Como identificar e afastar pessoas maldosas do seu caminho

Não reconhecer o universo em que habitamos é algo assustador, nossos dias se tornaram uma linha do tempo, onde quem possui uma boa essência se tortura ao ver os significados sendo substituídos pela materialidade, os ensinamentos tão vazios e a essência tão rasa. Os percursos grandiosos foram trocados pelos mais fajutos, a benevolência foi dominada pela dúvida, pois não sabemos em quem confiar, a admiração se tornou o ato de querer o lugar do próximo, a lealdade só existe enquanto aquela ação lhe beneficiar em algo. São fatores como esses que transformam nossas estruturas, deixando-a mais forte, nosso coração se mantém atento e nossa mente é consumida pelos questionamentos. Quem é quem? Será que aquele alguém faz bem para nós também?

As pessoas de má índole normalmente são boazinhas, simpáticas, gentis, prestativas e estão sempre fazendo de tudo pelos outros. Quando viram as costas, falam mal, criticam e difamam a imagem dos indivíduos. Afinal, porque existem comportamentos tão contraditórios?

Pessoas falsas traem a si mesmas porque não são capazes de se aceitar como são, elas acabam criando uma ou mais personalidades para lidar com essa negação. Na maioria das vezes, este é um mecanismo tão inconsciente que a pessoa nem se dá conta de que está sendo falsa. Os falsos amigos podem estar em qualquer lugar, eles se aproximam de determinadas pessoas por ela possuir algo que lhe desperte desejo, como um objeto de valor, um imóvel, o emprego, a pessoa com quem você se relaciona ou pelo ser que você transmite ser. Reconhecer uma pessoa fictícia não é difícil, especialmente porque a verdade sempre aparece. As principais características de uma pessoa falsa, são:

1. Elas adulam intensamente outras pessoas, vivem elogiando e estão sempre dispostas a ajudar e fazer tudo pelos outros;

2. São agradáveis, atenciosas, comunicativas e simpáticas, sempre concordam com os outros;

3. Raramente reclamam de algo, pessoas má intencionadas sempre querem expressar que está tudo bem;

4. Caem em contradição com frequência e estão sempre envolvidas com fofocas;

5. De uma maneira sútil, elas tem o hábito de inferiorizar outras pessoas;

6. Costumam se intrometer em tudo, fingindo ter preocupação;

7. Dificilmente elas falam sobre seus sentimentos, pois estão sempre preocupadas em colher informações da vida alheia;

8. Vivem mostrando o lado negativo das coisas e os defeitos das pessoas, sempre com delicadeza, como se estivessem apenas abrindo seus olhos;

Conviver com pessoas de essência rasa é um desafio que enfrentaremos até nosso último suspiro, obstáculos como esses são essenciais para expressar que há dois percursos, o do bem e o do mal. Escolher os caminhos fáceis nem sempre é a melhor escolha, plantamos frutos ruins e colheremos consequências sérias, a lei do retorno jamais falhou. Seguir o caminho do bem nem sempre é fácil, inúmeros empecilhos cruzarão nosso caminho, mas seguir forte nele é algo extraordinário. Com algumas atitudes podemos suavizar a negatividade causada por esse tipo de pessoa, que até então quer que a gente cave o fundo do nosso poço com nossas próprias mãos, felizmente, aqui elas não alcançaram seus objetivos.

  • Procure ser neutro, não tente desmascarar ou confrontar esse tipo de pessoa, elas são tão manipuladoras que acabam revertendo a situação e colocando a culpa em você. Deixe que o tempo e a vida se encarreguem disso.
  • Tenha cautela a respeito das coisas que você conta da sua vida, há segredos que jamais devem ser expostos;
  • Não dê espaço para que ela fale da vida de outras pessoas para você, lembre-se se um ser tem essa atitude com você, quem prometerá que ele não fará a mesma coisa com suas particularidades?
  • Não dependa da pessoa para nada, evite pedir favores e não fale da vida de ninguém para essa pessoa;Mesmo fazendo de tudo pelos outros e sendo falsamente amada e aceita, a pessoa maldosa é infeliz e cheia de inseguranças, elas precisam manipular o próximo e passar por cima de quem for para obter amor e aceitação. No fundo, elas não têm autoconhecimento suficiente para se aceitar como são, pois são focadas em suas limitações e não sabem reconhecer seu potencial. A melhor maneira de lidar e ajudar essas pessoas, além das dicas acima, é incentivando que elas busquem o autoconhecimento para aprender a se aceitar e se amar verdadeiramente.Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

66 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *