As vezes, voar faz bem.

Ninguém disse que essa vida séria fácil, felizmente entre as idas e vindas podemos ser presenteados com anjos, que nós acolhe e tornam nossa caminhada mais leve. Aos sete anos ganhei minha primeira bicicleta, e ao levar meu primeiro tombo minha mãe correu até mim me tirando daquela situação, aos doze anos mudanças no meu corpo começaram acontecer, neste momento meus pais me explicaram que estava entrando em uma nova fase, aos quinze os desabafos com minhas amigas era constante, assim como os conselhos, aos dezoito o número de pessoas ao meu redor se diminuiu, consequentemente os tropeços da minha vida começaram a ser vividos apenas por mim, as lágrimas começaram a ser enxugadas pelas minhas próprias mãos, os conselhos maternos continuaram presentes, mas a armadura agora não era vestida por mais ninguém, os monstros da minha vida deveriam ser enfrentados apenas por mim.

Uma hora iremos precisar encarar nossa realidade de frente, observar que a vida era mais fácil quando nossa maior preocupação era trocar nossas bonecas. Vivemos a melhor fase da nossa vida pedindo para que a nossa independência chegue logo e quando a mesma aparece, só queremos reviver os momentos deixados para trás. Nosso molde são as barreiras, essas situações extremas são essenciais para enxergarmos nossa valentia e força interior. As vezes, enfrentar algo de frente no primeiro momento pode parecer ruim, mas depois de realizar aquele ato, percebemos que a gente pode mais do que oferece, que podemos lutar, batalhar e que no fim, nem todos os resultados são bons, mas são extremamente fundamentais para complementar quem somos como seres humanos.

O abismo pode ser frio, um labirinto sem saída, já que é um limite desconhecido, no entanto do outro lado dele podemos encontrar uma nova oportunidade, neste momento devemos abrir nossas asas com força e com muita resistência e aproveitar cada segundo dessa aventura que tem muito a nós proporcionar. Essas asas estão presentes em todos e estão prontas para serem usadas, a arte dessa vida é experimentar e cometer erros. Somos feitos de força e coragem, ousadia e conquista.

Antes de adiar algo por medo de não conseguir, pense que você é mais forte que imagina, espere antes de colocar alguém para vestir sua capa, saiba que os obstáculos da sua vida te tornaram mais fortes se enfrentados por você mesma. Não diga que não consegue antes de tentar, não peça conselhos quando a resposta que você precisa está dentro de você, não adie um compromisso por insegurança, tão pouco rejeite oportunidades únicas por pensar que não é capaz. Reflita sobre os momentos enfrentados por você até aqui, observe como eles complementaram e te agregaram como pessoa, como estes obstáculos te abriram portas e te mostraram que a vida é muito mais que a insegurança, aproveite os momentos raros dessa jornada única, explore tudo que a vida tem a lhe proporcionar, sinta e transmita seus aprendizados, lute fortemente e prove que as suas asas são mais fortes do que você imagina.

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post.

58 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *