se fosse uma responsabilidade que não poderia ser descumprida. Meus fios sempre foram oleosos e isso nunca me agradou, ao chegar em casa após a escola já podia perceber o quanto eles estavam sem forma e volume, parecia que nem haviam sido lavados. Busquei entender o que acontecia, sabia que essa era uma forma de proteção contra a quebra e poluição, mas tinha certeza que algo estava errado, após algumas pesquisas, descobri que cometia grandes erros ao cuidar dos meus cabelos e que eles eram responsáveis por tamanha produção de óleo.

Os cabelos oleosos são comuns, principalmente no Brasil, onde o clima é tropical. Eles não só atravessam nossa auto-estima como prejudicam outros fatores do nosso cotidiano. O hábito mais comum das pessoas que possuem os fios oleosos é lava-los diariamente, ficar muito tempo sem higienizar os cabelos pode aumentar a produção de óleo, entretanto, enxaguá-los todos os dias pode ter o mesmo efeito. O ideal é intercalar as lavagens dia sim, dia não e utilizar produtos específicos para o seu tipo de cabelo. Se você for adepta aos shampoos anti-resíduos, procure usá-los somente uma vez por semana, para não causar o efeito rebote.
Minha maior mania? Mexer nos cabelos o tempo todo e isso é fatal para os fios oleosos. Seja por mania, timidez ou para mudar o lado da repartição, se policie para não movimentar os cabelos. Esse hábito deixa nossos fios com aspecto pesado, acumulando sujeira, suor e a gordura da pele ao longo do dia. Usar o cabelo ou a franja presa podem ser essenciais nos primeiros dias, até perdemos esse costume.
Evite coisas quentes, como a água ou o secador. Essa temperatura alta vai estimular ainda mais a produção de óleo, além de favorecer o ressecamento das madeixas. O segredo é começar o banho com água morna para retirar o excesso de oleosidade da raiz e terminar com água fria, truque perfeito para dar brilho aos fios. Quanto o secador, procure usa-lo dez centímetros de distância da raiz.

Um dos maiores erros de quem possui os cabelos oleosos é escolher produtos que só acentuam essa situação. Por isso, para tratá-los da maneira correta é preciso pedir ajuda a seu cabeleireiro, e juntos, identificarem qual é a melhor linha de cosméticos para deixá-los saudáveis. Se eles forem oleosos apenas na raiz, o shampoo e condicionador deve ser direcionado às madeixas mistas, se forem em todo o comprimento, será preciso achar uma coleção que mais se adapte aos seus fios.

Seu melhor amigo será o shampoo a seco, ele é responsável por salvar o nosso visual em momentos que precisamos estar com os fios bonitos e não temos tempo de lavá-lo e finalizá-lo. Portanto, procure ter sempre um na bolsa para não passar nenhum aperto no seu dia a dia. Mas, não se esqueça, usar o produto de forma exagerada pode surtir o efeito contrário, deixando os fios rígidos e com aspecto opaco.

Seus cabelos são secos, mistos ou oleosos? Qual é sua dica favorita?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post.

34 Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *