5 coisas desagradáveis que já ouvi por ser blogueira

Há um ano atrás, algumas batalhas emocionais foram intensas na minha trajetória: me encontrava no terceiro colegial, havia acabado de sair de casa, queria me autoconhecer antes de prestar um vestibular ou escolher qual profissão seguir, mas sentia que não havia tempo para isso. Meus amigos estavam escolhendo suas faculdades, procurando por repúblicas, e felizes por terem feito suas escolhas, enquanto no meio do turbilhão, velejava pelos meus sonhos, que imploravam para serem ouvidos, mas não sentia coragem para segui-los. Fiz minha escolha -mesmo sabendo que aquilo não se conectava comigo: me matriculei em um curso técnico. Porém, quando seguimos um caminho que não preenche nosso ser, aquilo se torna vago. Um ano depois, tranquei meu curso e tomei coragem para seguir o que meu coração implorava. Consegui compreender que a gente pode ser o que quisermos, qualquer coisa que seja feita com amor e sorriso no rosto, nunca será desamparada, nunca faltará emprego para quem é bom no que faz, não importa o que se faça. Muitos não acreditavam em mim, mas caminhei mesmo assim.

Em ligações e mensagens, as pessoas diziam: porque não escolher algo garantido? Entendia tal preocupação, mas sabia que os meus caminhos não precisavam ser iguais aos dos outros, e que tudo bem não querer seguir um caminho tradicional, isso não iria me impedir de alcançar meus objetivos. Mas, estar tão certa da minha escolha, não me fez ficar imune aos comentários desagradáveis. Eles vieram de lugares que não imaginava e me fizeram mais forte, ao invés de abaixar a cabeça, cada palavra ouvida me fortifica. Se você é uma criadora de conteúdo, como eu, aposto que já ouviu alguma frase abaixo:

Mas, isso não é uma profissão, você fica em casa sem fazer nada. Não tenho carteira assinada, mas assim como qualquer emprego comum, sigo horários, fecho contratados, entrego trabalhos, tenho compromissos e responsabilidades diárias. Imagine que você tem uma loja, você se doa para ela diariamente para que os consumidores apreciem aquilo, com esse espaço virtual não é diferente, preciso manter ele organizado, com bons conteúdos, dedicação e relevância para que empresas possam comprar minhas ideias.

Nossa, porque as lojas te mandam produtos de graça?  Comecei do zero e conquistei cada seguidor, cada comentário que recebo, batalhei por dois anos para alcançar um público fiel, me dedico para tirar boas fotos, para editar, para pesquisar sobre tendências, para criar conteúdos e invisto em equipamentos para fornecer essas particularidades. Então, não, as marcas não me enviam produtos de graça. Elas apreciam meu trabalho e realizam uma troca ou pagamento para fazermos sua publicidade. Assim, como as rádios e a televisão ganham para divulgar uma marca, produto ou campanha.

Porque você não manda currículo para arrumar um emprego? Moro em uma cidade do interior e na maioria das vezes, as pessoas não conhecem o tipo de trabalho que realizo. Esses comentários ficaram mais intensos depois que meu marido começou trabalhar comigo. Essas pessoas pensam que por estarmos em casa e não trabalharmos fora, somos desempregados e ficamos em casa o dia todo sem fazer nada – como se as contas se pagassem sozinhas.

Agora você anda só na vida mansa, sem fazer nada, né? Quantas vezes, fomos resolver coisas externas do nosso trabalho e encontramos alguém conhecido que nos pergunta se estamos de férias ou dizem que estamos muito bem, porque agora só andamos para cima e para baixo sem fazer nada.

Mas, como funciona seu trabalho? Me ensina? Por mais engraçado que seja, as mesmas pessoas que apontam o dedo para julgar são aquelas que se contorcem para saber como você conseguiu alcançar esse emprego.

Mesmo que você siga um caminho comum, não conseguirá agradar a todos e não ficará imune aos comentários. Siga o que te motiva, preenche e te faz feliz. Não permita que as negatividades ou elogios exacerbados derrubem o que te faz bem, usufrua dessas negatividades para te fortalecer. Algumas pessoas expressam o que tem dentro de si, enquanto outras querem te ver bem, mas não melhor que elas. Elas despejam esses comentários como uma maneira de se defender. Essas pessoas podem sentir apreço e carinho por você e se alegrar com as suas realizações, desde que o seu sucesso nunca supere o dela. Coloque um sorriso no rosto e faça o que sabe fazer de melhor – quando ouvir um comentário, apenas sorria mais uma vez e saiba que não existe caminho mais certo que aquele que nosso coração pulsa ao seguir.

E você, já ouviu um comentário desagradável sobre o seu trabalho? Compartilha com a gente!

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post.

76 Replies to “5 coisas desagradáveis que já ouvi por ser blogueira”

  1. Realmente, blogueira sempre ouve coisas de tipo. Já aconteceu comigo várias vezes. xD

    Beijo!
    Cores do Vício

  2. Realmente não é fácil! Ainda não cheguei a ouvir essas coisas porque mantenho meu trabalho como Analista de Sistemas, que me dá uma renda muito b.o.a que o blog ainda não me dá.
    Algumas pessoas ainda não notaram que o mundo evoluiu e acham que todo mundo precisa trabalhar fora de casa das 9 às 18 e ter carteira assinada.

    Beijos
    Mas imagino que as

    1. Sim, esses empregos ”modernos” assustam.

  3. Oi Kaila
    Nunca tive o blog como trabalho mesmo, já sonhei com isso. Sempre conciliei o blog com faculdade e trabalho, mas já ouvi muitas coisas desagradáveis. No meu caso eu recebo muitos livros das editoras e assim como vc são parcerias, não é de graça e as pessoas não entendem, pq gravar vídeos, pq a preocupação em fazer fotos, em ter um cenário legal, entre outros aspectos. É muito chato né. Adorei a reflexão.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    1. Fico muito feliz por você ter gostado Nessa, esse trabalho é muito difícil, porque você precisa conquistar um espaço e continuar sempre progredindo. Nada vem de mãos beijadas!

  4. Meu blog está longe de virar minha profissão, mas mesmo assim sei o trabalho que dá para manter um blog e ter o mínimo de visibilidade. Não é nada fácil.
    Acho que viver de blog, na internet num, geral é algo muito novo e a maioria das pessoas não estão familiarizadas com isso e acabam fazendo esse tipo de comentário. Comentários aliás que são bem chatos né não? Acho que se algum dia alguém falar alguma dessas coisas pra mim vou ficar meio irritada haha, mas né faz parte. Ossos do ofício.
    O importante é fazer o que a gente gosta e o que o nosso coração manda, e você está no caminho certo Kaila! <3

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    1. Muito obrigada Váh, de verdade. Desde que você tire um tempo para se dedicar, para criar conteúdos, automaticamente o site te prende como um serviço, mesmo sem ser sua fonte de renda. Ouvir esses comentários é bem ruim, mas no fim tudo se resume ao último tópico!

  5. É tão chato e triste isso né? Já fui muito influenciada por pessoas assim, mas hoje prefiro ouvir meu coração e o que quero realmente para minha vida. ♥
    Charme-se

    1. E como é.. você está certa! 😀

  6. Oi Kaila, o blog não é meu trabalho, na vdd n sei nem como funciona realmente hehehehe mas imagino que deva ser mais dificil que ter um trabalho ‘comum’. Se eu que só escrevo por hobby, ouço que poderia usar meu tempo pra coisa melhor, imagina pra quem o usa como profissão… as pessoas adoram julgar mas nunca se colocam no lugar do outro! Triste isso…

    Bjoooos

    1. Exatamente, elas sempre possuem um comentário desagradável na ponta da língua, para qualquer situação.

  7. Oi, Kaila!
    Nossa, eu já ouvi tanta coisa por ser blogueira, mas eu ignoro porque faço o que faço por gostar.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário e ganhe prêmios maravilhosos

    1. Faço isso também! ❤

  8. Claro… apesar de não ser “meu trabalho oficial”… ser blogueira dá trabalho né? E não é apenas receber mimos… tem muito mais por trás disso. E infelizmente nem todo mundo percebe isso!
    Beijooo
    Jake
    Blog Jake Badulake

    1. E como dá Jake, desde que você gasta tempo, se dedica e precisa estar presente ali, já se torna um trabalho.

  9. Ih, já ouvi algumas dessas também. As pessoas sabem como ser desagradáveis né… e na verdade falam sem nem saber do que estão falando.

    Beijo !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | O Blog Que Não é Blog – Instagram |

    | Cores das Amigas – Instagram |

  10. Nossa, essas são as principais. Tenho preguiça de gente assim…

    http://www.papomoleca.com.br

  11. Entra por um ouvido e sai pelo outro isso aí. E o famoso ” vou criar um blog hoje pra começar a receber também ” kkkkkkk
    Beijos

    http://Www.unhasclassicasemodernas.blogspot.com.br

    1. Exatamente! Hahaha

  12. é bem desagradável isso que vc falou no post, realmente as pessoas adoram dar pitaco naquilo que não conhecem, já percebeu?
    Simplesmente ignore isso e viva a sua vida com seu marido tranquila, vcs dois que devem saber o que é melhor pra vcs.
    bj http://diadebrilho.com

    1. Sim, as pessoas sempre tem na ponta da língua para falar algo desagradável. O importante é seguir os caminhos que nos fazem feliz!

  13. Olá minha flor , primeira vez que visitamos o seu blog, gostamos muito do seu post, realmente já ouvimos muita coisa, e já passamos por muita coisa nessa caminhada de blog, demos uma parada com o blog por causa da vida corrida, mas amamos publicar conteúdos e de uma força positiva influenciar pessoas, acredito que sonhos e objetivos são muito pessoais e por mas que ninguém acredite devemos seguir em frente, porque realmente os que mais falam mal , estão doidos para estar no nosso lugar.
    Beijokas da Carol e da Camila
    http://www.vamospapear.com

    1. Fico muito feliz em saber que vocês gostaram do meu cantinho, sejam bem-vinda! ❤

  14. É bem assim mesmo, as pessoas criticam e nem ao menos se dão ao trabalho de tentar entender o que você faz. É um modelo antigo de ver o mundo, muitas pessoas não estão abertas a novas oportunidades que surgiram com a internet. Mas continuemos firmes!
    Um beijo!

    1. Sim, o mundo muda constantemente e infelizmente, muitas pessoas não aceitam essas mudanças.

  15. Acho o fim quando ouço coisas assim, o povo tem que começar a entender que também é profissão como qualquer outra poxa!

    1. Pois é, muitas pessoas são presas aos costumes de antigamente e quando aparece algo novo, elas se recusam a aceitar.

  16. Eu tenho blog faz muitos anos, o Zíper Chique eu mantenho desde 2011 e tive altos e baixos com ele, não é meu ganha pão, gostaria muito que fosse, mas ele me salva. Quando vejo que não tenho freela ou recebo um Não de um processo seletivo, me dedico a praticar o que sei com ele, assim eu fico ativa e mantenho a cabeça ocupada e criativa.
    Parabéns por estar realizando o sonho que acreditou!

    Zíper Chique

    1. Pode ser considerado um trabalho, mesmo sem ser sua fonte de renda, visto que o trabalho que temos é o mesmo de um emprego fixo, né? Obrigada Vânia! ❤

  17. Eu já ouvi inúmeras vezes isso, e só quem trabalha com isso sabe o trabalho e tempo que demanda para montar post, divulgar, retribuir visitas, pesquisar, enfim.
    big beijos

  18. Eu já ouvi muito disso também e ah quero ser blogueira pra ganhar tudo de graça também,Ó o que você não quiser manda pra minha casa.
    Eu até evito falar que trabalho com isso, agora eu dei pra falar que trabalho com marketing pra lojas online. Ponto ai não preciso ficar na defensiva ou querendo dar aquela resposta feia. haha
    http://www.pamlepletier.com

    1. Faço isso, quando me perguntam, digo que trabalho com publicidade e pronto. Já ouvi muito isso de dar o que eu não quero, hahaha.

  19. Te entendo, floor! Algumas pessoas estranham, mas eu ainda concilio com meu trabalho (do qual nao gosto) e só não ouço esse tipo de coisa pq muitos acreditam que é só um hobby. Mas já me perguntaram se isso da dinheiro rs
    Deixo o que pensam. Sei como foi difícil pra mim escolher a faculdade, me formar e descobri que aquilo nao tinha nada a ver comigo. Agora, aos 30 anos estou me redescobrindo, e acredito que ninguém tem nada com isso.
    Bjs no coração

    http://cariocadointerior.com.br

    1. Exato, temos que seguir os caminhos que nos fazem felizes, independente de cada coisa. Ninguém vive nossa realidade!

  20. nossa, mas é realmente cada coisa que a gente escuta, eu já ouvi td isso tbm, as pessoas são mt sem noção, acham que nada disso dá trabalho e nem é trabalho ¬¬¬¬¬

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

  21. Eu acho um absurdo udo isso! Ninguém entende o trabalho que dá, mesmo eu sendo uma adolescente, que não trabalha com isso e não tenho um blog grande, tenho muito trabalho! Sabe, isso que me faz não assumir meu blog, ninguém da minha cidade sabe sobre ele, adultos já recebem muitas críticas, imagina eu. Ainda mais que moro em uma cidade pequena, onde ninguém nem sabe o que é ser blogueira. Todos vão falar e me tratar como se fosse só uma “coisinha de adolescente”, não como meu sonho para o futuro. Mas sigo plena hahaha a hora vai chegar! Não liga pras críticas não! Seu blog é lindo e se você não encontrar apoio no seu meio, sempre terá o nosso! Beijos , seu blog é incrível!

    1. Que comentário mais lindo, muito obrigada Clara, fico muito feliz em saber que gostou do meu cantinho, serás sempre bem-vinda por aqui! ❤

  22. Bom eu não tenho o Blog como trabalho e levo como um hooby na verdade, é um refúgio pra mim onde posso me expressar e falar desse imenso universo, até gostaria de faturar com ele mais ainda não sei qual é a mágica se todas as empresas parceiras realmente pagassem ao invés de mandar produtos e serem divulgadas gratuitamente com certeza daria pra dedicar mais tempo!
    Sobre as pessoas é só ignorar pois não pagam suas contas e se esse trabalho te realiza e te faz feliz e dá renda não liga pro que falam!
    Beijossssss
    http://www.silalmeida.com

    1. Irei preparar um conteúdo falando mais sobre essas parcerias Sil, pois muitos blogs com grande potencial – como o seu – não sabem como tornar disso, uma fonte de renda! ❤

  23. Há muita pessoa maldosa e invejosa e esses comentários são sempre fruto de inveja. O melhor é mesmo nem ligar. Boa semana! 🙂

    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    1. Pois é Inês! ❤

  24. Oi Kaila,
    As pessoas não conseguem ver o quanto é trabalhoso ser uma blogueira, apesar do blog não ser uma trabalho para mim eu sei o quanto demanda tempo e dedicação, mas o mais importante é ser feliz e não se importar com os comentários alheios.
    Bjs❤
    Abrir Janela

    1. Sim, muita gente não entende como funciona e por isso julga tanto. O importante é realmente não ligar e se incomodar com tais comentários.

  25. Concordo plenamente com você, fazer algo que não nos preenche se torna mesmo vago.
    Eu caí de paraquedas nessa profissão “criadora de conteúdo”, eu amo o que faço, mas é triste quando outras pessoas, algumas até da família, não entendem nossos objetivos.
    Eu já ouvi absolutamente todos os comentários citados no seu post. O pior pra mim é aquele que indica que a pessoa acha que a gente não faz nada. Por vezes algumas pessoas ligam aqui pra minha casa a tarde, e quando eu atendo eles me perguntam se eu estava dormindo. Creio que as pessoas não entendam meu trabalho e acham que eu não faço nada durante e a tarde ainda tenho tempo de tirar uma soneca pós almoço. Mas a verdade é que eu tô a mil na frente do computador desde cedo trabalhando.
    Mas esses comentários são muito comuns mesmo, tanto que quando eu trabalhava apenas como designer de moda, as pessoas diziam “nossa, que chic!”, porém, antes de ser chic e glamuroso tem muito trabalho, dá a impressão que as pessoas achavam que eu passava o dia só montando looks ¬¬’ Fazer o quê né… tem que lidar.
    Amei o post e super me identifiquei Kaila.
    Beijo, http://www.apenasleiteepimenta.com.br

    1. Acontece que as pessoas sempre querem opinar sobre a vida do próximo, independente do que ele faça, apenas para satisfazer o ego delas. O importante é seguir os passos que nosso coração se encontra e ser feliz, porque ninguém nunca saberá qual é nossa realidade. Fico muito feliz por você ter gostado Leslie!

  26. Nossa eu escutei o maior absurdo esse mês… e do meu marido!
    Eu fiz um job pra uma marca e quando fui na loja escolhi algo pra ele, ai foi niver dele e entreguei. Ai ele me falou que “não valia como presente pq eu não paguei!”
    manoooo, meu marido! já dei um esculacho, eu trabalhei por isso.
    Kisses

    1. Quando meu marido trabalhava fora, ele não entendia muito bem como funcionava. Hoje, que ele vê como é todos os dias, ele reconhece que sim, dá muito trabalho receber qualquer coisa. Imagino que você tenha ficado bem chateada, mas as vezes, não foi por mal, as vezes ele só não entende como funciona!

  27. Já escutei muita coisa também, mas sigo firme no meu propósito, a gente realmente pode ser quem a gente quer, concordo com você. Só quem tem um blog sabe o quanto é trabalhoso mantê-lo. Ótimo post lindona!
    Boa segunda-feira!
    Fica com Deus!
    Beijos!

    http://marianafonsecago.blogspot.com.br

    1. Fico muito feliz por você ter gostado Ma! ❤

  28. Te entendo. É difícil quando as pessoas a nossa volta não acreditam no nosso sonho, mas temos que seguir ouvindo a voz do nosso coração.
    os relatos de uma jornalista

  29. Essas são clássicos ou quando perguntam como é isso? É complicado mas a gente consegue superar e mostrar que é um trabalho como os outros.

    Beijos
    http://www.pimentadeacucar.com

    1. Pois é, parei de querer provar ou explicar aos outros, sabe? Hoje apenas vivo esse sonho!

  30. Acho que a maioria desses comentários vêm de pessoas que realmente não entendem, porque querendo ou não a profissão é nova e antigamente quase ninguém trabalhava em casa. Daí surge a curiosidade e muitas vezes até inveja. Conforme o tempo passa eles devem diminuir. É bem arriscado largar tudo, mas né, se a pessoa não procurou um emprego fora é porque de alguma forma a profissão dela de casa está sendo lucrativa x) Esse da “vida mansa” foi bem sem noção mesmo –‘

    Beijinhos
    tipsnconfessions.blogspot.com

    1. Sim, principalmente em cidades menores, como a minha, eles não sabem como funciona esse trabalho e acaba gerando comentários como esse. Mas, é assim mesmo, acho que independente do trabalho, sempre vamos ouvir algo.

  31. Nossa, essas perguntas das lojas mandarem produtos e a de como funciona o nosso trabalho é o que mais escuto. Mas explico sem problema nenhum. Por sorte, ninguém nunca me falou que é moleza ser blogueira, embora eu sei que alguns pensam isso e, quando explico tudo que temos que fazer, eles falam: nunca imaginei que fosse tão trabalhoso assim, deve ser bem difícil, né? Já nem ligo mais para quem critica essa profissão, pois a maioria tem aquele pensamento antigo que deve ter trabalhos formais para ter sucesso e fazer algo produtivo e que dê dinheiro.

    Beijos,
    Blog Gaby Dahmer

    1. Costumo explicar sempre também e já não me incomodo com tais comentários, acho que ninguém nunca vai conhecer realmente nossa realidade, quem vive somos nós, apenas. Então, qualquer escolha só afetará ou agregará nossos próprios caminhos! ❤

  32. Tem muita gente que fala demais mesmo, nem dou ouvidos.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia
    Instagram
    Facebook

    1. Está certa! ❤

  33. Ri super da parte das contas sendo pagas sozinhas hahaha O povo tem cada mentalidade que só Deus pra me dar paciência. Xeruuh

    http://www.kleidenaira.com.br

    1. hahahahhha, só por Deus mesmo!

  34. Nossa, eu ouço muita besteira também! Pior pra mim são as pessoas que tem a cara de pau de vir pedir os produtos que ganho trabalhando zzzzzzzz é difícil essas coisas viu rs

    1. Isso é o que mais tem, dá raiva mesmo.

  35. É complicado quando não acreditam em algo que fazemos. Eu não faço do blog como trabalho, uso mais pra me manter ‘sã’, e mesmo assim ainda escuto todo tipo de bobeira. A regra é clara: se te faz feliz, o resto não importa.
    beijos

    1. Exatamente! ❤

  36. Isso de nos enviarem produtos de graça é tão verdade, e ainda dizem que é sorte!! Só não entendem o trabalho que temos que ter para receber essas peças…

    Novo post: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2017/12/gamiss-embroidery-pieces-review.html

    Beijinhos ♥

    1. Pois é, eles acham que é fácil..

  37. Que gente intrometida, né? Felizmente nunca passei por nada disso pq meu blog é um hobby (embora eu gostaria que fosse meu trabalho mesmo) e as pessoas até acham legal.

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    1. Sim, as pessoas sempre julgam a vida alheia.

  38. Alécia Magalhães says: Responder

    Isso mesmo, me identifiquei muito com sua postagem. Em especial a frase: “A empresa manda de graça” tem muita gente que me pede produtos, como se eu não tivesse a responsabilidade de testar e resenhar. Ou “como é seu trabalho, quero receber de graça também.”
    Gostei, muito legal.
    Blog ArroJada Mix

    1. Pois é, esses comentários são tão desagradáveis. Fico feliz por ter gostado do post! ❤

Deixe uma resposta