O mal da rotina ou o pseudo-viver

Seu Jorge cantarolava, abençoado por uma melodia de Chico Buarque: ”Todo dia ela faz tudo sempre igual, me sacode às seis horas da manhã, me sorri, um sorriso pontual e me beija com a boca de hortelã”. Ambos os amantes não pareciam incomodados com a rotina que o casal compartilhava, e a composição não deixa transparecer qualquer desconforto com o cotidiano previsível. Mas e se ela o acordasse um pouco antes para cobrir-lhe de beijos com gosto de.. maça? Se não sorrisse ao acordá-lo, mas o pegasse desprevenido com cócegas que o fizesse perder o ar de tanto rir? E se ele faltasse no trabalho, um dia que seja, para brindar a vida na companhia da amada? Gostar da rotina não é algo ruim, eu mesma sempre gostei. Precisamos dela para nortear nossas vidas, dar linearidade ao nosso cotidiano, nos tirando do caos e auxiliando-nos a dar foco às metas. A rotina é nosso mais do mesmo que precisa existir, nossa obediência às regras, nossa submissão ao tempo, nossa dose de normalidade diária.

Sempre segui horários e sair da rotina era algo que me apavorava. Questionava-me se daria conta de tudo sem coordenar minhas responsabilidades, acordava e sentia que as vinte e quatro horas daquele dia não eram suficientes, até que percebi que o problema não são os horários, era meu medo de viver na corda bamba, de admirar o novo, de atrasar cinco minutos, de viver em um feriado no meio da semana sem pirar. Acredite, existem muitas pessoas que vivem com o método da agenda e eu era uma delas: acordar às seis, ler as notícias acompanhado de uma xícara de café – nem muito quente, nem frio, nem morno: acertar o ponto todas as vezes é crucial e rotineiro, por assim dizer – tomar um banho rápido, vestir-se e chegar no trabalho às oito. Nem sete e cinquenta e dois, nem sete e cinquenta e nove, muito menos oito e um. Oito. Trabalhar incessantemente, voltar pra casa (pelo mesmo caminho de sempre), assistir qualquer programa na televisão, dormir. Fim de semana é almoçar na mãe, ir ao cinema, voltar antes que escureça, dormir.

Trabalhar com horários flexíveis me mostrou que viver na corda bamba é possível, e que saber viver na corda bamba é essencial para viver uma vida por inteiro. Tudo bem acordar meio dia ou as oito, tudo bem querer comer pizza em uma segunda-feira, tudo bem abandonar o modo automático e se permitir viver o que nunca foi vivido antes. De que vale a vida, penso eu, se não arriscarmos, nos entregarmos ao novo? Ter o coração partido e se fechar para um novo amor, permanecer num emprego que te causa infelicidade mas que garante estabilidade, dormir cedo sempre, nunca se atrasar, ir ao mesmo cinema, frequentar as mesmas praias, estranhar novas amizades: que perda de tempo.

Seguir horários me torna uma pessoa mais produtiva, mais organizada e cabeça no lugar. Não seguir horários me torna uma pessoa mais leve, que sabe aproveitar cada segundo como se fosse o último e que cumpre com as responsabilidades de forma flexível. Mas não posso ser totalmente regrada e totalmente desregrada, então sou os dois, me tornei flexível. Se o café está bem quente, eu acho bom. Se está morno, me incomodo um pouco, mas engulo feliz. Se tem suco, agradeço: mais um dia sem cafeína. Porém, de uma coisa não abro mão na minha rotina: do momento de descanso, aquele momento em que a gente desliga tudo e faz apenas o que estamos com vontade de fazer.

É nesse momento que esqueço os problemas, coloco a cabeça no lugar, tomo um banho quente, visto um pijama confortável e apenas respiro fundo. Não sabia o que era me desligar em meio ao caos, não sabia o que era tomar uma xícara de chá, vestindo o pijama mais confortável do meu armário. E acredite, foi na corda bamba que aprendi. Mas não consegui sozinha, tive uma aliada que foi essencial para tornar isso possível: a RMD Lingerie. Entender e viver os momentos de turbilhão é necessário para movimentar nossa vida, mas saber se desligar do caos é fundamental para abrir os olhos no dia seguinte e estar inteiro para viver uma outra jornada. Meus dias não seriam o mesmo sem o conforto que os pijamas da RMD Lingerie me proporcionam. Eles são como aqueles melhores amigos, que abraçam forte e dão toda a força que precisamos. Por isso, estão sempre pertinho de mim. Mas, não se preocupe, tem conforto para todo mundo em muitos modelos diferentes no site da loja.

Compartilha com a gente: qual é seu modelo de pijama favorito e qual aquele hábito que você não abre mão nem nos dias mais corridos?

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post!

 

52 Replies to “O mal da rotina ou o pseudo-viver”

  1. Oie
    Eu amo pijamas, é o tipo de peça que estou sempre comprando.

    Beijinhos
    http//:diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

  2. Que fofura esses pijamas.

    Beijo!
    Cores do Vício

    1. Fico feliz por você ter gostado, Pathy! ❤

  3. Kaila adorei as peças super confortáveis são peças que toda mulher gosta, fiquei apaixonada pelos modelos Kaila bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Lucimar! ❤

  4. Olá Kaila
    Concordo plenamente com você que o segredo do bem estar é a flexibilidade.
    Não tenho nada contra a rotina, muito pelo contrário, me mantém organizada e otimiza meu dia, mas tb sou a favor de surpreender-me com uma sessão de cinema a meia-noite ou um chá no lugar do café.
    Esses pijamas são muito amorzinho, uma graça, amei suas escolhas.
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Luli! 😀

  5. É muito triste quando nos damos conta que estamos no automático, vamos dizer assim. Realmente é possível “afrouxar a corda” e buscarmos antes de tudo, qualidade de vida. Ótima dica de renda extra, para o mercado de lingerie e sleep wear, não tem crise. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    http://www.paisagemdejanela.com

    1. Fico imensamente feliz por você ter gostado, Paula! ❤

  6. Adorei o seu texto! O hábito que eu não abro mão é o de tomar uma xícara de café com leite antes de sair… meu humor fica melhor rsrs. Adorei os pijamas! bjs

    1. Fico feliz por você ter gostado, Lucélia! ❤

  7. Que lindos os pijamas, eu confesso que gosto muito da rotina.. me ajuda a não pirar..

    Beijo
    😉
    Blog| Instagram| Canal no Youtube|

    1. Fico imensamente feliz por você ter gostado, Gessica! ❤

  8. Ah, a doce rotina… planejar e ter horários é muito bom, porque ai sabemos o que temos de tempo de folga heheheheh
    Lindos pijamas! Agora vivendo aqui tive que me acostumar a dormir com pijamas no frio, somente, porque durmo sem roupa no verão hahahaha

    Beijokas,
    DMulheresInstagramFanpage

    1. Fico feliz por você ter gostado, Sheyla! ❤

  9. eu criei uma rotina pros dias de trabalho, e nos outros, faço coisas pro blog, mas deixo mais livre! :p
    que peças lindas!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    1. Que bom que gostou Luana, fico imensamente feliz! ❤

  10. Adorei o tema do texto! Também amo rotina, mas saio dela numa boa 🙂

    http://www.camilalacerda.com

    1. Fico feliz por você ter gostado, Camila! ❤

  11. Olaa! Tudo bem?
    Adoro esse tema, assim como gosto muito de uma rotina, de me planejar e organizar. Mas às vezes é bom sair um pouquinho para não ficar monótono..
    ah pijama eu gosto sempre dos mais confortáveis, tipo de flanela mesmo 🙂
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com/

    1. Oi Tamara, tudo bem e você? Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado! ❤

  12. Que pijamas lindos. os momentos de descanso precisam ser bem aproveitados. Nada melhor do que pijamas bem confortáveis
    Charme-se

    1. Nada melhor mesmo, Simone. Eu amo! ❤

  13. Thais Pereira Terra says: Responder

    Adorei os pijaminhas! Eu uso um blusão velho pra dormir. Uma coisa que tento fazer todos os dias é ler um pouco de algum livro.

    http://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    1. Fico feliz por você ter gostado, Thais! ❤

  14. Adorei o texto sensacional! Sou muito de rotina, mas gosto muito quando saio dela.
    Achei lindo os pijamas.
    Beijos

    1. Fico feliz por você ter gostado, Mary! ❤

  15. É bem isso que vc falou, é preciso um pouco dos dois.. eu não sou tão fã de rotina, adoro uma loucura!! Mas, entendo que algumas rotinas são necessárias e, as vezes, até essenciais para nossas vidas!!
    Lindos pijamas, são como eu gosto, blusinha e short!

    Bjukas!
    Unhas&Tudo ♥

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Gigi! ❤

  16. Realmente viver na rotina sempre é muito estressante, pois acabamos não tendo tempo para descansar e fazer o que nos relaxa, temos que saber equilibrar os dois lados. Os pijaminhas são lindos.

    Beijos

    onlyinspirations.blogspot.com

    1. Fico feliz por vocês terem gostado, meninas. ❤

  17. Juliana Ferreira says: Responder

    Fiquei desejando demais esses pijaminhas mais fofos, achei muito amor, principalmente para mim que trabalha de roupa de dormir.

    Beijos
    http://www.pimentadeacucar.com

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Juliana! ❤

  18. O segredo é o equilíbrio, né Kaila? Não adianta viver só na rotina, fugir dela às vezes faz um bem danado. E que pijaminhas lindos!

    1. Equilibrío é tudo, Camila! Fico feliz por você ter gostado! ❤

  19. Amo pijamas e esses seus são lindos.
    Gostei do post achei excelente.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia
    Instagram
    Facebook

    1. Fico imensamente feliz por você ter gostado, Jana! ❤

  20. Silvana Almeida Souza says: Responder

    Kaila vestir um pijama confortável depois de um dia puxado é a melhor sensação amei os que recebeu!
    Beijoss
    http://www.silalmeida.com

    1. Fico feliz por você ter gostado, Sil! ❤

  21. Eu gosto da rotina, mas também gosto dos horários flexíveis e que mudam o meu dia.
    Os pijamas são lindos. O meu favorito é o segundo.
    Bjus!

    galerafashion.com

    1. Fico feliz por você ter gostado, Adriana! ❤

  22. Lindas essas peças, Kaila!
    Eu adorei de verdade e já quero!

    Um beijo
    Jéssica Andrews Blog

    1. Fico imensamente feliz por você ter gostado, Jéssica! ❤

  23. Que tema maravilhoso. Com certeza os pijamas dão um sensação muito boa, após um dia de trabalho!
    Ótimos pijamas, bem charmosos.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    1. Não sabe como fiquei feliz por você ter gostado, Gabriele! ❤

  24. Eu adoro pijamas! Lindos esses que você mostrou!
    Beijos
    Lily’s Nail
    Instagram @lilys_nail_

    1. Fico feliz por você ter gostado, viu? 😀

    1. Que bom que gostou Aline, fico feliz! ❤

  25. Alécia Magalhães says: Responder

    Verdade, uma boa noite de sono, faz toda a diferença
    Gostei, muito legal!
    Blog ArroJada Mix|Blog Prosa e Texto|Blog Vapor da Cozinha

    1. Fico feliz por você ter gostado, Alécia! ❤

Deixe uma resposta