Trabalhar por conta própria: vantagens e desvantagens

Mariana segue uma rotina fixa, todos os dias se levanta no mesmo horário, trabalha em um escritório 8h por dia e usufrui do aconchego do seu lar para descansar. Na mesma cidade, reside Fernanda, uma sonhadora que tem como desígnio viajar e experimentar as comidas típicas de alguns países. Já para João, alguns meses parecem anos, isso porque ele está em uma contagem regressiva para finalizar a faculdade. Na imensidão desse universo, a presença dos sonhos é inevitável, alguns maiores, outros mais simples, mas, nenhum inalcançável. Há mais de um ano, nosso país começou enfrentar um verdadeiro caos, nossas vontades passaram a não depender apenas de nós, não conseguir lidar com barreiras rotineiras, como manter as contas em dia ou sentir estabilidade no emprego, se tornou o maior pânico da população. Circunstâncias básicas que deveriam ser simples, estão cada dia mais distantes.

Há seis meses, enfrentamos uma das maiores aventuras de nossas vidas: não ter emprego fixo, viver em uma casa com contas fixas e ter acabado de se casar. Esses três fatores poderiam ter transformado esse instante em um pesadelo, se não tivéssemos olhado pelo lado bom daquele acontecimento. Não foi fácil decidir trabalhar por conta e juntos, já que uma casa e um relacionamento acarreta muitas responsabilidades, unir todos esses fatores com um trabalho em conjunto, seria desafiador. Mas, escolhemos arriscar. Atualmente, trabalhamos com assessoria digital, agenciamento e com as mídias do Minuto de Bobeira.

Olhar tudo o que aconteceu com bons olhos e estar preparados para viver essa nova fase foi fundamental para conseguirmos observar todas as vantagens desse novo momento. Nosso cotidiano se transformou por completo, percebemos isso depois que os nossos horários ficaram completamente flexíveis. Toda aquela rotina que a gente seguia foi desconstruída e até hoje não construímos uma regrada, já que o nosso trabalho é incerto. Um dia escrevemos textos, no outro fazemos fotos, precisamos ir em banco, pagar contas, responder e-mail, entregar trabalhos, etc. Essa flexibilidade é positiva até certo ponto, se não soubermos administrar o nosso tempo nosso trabalho não rende, e esse é o ponto negativo de não ter horários.

Explorar todos os minutos do dia juntos, fez com que a gente compreendesse a rotina que cada um tinha antes. Ele de trabalhar fora, de se preocupar com as contas e seguir horários, enquanto eu, cuidava das particularidades do blog e da nossa casa. Eram dois universos diferentes que se uniam quando estávamos juntos. Estávamos abertos para conhecer e dividir essas tarefas, hoje tudo é compartilhado, desde os serviços domésticos até as responsabilidades externas. Realizar essas ações fez com que a gente criasse um elo mais forte, nas horas boas é fácil estar acompanhado, nas difíceis apenas as pessoas verdadeiras permanecem. Ver quem é quem com nossos próprios olhos foi o maior aprendizado que podíamos ter, com isso, passamos a dar mais valor um para o outro e consequentemente, o companheirismo ficou mais intenso.  Os momentos de lazer ficaram mais frequentes, como nossa rotina é flexível é fácil encaixar algum momento de descanso entre os afazeres do dia.

Entre tantas vantagens, alguns fatores permanecem iguais aos de um trabalho fixo, como por exemplo: as responsabilidades, cobranças e correria. Em alguns momentos pode ser até pior, visto que tudo o que acontece ao nosso redor é um compromisso exclusivamente nosso, qualquer erro, um prazo não cumprido, um artigo mal escrito é responsabilidade sua. Não tem para onde correr ou quem culpar, promovendo assim um comprometimento maior com qualquer serviço aceito.

As correrias do dia a dia e o stress do trabalho se unem, se não soubermos lidar com essa situação grandes atritos podem acontecer. Essas preocupações se dobram quando o assunto é o salário, quando você escolhe trabalhar por conta própria na bagagem vem o dilema de não ter um salário fixo, nem todo mês é satisfatório, as contas irão chegar, você irá as observar e não terá dinheiro para arcar com todas elas, por isso, é tão importante saber investir cada valor conquistado.

E para finalizar, prepare os ouvidos, especulações sobre o seu trabalho e palpites são frequentes. Algumas pessoas não são capazes de entender que trabalhar por conta pode ser uma escolha e não falta de oportunidade. Já ouvimos coisas do tipo: Nossa, como você paga suas contas sem fazer nada o dia inteiro? Mas você não faz nada, porque seu dia é tão corrido?

Pelo menos duas vezes por semana escutamos uma dessas perguntas ou algo parecido. Grande parte das pessoas imaginam que a gente fica em casa o dia todo, sem fazer nada, apenas assistindo televisão. Espero que esse pensamento não seja tão rotineiro na vida das pessoas que escolheram trabalhar por conta, que seja apenas culpa da cidade pequena que moramos. Com altos e baixos, provações e aprendizados, nossa vida segue da forma que tem que ser, sempre leve e trilhando pelos caminhos do bem..

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

46 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *