Conflitos internos que enfrentei ao sair de casa

Fazer escolhas e passar por mudanças é constante na minha vida, sempre agradeci pelos rumos que minha vida seguiu, eles me tornaram mais fortes e mais corajosa para aceitar as próximas batalhas que estão por vir. Ninguém mente quando diz que levamos dessa vida apenas o que a gente é, se não explorarmos esse universo, não alimentamos nossa alma de momentos e fazemos uma vaga passagem por essa terra. Somos constituídos de história, as subidas e decidas nós tornam mais fortes, as decisões e escolhas são essenciais para a chegada de novos momentos e as pessoas tornam tudo especial. Nesta montanha russa chamada vida, iremos enfrentar alguns monstros, alguns deles são: o medo, a insegurança e a desistência. Pela insegurança desistimos, pelo medo deixamos de conquistar muitas coisas. Foi por escolher seguir que vivi tantas coisas mesmo sendo tão nova, foi querendo explorar o mundo que vi o quanto ainda temos para conhecer, o quanto somos capazes de aprender, renovar e ensinar.

Quando chegamos na nossa nova casa e nós deparamos com uma nova vida, rotina e companhia alguns sentimentos invadem nosso coração. O primeiro é a insegurança, o segundo o medo e o terceiro é a incerteza. Os primeiros meses são sempre os mais radicais, já que é o período de adaptação. Quando você faz uma escolha de coração e pelos motivos certos tudo se torna mais fácil, aos poucos fui encarando obstáculo por obstáculo e vi que o modo que observamos as coisas é o que muda, essas decisões precisam ser pensadas e quando tomadas não devemos reviver o passado, enfrentar o presente e viver sua realidade é essencial, nada acontece na nossa vida por acaso, tudo acontece como deve ser e se hoje você está vivendo algo é porque aquilo precisa acontecer e com certeza, esse momento te agregará e te marcará eternamente.

Escutei tantas coisas antes de sair de casa que foi quase impossível não ficar apreensiva, até que percebi que quem escreve nossa história somos nós, cada casamento, cada amizade, cada vida é singular e escrita individualmente. Se encontrasse meu eu há dois anos atrás, não me reconheceria, enfrentei tantos desafios durante esse período que me tornei uma pessoa mais madura, consegui ver o que algumas pessoas realmente são e priorizei aquelas que fazem o mesmo comigo, ninguém conhece nossa realidade, mas todos querem palpitar sobre ela, as barreiras que enfrentamos, os obstáculos que superamos não vai ser entendido por mais ninguém além de nós mesmos. Por isso, viva e sinta todos os altos e baixos da sua vida, eles te renovam e te tornam uma pessoa melhor, que é capaz de enfrentar as incertezas, a insegurança e os medos, pois saiba que é dali que vem os melhores aprendizados.

 Qual escolha mais te mudou? Compartilha com a gente! 😀

Espero muito que vocês gostem, um super beijo e até o próximo post.

52 Replies to “Conflitos internos que enfrentei ao sair de casa”

  1. Cada história é única!
    Podemos pedir/receber conselhos, claro, mas nada garante que vai ser bom ou ruim
    Devemos nos permitir viver, teremos erros e acertos, é a vida!

    Bjooos

  2. Lilian Stéfani Huzyk says: Responder

    Olá! Adorei seu post, me identifiquei em algumas partes, no meu caso, eu saí de casa sem nem pensar, já que estava indo morar com namorado, mas depois as coisas foram fluindo. Mas ainda assim enfrentei muita coisa, mesmo não admitindo que já havia saido de casa haha!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    1. As coisas foram assim comigo também, hahaha. ❤

  3. A gente fica insegura mesmo com mudanças… pelo menos eu sou assim! Bate um medinho mesmo que sejam escolhas que a gente fez, o “novo” assusta!
    Lembro dessa sensação quando sai de casa e quando meu primeiro filho nasceu. Momentos que são marcantes na minha vida! <3
    Beijãoooo Kaila!
    Jake
    Blog Jake Badulake

    1. E como assusta!

  4. Me descreveu tanto esse texto! Mudanças sao muito dificeis! A primeira vez que saí de casa, eu estava sozinha, foi dificil… e não consegui segurar a barra! Mas da segunda vez eu pulei fundo e estou há 7 anos na luta rs! É uma luta diaria, mas to conseguindo!
    um beijo

    coloresam.com

    1. É uma luta que nós faz crescer diariamente, que nós mostra o verdadeiro valor das coisas. É difícil, mas gratificante, né?

  5. Acho que tudo é questão de ir e ver como vai ser.
    Eu tenho vontade, mas antes penso que vou sentir falta de casa um pouco, mas acho que é bom ter seu próprio espaço.
    Beijos!
    Blog Pam Lepletier

    1. No começo é inevitável não sentir saudade, depois nós acostumamos tanto com nossa nova vida que é estranho ficar em casa, hahaha. ❤

  6. Kaila que postagem mais top. Adorei Adorei tudo, estou perto de sair de casa e já penso nisso todos os dias.

    Beijos da Kah
    Blog Mundo da Kah
    Canal Kalyne Sousa
    Instagram

    1. Fico tão feliz por você ter gostado Ka! ❤

  7. amei esse post, ja morei em outro estado, mas acabei voltando pra casa; quero mt ter minha vida sozinha

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    1. Fico muito feliz por você ter gostado Lívia! 😀

  8. Uau!
    Pela sua escrita,. você é bem madura para sua idade. Parabéns!
    E que venham novas e incríveis experiências!

    http://www.aiecharme.com.br

    1. Muito obrigada Suzane! ❤

  9. Acho que a vida é de desafios mesmo, por mais que não gostamos ou queremos. Precisamos arriscar e ver se dá certo.
    Não me recordo de nenhum agora. Gostei do seu post.
    bj http://diadebrilho.com

    1. Sim, as vezes o melhor a se fazer é meter a cara sem medo! Fico feliz por você ter gostado.

  10. Ainda não passei por essa fase, mas acredito que isso seja normal e que acontece mesmo.
    Beijos!

    1. Sim, mudanças são sempre difíceis!

  11. Acho que esse sentimento de incerteza e insegurança é muito natural quando acontece algo que muda nova vida assim do dia pra noite, mas faz parte e também acredito que são esses momentos que nos fazem amadurecer.

    Beijos
    Mari Dahrug
    https://www.rabiskos.com.br

    1. Sim, eles são essenciais.

  12. Kaila as mudanças em nossas vidas são necessárias, hoje em dia não troco a vida de casada pela vida de solteira, os medos vêm, a insegurança vêm mais quando temos certeza do que queremos tudo dá certo!
    Beijos
    http://www.silalmeida.com

    1. Pois é, não trocaria também não! ❤

  13. Adorei o post Kaila. Eu não vejo a hora de sair da casa dos meus pais e ter meu cantinho, mas é como você disse, insegurança, medo e incerteza acabam atrapalhando um pouco. Mas, tudo tem seu tempo. bjuxxx
    http://www.taayvarags.com

    1. Sim, precisamos as vezes enfrentar esses medos e arriscar! ❤

  14. Com certeza foi quando minha filha nasceu. Me senti tão aterrorizada quando voltei pra casa com ela e meu marido , foi mto difícil. Achava que não ia dar conta sozinha, mas tudo se ajeitou bem kkkkkkk gracasa a Deus!
    Beijos

    http://Www.unhasclassicasemodernas.blogspot.com.br

    1. Maternidade deve ser uma aventura, acho que ficarei bem insegura também! ❤

  15. Que ótimo texto amiga vc sempre arrasa nas palavras.
    Mudança dá um pouquinho de medo mesmo faz parte das nossa vidas.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia
    Instagram
    Facebook

    1. Que bom que gostou Jana, fico tão feliz! 😀

  16. Cesar Augusto says: Responder

    Amei o texto, post maravilhoso.

    1. Obrigado meu amor! ❤

  17. Olá! Esse texto é lindo. Você falou a mais pura verdade. Viver com nossos familiares é algo muito bom, é acolhedor e tudo mais, mas chega uma hora que o passarinho precisar levantar vôo e a mesma coisa acontece com a gente. Eu creio sim que para conseguirmos encontrar e descobrir quem realmente somos temos que viver a vida do nosso jeito, da maneira que nos é conveniente e para isso as mudanças são muito mais que necessárias. E o melhor de tudo, sempre nos adaptamos! 🙂

    Conceito Aberto

    1. Sempre, por mais que seja difícil no fim as coisas sempre acontecem por algum motivo. Fico muito feliz por você ter gostado!

  18. Acho que qualquer mudança traz medo e insegurança, mas que bom que vc não ouviu qm tentou te desmotivar.

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    1. Sim, sempre tem alguém tentando nós colocar para baixo, né? O segredo é não ligar! ❤

  19. Adorei ler o texto, é tão verdadeiro! 🙂 Eu quando sai de casa aos 18 anos para ir estudar foi difícil no inicio, mas depois de ganharmos a nossa independência nunca mais a queremos perder. 🙂

    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    1. Pois é, acostumamos tanto, né?

  20. Acho que sair de casa me fez mudar bastante, me fez amadurecer muito também.

    Beijos
    http://www.pimentadeacucar.com

    1. Muda demais, né? ❤

  21. Apesar de mudanças serem bem vindas, não gosto kkkkkkkk. Mas concordo, nos torna mais forte, podendo ter mais capacidade em lidar com os conflitos internos e externos.

    Beijo!

    1. Algumas mudanças sempre vem para o bem, por isso são tão essenciais.

  22. Oi, Kaila. É bom ler textos assim e ver que muita gente já passou pelas mesmas coisas que nós, ou pelo menos parecidas. Minha escolha mais importante e que mais impactou minha vida, gerando aprendizados e amadurecimento, não só na forma de pensar, mas de agir principalmente. Com 21 anos de idade, eu tinha um estágio em que seria admitida, eu estava terminando uma faculdade em EAD, eu tinha uma vida boa, bons amigos, tudo que precisamos para ser feliz. Mas eu não era, como já falei em alguns posts meus, me sinto aprisionada onde moro, como se meus sonhos fossem bem maiores do que a cidade pode suportar. E então, de repente, avisei meus pais: “estou indo morar em Campinas – SP”. Assim, do nada! Apenas avisei, pois estava ciente de que era de maior e poderia tomar essa decisão sozinha, e foi o que fiz. Eu precisava. No início, desde o contar aos meus pais e aos primeiros dias, foi bem complicado, pois mesmo que eu não seja muito apegada a família, seja bem do mundo mesmo, eu sentia saudades, eu estava acostumada a vida que tinha, acomodada demais. Mas tudo em mim pedia por aquela experiência, eu realmente queria me submeter a passar dificuldade, a viver só, longe da família, me virar sozinha. Eu queria crescer, ser independente, passar trabalho, aprender com todas as dificuldades. Não que eu tenha aprendido de fato e tudo que precisava, por ser orgulhosa, muitas coisas eu não aceitei mudar, por birra comigo mesma e por medo de mudar, mesmo que fosse tudo que eu quisesse, havia coisas que eu ainda não estava disposta a deixar pra trás. Foi só quando voltei pra casa, em visitas ou definitivamente, que puder perceber tamanha mudança na minha personalidade e pensamento. Foi a melhor decisão que tive, mesmo com todas as dificuldades que passei, eu não me arrependo, pois foi ali que se iniciou a verdadeira formação de quem eu sou hoje. E é daquele tempo que tiro muita inspiração para o presente e futuro, como também tomo de lição para não cometer os mesmos erros.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpage

    1. Essas mudanças, por mais grandes que sejam e independente se for negativa ou positiva, sempre nós agregam de alguma maneira. Não mudaria nenhuma escolha minha, mesmo que algumas não tenham sido tão boas! ❤

  23. Olá Kaila,
    Acredite que agora você é uma mulher muito mais madura do que antes
    big beijos

    1. Obrigada Lulu! ❤

  24. Também saí de casa novinha e foi ótimo para o meu crescimento. Mas as dificuldades são muitas mesmo.
    beijos 🙂

    http://www.oolhaisso.com

    1. Mudei demais com as mudanças que aconteceram também.

  25. Passei por isso, eu sai de casa de uma maneira muito triste e bruta e foi muito difícil me adaptar em um lugar onde não conhecia praticamente ninguém. Mas graças a Deus não desisti, fui me superando e ainda estou aqui. Olho para trás e agradeço a Deus por tudo oq aconteceu, me tornou mais forte e com mais fé. <3 Beijos
    Charme-se

    1. Há coisas que acontecem que parecem ser ruins, mais depois nós fazem um bem danado. Já tive que enfrentar muitos obstáculos, mais foram eles que me tornaram o que sou hoje. ❤

  26. Olá Kaila,
    Foi quando me separei e voltei para a casa dos meus pais. Na verdade no começo eles não aceitaram muito a minha separação. Por eles, eu ficaria em um casamento que já estava praticamente falido desde o primeiro mês de casamento. Mas, temos sempre a esperança que no próximo ano vai melhorar e quando vi se passaram cinco anos da minha vida e não via reciprocidade da parte dele. Lembro que quando disse para os meus pais que pedi a separação eles fizeram o meu ex-marido ir até em casa para sentar nós quatro na sala e conversar e ver o que poderia melhorar. hahahahaha Não sei, no tempo dos meus pais eram diferentes do que os nossos não né mesmo?
    E um outro item chato, foi que os amigos e conhecidos dos meus pais basicamente viraram a cara para os meus pais. Sabe aquele negócio que víamos antigamente em filmes que as pessoas não queriam ter amizades com pessoas que se divorciaram porque não era da sociedade? É mais ou menos isso que aconteceu… hoje não tenho amigas e é muito raro eu sair de casa. O meu círculo social hoje são minha família e namorado. Vou ao shopping, bares e viagens com eles.

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    1. Você está rodeada das melhores pessoas, é sempre assim, as pessoas querem tanto um mundo moderno sendo que nem elas pensam diferente. É bem triste, isso já ficou para trás.

Deixe uma resposta