Idas e vindas: como viver com pouco dinheiro?

Há cada dez pessoas, cinco trabalham apenas para pagar as contas, três não conseguem arcar com as despesas mensais e apenas duas conseguem manter poucas extravagancias. O valor dos alimentos sobe com frequência, o aluguel está inviável, a gasolina piorou, itens de beleza, passeios e viagens ficaram para segundo plano, nessas idas e vindas, com impostos absurdos e um salário minimo inaceitável o brasileiro está sobrevivendo apenas para pagar as contas, isso é, quando conseguimos manter todos os gastos mensais em dia. Saber que quem tem o poder nas mãos e a possibilidade de tornar este momento melhor está abrindo cofres públicos para deputados corruptos, assim como ele, é algo ridículo. Infelizmente, no alto da crise precisamos manter a calma e saber que as coisas não estão fáceis nem para nós e nem para o próximo, a tempestade vai passar e a calmaria vai chegar, durante esse período precisamos rever nossos gastos para conseguir ter uma qualidade de vida tranquila, manter as contas e dias e ainda conseguir ter pequenos lazeres.

Explorar o universo autônomo tem suas vantagens, mas saber que nesta caminhada não conseguimos ter uma estabilidade financeira é algo que assusta, principalmente em um momento como esse. Depois que começamos a trabalhar apenas como autônomo grandes mudanças aconteceram, a primeira foi que cortamos muitos gastos desnecessários e por um lado foi bom, gastávamos um pequeno valor em diversas coisas supérfluas que quando somadas formava um valor significativo, não diria que jogado fora, mas que no momento poderiam ser usados em outras coisas mais expressivas. O mesmo aconteceu com nosso cartão de crédito e o cartão da Renner, ambos eram usados com frequência por nós e com a grande opção de parcelas pequenos valores estavam consumindo um valor significativo quando somados. Essa é a grande jogada dos cartões, entramos em uma bolha ilusória achando que essa forma de pagamento é algo incrível, quando nós deparamos com parcelas infinitas, ele é uma ferramente indispensável, mais precisamos ter controle e saber como usa-lo, caso contrário, ele se torna um grande vilão.

Nossas prioridades mudaram, hoje quero encerrar minhas contas parceladas e manter as minhas fixas em dia, comprar novos itens só se for com planejamento e se possível sem parcelar. Na última semana fui à Renner, ao entrar na loja me deparei com coleções incríveis, repleta de blusas, bolsas e acessórios impecáveis, minha vontade era pegar uma sacola, enche-la e correr para o caixa, dividir em dez vezes sem juros no cartão e pronto. Mas, a realidade foi sair da loja, comer primeiro e depois voltar, ao entrar percebi que as peças não tinham tanta graça e não valia a pena a divida já que havia tantas peças em bom estado no meu armário prontas para serem usadas. Tentar não comprar por impulso é difícil, porém, necessário. Pesquise os preços, dê uma volta, vê se você realmente precisa daquele produto e se tiver alguma dúvida, espere.

Quando ganhamos um valor, temos o hábito de fazer contas exatamente no mesmo número e esse é um grande erro. Se você ganha mil reais, não tenha contas fixas neste valor, empecilhos e surpresas podem aparecer à qualquer momento e precisamos estar preparados para estes gastos extras. Entre suas despesas fixas, coloque um valor simples, guarde-o todo mês e tenha uma reserva, caso algo aconteça, você evitará dores de cabeça e estará preparada. Outro hábito péssimo que temos é ter dinheiro e comprar em qualquer lugar, a diferença de preço entre um lugar e outro pode ser gritante, por isso reserve um tempo antes de sair para analisar e conferir as melhores opções, são nessas pequenas economias que conseguimos economizar no fim do mês.

Não é difícil viver com um valor baixo, complicado é abrir mão de algumas coisas e resistir as tentações diárias. Precisamos passar por diferentes fases na nossa vida, tudo é aprendizado e conhecimento. Não desista, persista pois as fases ruins passam depressa e passamos a dar mais valor aos momentos bons quando eles chegam. Respire fundo, analise e aproveite as oportunidades e aprendizados dessa trajetória.

Qual dica você segue a risca para conseguir economizar e manter as contas em dia? Compartilha com a gente!

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post.

60 Replies to “Idas e vindas: como viver com pouco dinheiro?”

  1. Adorei o post Kaila! Se tem uma coisa que aprendi a fazer, foi a não comprar por impulso. Meu bolso agradece kkkkkkkk.

    Beijo!
    Cores do Vício

    1. Fico muito feliz por você ter gostado, viu? 😀

  2. Ainda não aprendi a me controlar. Mas sei que tenho que fazer isso.
    Adorei as dicas.

    Beijos.

    1. Na hora é ruim, depois conseguimos observar que fizemos o certo! ❤

  3. menina, ta dificil viu, o negocio é se ater a prioridades e cortar msm tds os supérfluos

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    1. Pois é, hoje em dia tá difícil mesmo!

  4. Amei o texto! Tenho pensado e repensado muito antes de realizar uma compra também.

    beijos

    1. Fico muito feliz por você ter gostado, viu? ❤

  5. Eu já fui compradora impulsiva, gastava tudo e não economizava nada. Até que meu namorado (que já é meu marido) me mostrou os beneficios e importância de economizar, com isso, comecei a realizar alguns sonhos, como de viajar e conhecer lugares incríveis.
    Minha dica é, traçar um objetivo que se queira alcançar (como uma viagem, poupar para aposentadoria, para comprar um carro, ou algo assim) e todo mês se comprometer a guardar sempre um valor x.
    E para economizar nas comprar (que é a parte mais importante), eu sempre me pergunto 3X se preciso daquilo…Pra mim, funciona muito 🙂
    Beijos
    http:/www.mundodasil.com/

    1. Pois é, antes gastava sem pensar e só hoje consigo ver como minhas escolhas eram erradas. É tão bom economizar e conquistar algo que a gente sempre quis! ❤

  6. O complicado é ver o outro tendo e você não hahaha eu as vezes fico chateada mas não pelo fato de comprar as coisas mais de sair. Aiii como queria ter dinheiro pra sair final de semana comer coisas gostosas hahahaha mas cade $$ viver as tentações diárias e primordial como disse no post, adorei!

    Beijos

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br

    1. Sinto falta de sair assim as vezes, mas o esforço vale a pena! ❤

  7. Kaila, adorei seu post! Passo por isso diariamente, entrar nos lugares e querer tudo, mas colocar a cabeça no lugar e ver que realmente não preciso. Fora que, sem trabalhar, fica bem mais complicado.
    Tem post novo lá no blog, um beijo 🙂

    Blog | Facebook | Instagram

    1. O pior é até quem está trabalhando ter que passar por isso, acho que tá difícil para todos!

  8. Oi, Kaila!
    Não sou muito consumista, exceto com livros. Eu aprendi a dar uma freada nisso, principalmente depois que comprei um kindle.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    1. Sempre temos um ponto fraco, né? ❤

  9. Adorei as dicas, desde que comecei a guardar dinheiro pra fazer uma viagem, me tornei muito mais controlada. Agora me orgulho de ir em uma loja, ver coisas lindas e não comprar nada. É muito bom, depois que acostumamos conseguimos economizar bem mais.

    Beijos <3

    Letras na Gaveta

    1. Sim, a gente acaba fazendo tantas coisas por impulso, né?

  10. Eu melhorei um pouco neste quesito, antes gastava compulsivamente. Estava triste, saia pra gastar. Mas hj morando sozinha e tendo várias despesas a gente vai aprendendo na marra, mas ainda tenho muito oq mudar. Ótimo texto <3

    1. O tempo proporciona boas lições. Fico feliz por você ter gostado! ❤

  11. Adorei o post! Depois que eu diminui o consumo sem consciência, meu dinheiro tem sobrado e rendido muito mais. Meu salário é baixo, mas consigo me organizar para não ficar com dívidas. Acho que uma dica boa é pensar muito antes de sair comprando coisas por aí, evitar idas ao shopping sem necessidade (pra não cair em tentação) e manter uma planilha organizando os gastos. Tem funcionado pra mim! Um beijo!

    1. Gosto de ter esse controle também, ajuda tanto! Fico feliz por você ter gostado. ❤

  12. Hoje infelizmente é uma realidade mais comum do que podemos imaginar! Eu gosto muito de quando vou fazer uma compra de um valor um pouco maior, juntar dinheiro e comprar a vista. Tenha um dia abençoado, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    1. Não tem nada melhor que matar a divida de uma vez, né?

  13. Todo dia é uma provação
    eu já fui pior, comprando td, td tempo
    Hj sou UM POUQUINHO menos ‘a loka das compras’
    Mas o foco mudou, antes era td p mim, agora é td pra Arthur
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Um dia consigo me controlar!

    Bjooos

    1. Me vejo assim quando for mãe também, haha. ❤

  14. Graças a Deus nunca fui a louca das compras hahhaa, sempre consegui juntar dinheiro e comprar o necessário. A dica de não fazer contas fixas no valor que você ganha é ótima. Você sempre arrasa nos posts, <3 beijos
    http://www.blogbelezamake.com

    1. Muito obrigada Lu, fico feliz por você ter gostado! ❤

  15. Texto perfeito! Sabe estou passando por uma fase assim.. estava em dois empregos e nunca conseguia pagar minhas contas… até que pirei! Comecei a ficar doente e tive que repensar minha vida. Puxei todos os meus gastos e 85% eu nem sabia porque comprava. Então decidi cortar tudo: cartão, mudei meus passeios e hoje tô bem mais tranquila em um trabalho só e descansada!
    As vezes é preciso a gente perder a linha para achar o caminho certo, né?

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com

    1. Que bom que essas mudanças aconteceram e que agora você está bem Vanessa. Lidar com contas é bem difícil mesmo!

  16. Cartões de credito são mesmo perigosos se não souber frear o impulso, pois a facilidade hoje em dia é enorme! Só que pra pagar…
    Eu sou muito de impulso, hoje em dia eu ainda me freio mais, minha intenção é guardar e fazer um pé de meia, pra ter o que realmente importa.
    Amei o post.

    um beijo

    http://www.chuvanojardim.com.br

    1. Fico muito feliz por você ter gostado Rê! ❤

  17. Olha dificil, tem fases que tô mais focada, tem fases que tô menos
    bjs

    1. Nossa vida é feita de idas e vindas, né? Sou assim também. ❤

  18. Ótimo post, Kaila! Amei as dicas!
    Realmente, compras parceladas parecem ótimas mas podem ser um grande vilão mesmo. Chega uma hora em que a gente acaba esquecendo que elas existem, faz outros débitos, e quando a fatura do cartão chega, vem aquela bomba de gastos muito maiores do que esperávamos. Por esse motivo, além de parar de parcelar minhas compras, também evito usar o cartão de crédito. Usar o próprio dinheiro é muito mais fácil de enxergá-lo, e, pelo menos pra mim, ajuda muito a poupar. Tem dado certo até agora 😀

    Com amor,
    Steph • Não é Berlim

    1. Acho que a gente sente mais quando pagamos com o valor, isso nós faz repensar! Fico feliz por você ter gostado.

  19. Amei o post Kaila, seus texto sempre são excelentes.
    Nessa época de crise no Brasil todo, devemos mesmo cuidar para gastar somente com o necessários para sobreviver.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia
    Instagram
    Facebook

    1. Pois é Jana! Fico feliz por você ter gostado. ❤

  20. Olá Kaila
    Parabéns pelo post, conteúdo de utilidade pública, todos deveriam ler.
    Nunca fui exagerada, mas já gastei muito por impulso e hoje dou muito valor ao consumo consciente. Ainda jogo algumas coisas vencidas, mas diminuí bastante o desperdício nos alimentos e maquiagens.
    Quase não tenho usado o cartão, tenho preferido pagar a vista com desconto.
    E os livros tenho comprado nas promos.
    Acredita que comprei por 19,90 ( e ainda ganhei um bloquinho pequeno de anotações e marcadores de páginas) um livro que em janeiro estava 79,00?
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    1. Nossa Luli, que desconto! Tem coisas que vale a pena esperar para adquirir, precisamos aprender gastar, hoje em dia tá fogo!

  21. Kaila do céu! Como me identifico com você! Preciso te conhecer ao vivo hahaha
    Eu faço isso, vou na loja, dou outra volta e quando retorno a peça não era tudo isso. Também procuro mudar as prioridades, a saúde sempre em primeiro lugar. Vi que meu plano de celular sempre pode ser mudado, e muita gente nem vai atrás para saber das promoções, por 39,90 consigo muita coisa boa que no plano atual não tava com vantagem,
    Só erro nisso de colocar o valor nas contas e não pensar em imprevistos, vou começar a me policiar mais. Bjo!

    Zíper Chique

    1. Tenho certeza que iríamos falar de montão, hahaha. Fico muito feliz por você ter gostado Vânia! ❤

  22. Evitar comprar por impulso, sempre! Nos dias de hoje não dá para não prestar mais atenção nessas coisas. Responsabilidade financeira em primeiro lugar!

    1. Sim, está bem complicado manter as contas em dia.

  23. Adorei as dicas e eu sou muito controladora e quando quero comprar alguma coisa faço um milhão de conta, minha família me chama de mão de vaca mas pelo menos não me desespero ao abrir uma fatura do cartão kkkkkkkkkkk

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    1. Não tem nada melhor, hoje em dia não podemos arriscar.

  24. César Augusto says: Responder

    Post excelente, eu tento controlar o impulso e analisar se preciso mesmo daquele produto.

    1. Compramos muita coisa que não precisamos e no fim, o valor faz falta e poderia ser investido em algo melhor.

  25. Guardar sempre, de preferência mensalmente ajuda e muio. Adorei o post flor

    http://www.kleidenaira.com.br

    1. Que bom que gostou, fico feliz! 😀

  26. Adorei as dicas, é fato que tenho que aprender a me controlar mais hahaha

    Um beijo enorme!
    Carla Carrais | http://www.cahcarrais.wordpress.com

    1. Que bom que gostou, fico tão feliz! ❤

  27. Ótimo texto Kaila! A gente tem que comprar aquilo que precisa.
    Eu só pago a vista e evito fazer dívida para não me enrolar mais
    big beijos

    1. Fico muito feliz por você ter gostado Lulu. 😀

  28. Q post excelente!!!

    Antes mesmo de eu trabalhar eu já costumava juntar um dinheirinho para poder comprar a vista. Só parcelo se o valor for o mesmo que a vista. E como vc disse, nunca devemos gastar o q ganhamos. Sempre procuro deixar um pouco pra poupança e se quero algo q vai me custar mt, guardo uma quantidade só pra isso. Acho q o segredo nessas horas é ter paciência e esperar + por aquilo q queremos enqto juntamos o dinheiro do q comprar logo a prazo e pagar + caro .

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    1. Pois é Anete, as vezes essa espera compensa e muito! ❤

  29. Como viver com pouco dinheiro? Passei a vida aprendendo, kkkkk.

    juliamodelodemodelo.blogspot.com.br

    1. É difícil mesmo. kk ❤

  30. Eu sou uma péssima influência mais atualmente tenho ao menos conseguido saber pra onde foi o dinheiro já que uso o aplicativo monefy

    http://www.mundodadayse.blogspot.com

    1. Alguns aplicativos ajudam demais, ainda não conheço esse!

Deixe uma resposta